BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Presidente do Rio Branco fala sobre repercussão da contratação de Bruno

Valdemar Neto revelou que o goleiro Bruno merece uma segunda chance. "Eu acho que todos nós já erramos e precisa de uma chance para poder sustentar sua família", acrescentou

FUTEBOL DO NORTE

29 de Julho de 2020 às 09:48

Foto: Divulgação

O presidente do Rio Branco, Valdemar Neto, divulgou novo vídeo nas redes sociais destacando a repercussão da contratação do goleiro Bruno Fernandes para a sequência da temporada 2020. O anúncio foi feito no último domingo pelo dirigente que contará com o goleiro para as disputas do returno do Campeonato Acreano, Série D do Campeonato Brasileiro e Copa Verde.

"Eu nunca imaginei que daria essa repercussão toda nas redes sociais, mas quero deixar claro para vocês o que eu penso como presidente do Rio Branco. Eu penso que o Bruno pagou o que ele devia para a sociedade, ele passou dez anos preso entre idas e vindas e precisa de uma segunda chance. Porque a mesma justiça que o prendeu, que o condenou é a mesma que soltou e disse que ele está apto a conviver em sociedade", justificou.

Valdemar Neto revelou que o goleiro Bruno merece uma segunda chance. "Eu acho que todos nós já erramos e precisa de uma chance para poder sustentar sua família", acrescentou.

O dirigente do Rio Branco ainda destacou que não cabe um julgamento da sociedade sobre o caso. "Nosso código penal não tem prisão perpétua, não tem pena de morte. Ou então a gente muda o nosso código penal ou cumprisse a lei. A lei diz que ele está apto a conviver em sociedade e ele precisa trabalhar. Como é que ele vai trabalhar se a sociedade ela já condenou a prisão perpétua e condenou o Bruno a nunca mais jogar bola? Isso não cabe a mim e não cabe a você julgá-lo, o que nós temos que fazer é entregar nas mãos de Deus", pontuou.

Valdemar Neto disse que precisava de um nome de referência para o gol do Estrelão visando o restante da temporada. "Estou aqui para dar oportunidade para o Bruno e também para o Rio Branco pois precisamos ter um goleiro em que a gente possa confiar ali embaixo da trave. O Rio Branco perdeu para o Bahia muitos dizem por conta do goleiro e o Rio Branco deixou de colocar 1,5 milhão no bolso. Estamos montando um time competitivo e um time para ser competitivo e para chegar tem que ter um bom goleiro", frisou.

Sobre a saída da Rede Arasuper, o dirigente confirmou a negociação com outras empresas. "O patrocinador já saiu e eu quero comunicar a vocês que a gente tem dois novos patrocinadores que estão acreditando no projeto do Rio Branco que vão ajudar o Rio Branco nas despesas e na formação do elenco. Iremos divulgar", encerrou. 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Rio Branco Football Club (@riobranco_fc) em

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS