Clubes europeus sobram no Mundial

Clubes europeus sobram no Mundial

Foto: Divulgação

O Mundial de Clubes é hoje um torneio sem muito apelo global. Isso porque, para os europeus, não vale grande coisa, uma vez que a diferença entre seus clubes e os dos demais continentes é imensa. E para os sul-americanos ele já se tornou praticamente utópico. A última vitória da América do Sul aconteceu em 2012, quando o Corinthians venceu o Chelsea na final, por 1 a 0. Quando será que um clube brasileiro voltará a sagrar-se campeão mundial? Se você gosta de fazer previsões esportivas, conheça a Pixbet e dê os seus palpites.
 
Antes do novo formato, havia um grande equilíbrio entres os times europeus e sul-americanos. Até 2004, a competição reunia apenas os campeões da Copa Libertadores e da Liga dos Campeões. Das 43 edições disputadas neste modelo, foram 22 vitórias para os clubes sul-americanos e 21 para os europeus.
 
Desde o novo formato, entretanto, o dominínio europeu é avassalador. A competição atual reúne representantes de todos os continentes, e os clubes europeus e sul-americanos entram nas semifinais. Das 19 edições disputadas, foram 15 vitórias da Europa e apenas quatro da América do Sul.
 
É claro que o fracasso sul-americano não é culpa da mudança de formato. O predomínio europeu ocorre porque, dos anos 2000 para cá, quando houve a mudança no modelo de disputa, a diferença do poderio econômico dos clubes do Velho Continente em relação aos da América do Sul acentuou-se.
 
Dessa forma, o Mundial de Clubes tornou-se apenas um empecilho para os clubes da Europa. O típico torneio que, se ganhar, não muda nada e, se perder, pode gerar uma crise. Já para os clubes sul-americanos, tornou-se uma enorme fonte de frustrações. Frequentemente os times daqui acabam sendo eliminados nas semifinais.
 
Um torneio com uma discrepância tão grande entre os participantes não tem como vingar. É claro que, quando um clube sul-americano conseguir vencer o Mundial, será fonte de muito orgulho para os torcedores. E isso vai acontecer eventualmente. Mas, na esmagadora maioria das vezes, o torneio servirá apenas para que nossos times voltem cabisbaixos e as ilusões da força do nosso futebol caiam por terra.
 

Confira os títulos do Mundial de Clubes por países

Espanha: 12 títulos (1960, 1974, 1998, 2002, 2009, 2011, 2014, 2015, 2016 e 2017, 2018 e 2022)
Brasil: 10 títulos (1962, 1963, 1981, 1983, 1992, 1993, 2000 2005, 2006 e 2012)
Argentina: 9 títulos (1967, 1968, 1973, 1977, 1984, 1986, 1994, 2000 e 2003)
Itália: 9 títulos (1964, 1965, 1969, 1985, 1989, 1990, 1996, 2007 e 2010)
Uruguai: 6 títulos (1961, 1966, 1971, 1980, 1982 e 1988)
Alemanha: 5 títulos (1976, 1997, 2001, 2013 e 2020)
Inglaterra: 4 títulos (1999, 2008, 2019 e 2021)
Holanda: 3 títulos (1970, 1972 e 1995)
Portugal: 2 títulos (1987 e 2004)
Paraguai: 1 título (1979)
Sérvia: 1 título (1991)
Direito ao esquecimento

Homens que expõem fotos intimas das parceiras devem sofrer qual tipo de punição?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Cran Filmes LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS