BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Famílias iniciam inscrições para concorrer à casa própria

Famílias iniciam inscrições para concorrer à casa própria

Da Redação

16 de Outubro de 2015 às 17:47

Foto: Divulgação

O cadastramento de famílias interessadas em participar do sorteio de mais residências do Programa Minha Casa, Minha Vida/Morada Nova, que estão sendo construídas em Ji-Paraná no empreendimento Morar Melhor II (1.456 apartamentos) e no Capelasso (800 casas) teve inicio hoje (16).

As inscrições tiveram inicio logo às oito horas da manhã, quando centenas de pessoas já aguardavam para ser atendidas. O atendimento, que está sendo conduzido no grande galpão da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária e Habitação (Av. Transcontinental, esquina com a Rua Menezes Filho, no bairro Dois de Abril), continua neste final de semana e se estende até o próximo dia 16. Amanhã, sábado, as pessoas podem comparecer das 8 às 16 horas e no domingo, das 8 às 12 horas. Durante a semana, o trabalho será das 8 às 16 horas.

 A secretária de Assistência Social, Sônia Reigota, alerta que não é preciso chegar de madrugada para conseguir ser atendido. “Não há essa necessidade porque estaremos aqui nos próximos 10 dias, inclusive nos finais de semana, e vamos distribuir sempre 300 senhas por dia.Só no domingo, serão 150 porque trabalharemos meio período. Ainda assim, se percebermos que precisaremos ampliar essa capacidade de atendimento, nós vamos ampliar para atender a todos”, frisou.

Os cidadãos ali presentes trazem uma história particular, mas a intenção firme de adquirir uma casa própria é comum a todos. Avelino Dias Duarte é um deles. Apesar dos seus 80 anos completos, ele mantém viva a idéia de morar num imóvel em seu nome. “Eu só quero uma casinha bem feitinha para eu continuar a viver a minha vida”, afirmou. A psicóloga Carla Celene Ferreira, veio acompanhada do marido Álvaro, da mãe Leila, e da filha Lorena, de apenas 16 dias. Todos estão esperançosos porque conseguiram, com algum esforço, reunir toda a documentação exigida no edital. Deraldo Francisco da Silva, de 51 anos foi um dos que chegaram bem cedo e foi atendido por volta das 9h30. Morando em um sítio na Linha 16, ele precisa de uma casa própria por que não pode pagar um aluguel na cidade neste momento.

Cerca de 60 servidores da Prefeitura de Ji-Paraná e do Governo do Estado vão dar sequência à esta maratona de atendimentos para ter contato com expectativas que cada um traz, além da documentação necessária. Todas foram bem treinadas para esta triagem inicial e na orientação que precisa ser dada à população, caso falte algum documento. Kênia Santos, assistente social da Semas, é uma das dez coordenadoras deste trabalho e mal pôde conversar com a reportagem, dado o volume de solicitações que chegavam. “Nosso atendimento inicial é sempre para as gestantes, mulheres com crianças de colo, idosos e deficientes e estamos bem preparados para esta missão”, informou  Ela esclareceu que esta é apenas uma primeira etapa. “Depois ainda serão feitas as visitas domiciliares e a terceira será a análise de todas as informações coletadas para procurar habilitar a família para o sorteio”, completor

Nesta etapa podem se inscrever quem atender estas condições: 1) Ter grupo familiar (pessoas que moram sob o mesmo teto, parentes ou não) com  renda bruta mensal não superior a R$ 1.600,00; 2) Não ser proprietário, ter cedido ou ter se comprometido com a compra de imóvel de imóvel urbano o rural; 3) Não ter sido já contemplado com outro imóvel em programas habitacionais do governo; 4) Estar de acordo com a prestação de, no máximo, 5% da renda familiar; 5) Ser maior de 18 de anos ou emancipado; 6) Ser brasileiro nato ou naturalizado ou, se estrangeiro, ser detentor de visto permanente no País; e 7) Residir em Ji-Paraná há pelo menos dois anos.  A relação de documentos a ser providenciada está no site da Prefeitura (www.ji-parana.ro.gov.br).

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS