BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Grevistas do INSS aceitam intermediação do ministro Luiz Marinho

Grevistas do INSS aceitam intermediação do ministro Luiz Marinho

Da Redação

10 de Agosto de 2007 às 17:54

Foto: Divulgação

*Representantes dos grevistas do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) aceitaram a proposta feita pelo ministro do Trabalho, Luiz Marinho, de que ele seja o intermediador das negociações para o fim da paralisação, junto aos ministros do Planejamento e da Previdência Social. *De acordo com a diretora da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social, Miraci Astum, o ministro concordou em fazer parte das negociações desde que a paralisação no INSS seja encerrada antes do início dos acordos para o fim da greve dos servidores da Saúde e do Trabalho. "O ministro solicitou que seja apresentada a proposta da seguridade social e que comecemos a discutir o INSS. Mas vamos tentar fechar as duas propostas ao mesmo tempo", contou Miraci. *Na noite de ontem (9), representantes dos grevistas participaram de uma reunião com o secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça. O objetivo do encontro era a elaboração de uma proposta conjunta para o término da paralisação no instituto. Mas os grevistas incluíram reivindicações dos servidores da Saúde e do Trabalho na pauta de negociações. Por isso, segundo Sérgio Mendonça, não houve acordo. *Os servidores do INSS querem um reajuste de 18% e uma gratificação de desempenho igual para os trabalhadores na ativa e para os aposentados. Já os funcionários da Saúde e do Trabalho querem um reajuste salarial de 47,11%.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS