BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Caixa vai inaugurar posto de atendimento em Ariquemes e prevê mais três agências no Estado

A Caixa Econômica Federal vai inaugurar, na próxima terça-feira, 2 de dezembro, às 16 horas, no prédio da Prefeitura de Ariquemes, um posto avançado para atendimento exclusivo aos servidores municipais.

Da Redação

27 de Novembro de 2014 às 15:22

Foto: Divulgação

A Caixa Econômica Federal vai inaugurar, na próxima terça-feira, 2 de dezembro, às 16 horas, no prédio da Prefeitura de Ariquemes, um posto avançado para atendimento exclusivo aos servidores municipais. A unidade vai contar com três funcionários novos, ou seja, contratados via concurso público.

Este PAB representa parte da promessa feita pela Superintendência Regional ainda em fevereiro deste ano, que contemplava a inauguração do posto avançado até abril e a inauguração de uma nova agência na cidade até o final do primeiro semestre.

“Metade da folha de pagamento dos servidores públicos é feito através da Caixa. Algo que gira em torno de mil trabalhadores que serão atendidos neste posto e, consequentemente, desafogarão o atendimento na agência principal, um dos maiores problemas que enfrentamos neste município”, detalha Marcio Augusto de Lima Mourão, superintendente regional do banco em Rondônia.

O executivo explica que a demora na conclusão da obra do posto de atendimento se deu porque a Caixa, por ser uma empresa pública, depende de uma série de procedimentos legais para a execução de obras.

“Tudo depende dos processos licitatórios que devem ser feitos com a participação de empresas habilitadas. A primeira e a segunda chamada dessa licitação foram desertas, pois não tinham empresas participando e, só agora, há pouco mais de três meses, foi concluído com uma empresa que foi considerada habilitada ao serviço”, conta.

Sobre a promessa de inauguração de mais uma agência em Ariquemes, Marcio explica que nada foi concretizado ainda porque, novamente, tudo depende da burocracia.

“Tínhamos um lugar certo onde essa nova agência seria construída mas, por conta da demora nos processos legais, o proprietário do imóvel desistiu e alugou para outras empresas ou pessoas. Chegamos a perder três locais para a locação onde funcionaria o novo prédio da Caixa mas, novamente, a burocracia nos atrapalhou”, acrescenta Marcio, garantindo que uma nova agência em Ariquemes é uma prioridade da Superintendência.

“Agora, com um novo governo e uma possível reforma ministerial, não podemos garantir nada, muito menos estipular prazos. O que posso assegurar é que a Caixa quer e precisa expandir no Estado, e para isso há a previsão de mais uma agência em Ariquemes, uma em Machadinho do Oeste e mais uma em Porto Velho, o que também representa 30 novas contratações de funcionários, considerando a média de 10 por agência”, anuncia Marcio, que acredita que o ideal para o atendimento no Estado seria a construção também de mais uma agência em Cacoal e mais duas ou três na Capital.

“É importante a abertura desse posto, embora ainda represente muito pouco diante da gigantesca demanda diária da população daquele município, que fica horas e horas nas filas aguardando o atendimento. Com a migração de clientes para esse posto, vai desafogar o atendimento na agência principal e minimizar a sobrecarga extenuante de trabalho dos funcionários. Esperamos que a promessa de mais uma agência em Ariquemes seja realmente uma prioridade para a Superintendência e que os anúncios de aberturas de mais agências no Estado sejam realmente cumpridos, pois mesmo que o atual número de agências seja dobrado, ainda assim o número não seria o ideal para o atendimento no Estado, tendo em vista que a Caixa é responsável por todos os benefícios trabalhistas, como FGTS, Seguro-Desemprego e PIS, e programas sociais do Governo Federal, a exemplo do Minha Casa - Minha Vida, Bolsa Família, entre outros”, avalia José Pinheiro, presidente do Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB-RO).

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS