BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Prefeitura e Caixa Econômica alertam sobre falsas inscrições ao Programa Minha Casa Minha Vida

Prefeitura e Caixa Econômica alertam sobre falsas inscrições ao Programa Minha Casa Minha Vida

Da Redação

12 de Junho de 2013 às 16:39

Foto: Divulgação

O Vice-Prefeito de Porto Velho, Dalton Di Franco, reuniu-se com os gerentes regionais da Caixa Paulo S. A. Gorayeb e Wilson A. S. Filho, que o informaram sobre fraudes praticadas por associações que têm vendido vagas para o programa Minha Casa Minha Vida. “Tem acontecido que pessoas humildes estão procurando a Caixa para confirmarem suas inscrições no programa Minha Casa Minha Vida. Observamos que essas inscrições são inexistentes e que, na verdade, trata-se de fraudes praticadas por associações, tanto da capital quanto do interior do estado, que pedem taxas de adesões, taxas de manutenção e mensalidades para garantir-lhes a inscrição”, informou Wilson Filho.
Segundo os gerentes, a Caixa tem entrado em contato com essas associações que confirmam estarem agindo dessa forma. “A Caixa não tem vínculos com associações que arrecadam dessa maneira. Se uma entidade quer dar assessoria aos seus clientes sobre programas existentes para financiamentos ou sobre outras formas de se adquirir um imóvel, então, não temos nada a dizer sobre isso, mas quando uma instituição quer dar garantias falsas em nome da Caixa ou da Prefeitura Municipal sobre seus serviços, aí passam a agir de forma criminosa”, afirmou Gorayeb.
Os gerentes informaram ao Vice-Prefeito sobre algumas das entidades credenciadas no Ministério das Cidades e que detêm o aval da Caixa Econômica para encaminharem inscritos ao Programa Federal. “No caso das associações que estão agindo de maneira fraudulenta, elas não possuem essas credenciais e estão iludindo as pessoas. Os que têm procurado a Caixa informam terem desembolsado o valor de 35 reais para a inscrição e estarem pagando 25 reais de mensalidade. Quem quiser saber sobre os procedimentos certos para inscrição deve procurar a Prefeitura, através da secretaria municipal de Regularização Fundiária e Habitação (Semur) ou a Caixa Econômica. E quem quiser obter informações sobre instituições credenciadas e avalizadas para trabalharem em parceria com a Caixa Econômica Federal deve procurar as agências”, destacou Wilson Filho.
Segundo informou os gerentes, essas associações estão cometendo fraudes porque não podem cumprir o que prometem, uma vez que não estão devidamente habilitadas para realizar inscrições. “Não há nenhuma cobrança para inscrições ao Programa. Qualquer cobrança de taxas ou mensalidades representa fraude, pois nenhum inscrito deve pagar nada. Caso alguém esteja sendo iludido, deve procurar a Prefeitura ou a Caixa Econômica para denunciar”, frisou o gerente.
“A Prefeitura tem um órgão responsável por inscrições e que oferece informações seguras sobre qualquer dúvida que alguém tenha sobre o programa Minha Casa Minha Vida, trata-se da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária e Habitação (Semur). As pessoas que querem participar do Programa devem ir até a Semur. Lá, poderão fazer a inscrição e serem devidamente encaminhados para a fila de espera. Assim, é preciso informar aos que podem estar correndo perigo: procurem a Semur e estarão seguros”, afirmou o Vice-Prefeito.
Fotos: Comdecom
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS