ESPAÇO ABERTO: Esquerda e Centro podem surpreender tendo Expedito Junior na majoritária

ESPAÇO ABERTO: Esquerda e Centro podem surpreender tendo Expedito Junior na majoritária

Foto: Divulgação

ACORDOS
 
Com a proximidade das convenções, o tempo passa a ser escasso e exige que os partidos definam suas pretenções eleitorais. Pré-candidatos já declarados nem sempre honram o que vem sendo dito há bastante tempo.
 
TROCA
 
O mais bizarro é que na política isso é considerado "normal". Fulano queria ser isso, mas vai ser aquilo. Ou até mesmo nem será nada.
 
 
COMPOSIÇÃO
 
Mas para quem ainda não fechou o quebra-cabeça, muitas opções estão à disposição. O caso mais curioso, digamos assim, para a próxima eleição envolve o nome do ex-senador Expedito Junior. 
 
RACHOU
 
Expedito chegou a ser anunciado por Marcos Rogério como o preferido dele ao Senado. Mas no meio do caminho tinha Jaime Bagatoli, considerado um Tchola por apoiadores de Bolsonaro e que está filiado ao PL.
 
 
RACHOU 2
 
Esse desconforto com um filiado dentro do próprio grupo bolsonarista foi provocando curto circuito, já que mesmo com a animosidade do grupo de Marcos Rogério, Bagatolli foi para a imprensa se lamentar.
 
CHORO
 
Apesar das lámurias, Jaime Bagatolli ficou na volta até conseguir  benção de Valdemar da Costa Neto, Presidente Nacional do Partido Liberal que, finalmente, anunciou Bagatolli como pré-candidato ao Senado na chapa de Marcos Rogério.
 
OUTRO CAMINHO
 
Essa definição do PL, fez com que Expedito Junior passasse a focar em outra frente, caso ainda queira ser candidato nas próximas eleições. O inusitado é que o caminho pode levá-lo a ser adversário do grande amigo Marcos Rogério.
 
OPÇÕES
 
Tudo é tratado nos bastidores e nem sob tortura os políticos aceitam falar sobre o assunto. "Tem até o dia 05 de agosto para resolver", afirma a ampla maioria das lideranças partidárias. 
 
VICE OU SENADO
 
A questão é que após os últimos acontecimentos, duas possibilidades se apresentaram para Expedito Junior. Ingressar como vice na chapa do deputado  Léo Moraes ou até mesmo Senado na majoritária do professor Vinicius Miguel.
 
 
SEM LÓGICA
 
O título acima é o que alguns amigos devem estar indagando agora, inclusive até argumentando que devo ser sem noção. O problema meus nobres, é que desde quando a política tem lógica?
 
CONFIRMAÇÃO
 
Conversei com lideranças do Podemos, PSB, PT e absolutamente ninguém disse que as portas estão fechadas para Expedito Junior. Aliás, há o reconhecimento de que ele tem um eleitorado fiel, principalmente no interior. E, coincidentemente, onde Léo e Vinicius precisam de voto.
 
SOZINHO
 
Não havendo possibilidade de entendimento com PSB ou Podemos, Expedito tem ainda a opção de disputar o Senado sozinho, pelo seu partido PSD ( Partido da Social Democracia ), que tem seu filho Expedito Neto como um bom puxador de voto e que é candidato à reeleição.
 
NACIONAL
 
Vinicius e Expedito lado a lado não é nenhuma anomalia. O PSD já selou alianças com o PT em Estados como Minas Gerais, Bahia e Amazonas. Nada impede que isso possa acontecer em Rondônia.
 
DÍZIMO E POLÍTICA
 
Algus pré-candidatos estão sendo convidados por algumas denominações religiosas pra fazer visitas e participar de cultos, mas os pré-candidatos estão tendo que pagar por isso. O pagamento vem na condição de "dízimo", mas existe um valor mínimo pra isso.
 
 
SEM UNÇÃO
 
Se o pré-candidato se recusa a pagar, ele até vai no culto, mas não recebe as honras e pompas da circunstância.
 
DEBAIXO DOS PANOS
 
Outra estratégia pilantra, é que há vários líderes religiosos estão fechando aliança política com todos os pré-candidatos possíveis, como se fosse um apoio individual. A  história é antiga e sempre presente em cada pleito.
 
PAUTA
 
Até parece que a pré-candidata a deputado estadual Ieda Chaves sabia da reportagem especial do fim de semana no Rondoniaovivo. Nas reuniões da última semana, Ieda defendeu ações públicas continuadas para acolher de modo mais humanizado mulheres vítimas de violência.
 
 
AMPLIAR 
 
Ieda diz que mesmo com ocorrências diárias e mais frequentes em horários noturnos e finais de semana, a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher e Família (Deam) ainda não atende à demanda após às 18h nem aos fins de semana. 
 
 
RECURSO
 
A Primeira Dama aponta que se é falta de estrutura e recursos, uma emenda parlamentar poderia destinar verbas para oferecer instalações adequadas para esse acolhimento. Se é um problema de escala de plantões, isso também pode ser resolvido para se chegar a um consenso.
 
OCORRÊNCIAS
 
Um levantamento feito pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJ-RO) demonstra que nos últimos três anos mais de 18 mil processos de violência doméstica foram julgados em todo o Estado. Casos mais graves, envolvendo feminicídio, totalizam 81 processos.
 
Direito ao esquecimento

Quem você apoiaria para ser senador por Rondônia?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Raia Drogasil

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS