ESPAÇO ABERTO: Estudantes, operários e comerciários ralando no trabalho e vereadores em casa

ESPAÇO ABERTO: Estudantes, operários e comerciários ralando no trabalho e vereadores em casa

Foto: Divulgação

 

NORMALIDADE
 
Tanto no comércio, como industria, oficinas, clínicas, gráficas e outras empresas em geral, os trabalhadores já estão cumprindo horário normal e produzindo. Sem dúvida é o mais natural diante do trabalho de imunização da população.
 
EXCEPCIONAL
 
Já na Câmara de Vereadores de Porto Velho, um vírus crônico, o da "mordomia pública, impede que alguns vereadores retomem às atividades normais, como acontece com todo mundo que precisa trabalhar e garantir seu sustento.
 
FOLGA
 
Pois é, por incrível que possa parecer, na Câmara de Vereadores de Porto Velho os vereadores não foram obrigados a retornar aos gabinetes e nem às  sessões plenárias. Podem continuar participando de casa, assim ficam livres do "desgaste" de ter que se deslocar  ao serviço e, claro, conseguem economizar. Afinal, o preço da gasolina está um horror.
 
RECLAMAÇÃO
 
Na segunda pela manhã, a sessão ordinária foi encerrada por falta de quórum e dois projetos deixaram de ser votados. Houve aborrecimento e  mal-estar entre os vereadores presentes que não aceitaram a ausência injustificada dos colegas à votação.
 
FOGAÇA
 
O vereador Everaldo Fogaça (Republicanos) é um dos que já antecipou que a situação é constrangedora. Fogaça aponta que essa falta de compromisso de alguns membros do Legislativo pode repercutir negativamente junto à mídia e arranhar a imagem de quem tem cumprido com as obrigações. 
 
 
ELLIS REGINA
 
A vereadora Ellis Regina destacou que, devido à pandemia, o horário de sessão foi reduzido a apenas um dia da semana e de forma remota e, que mesmo assim, tem vereador que não comparece nas votações, desgastando a imagem da casa. A vereadora foi a primeira a assinar requerimento para retorno das sessões para dois dias da semana.
 
 
PONDEROU
 
Quem não gostou das reclamações dos vereadores foi o presidente Edwilson Negreiros que subiu à tribuna e falou que estava havendo usurpação de suas prerrogativas de Chefe do Legislativo. 
 
RETIRADA
 
O vereador Márcio Pacele (que teve de retirar projeto da pauta), disse que não votaria  projeto do colega Raí Ferreira (autor do último projeto da pauta). Isso porque Raí, que é o vice-presidente da Casa, seria  um dos vereadores que estavam ‘off line’ e não estaria comparecendo  presencialmente às sessões há muito tempo.
 
 
CAMPANHAS
 
O "barraco" entre vereadores, na verdade, estaria sendo causado por conta das campanhas para deputado. Como a Lei da Física não permite estar em dois lugares ao mesmo tempo, as ausências presenciais seriam de vereadores já comprometidos com as eleições de outubro. 
 
DEBATE
 
Na semana passada, já teria acontecido uma reunião entre os vereadores para tratar do desgaste provocado pelas ausências presenciais nas sessões. Pelo jeito parece que nada foi resolvido.
 
OUTRO LADO
 
O vereador Raí Ferreira, vice-presidente da Câmara de Vereadores de Porto velho, informou  que a divulgação de que ele não comparece presencialmente às sessões é intriga provocada pelo vereador Fogaça.
 
 
BRIGA
 
Falando em Câmara de Vereadores, uma confusão no gabinete da vereadora Márcia Socorrista teria chamado atenção dos servidores da casa. O bate-boca teria ocorrido entre a vereadora e um ex-assessor.
 
 
BRIGA 2
 
O ex-funcionário teria reclamado de problemas envolvendo seu pagamento de salário. A vereadora teria questionado e o tumulto foi geral.
 
BRIGA 3
 
A vereadora Márcia Socorrista informou que aumentaram além da conta o que realmente houve. Segundo Márcia, aconteceu uma discussão normal de gabinete que teria sido resolvida de forma pacífica.
 
PÉSSIMA QUALIDADE
 
Produto velho, podre e impróprio para consumo. Pinhão vendido no  Assaí Atacadista, da Jorge Teixeira com Imigrantes, é de péssima qualidade. Lamentável ver um grupo gigante como o Pão de açúcar, dono do Assaí, aproveitar a época de colheita de pinhão para vender o que teria sobrado do ano passado.
 
 
OUTRO LADO
 
O Assaí Atacadista não respondeu as mensagens da coluna. Na loja onde foi comprado o produto, o sub-gerente Paulo informou que o cliente tem o direito de reclamar. Merece uma medalha pela brilhante definição. A propósito; a mercadoria sem qualidade continua à venda na prateleira do Assaí. 
 
PASSEIO
 
O Sistema Fecomércio/Sesc/Senac de Rondônia, abriu  inscrições para excursão a Ouro Preto D’Oeste, de 01 a 03 de julho; e para o Rio de Janeiro, de 15 a 21 de agosto, com pacote promocional para o trabalhador do comércio.
 
 
CONHECIMENTO
 
As excursões têm como intuito promover roteiros que possibilitem a troca de experiências com a população local, apresentando tradições e manifestações regionais, e proporcionando aos viajantes uma oportunidade de integração com a comunidade e o desenvolvimento solidário e sustentável.
 
RONDÔNIA
 
O roteiro de Ouro Preto D’Oeste contempla hospedagem no Graúna Resort Hotel, com direito à alimentação e atividades recreativas. Também estão programadas visitas ao Morro do Chico Mendes e passeio no Walter Park e Vale das Cachoeiras.
 
CIDADE MARAVILHOSA
 
O roteiro do Rio de Janeiro contempla visitação na região dos Grandes Lagos, conhecendo as praias e as cidades de Cabo Frio e Arraial do Cabo. Além disso, os participantes poderão conhecer a praia de Copacabana, o Cristo Redentor e também poderão passear de bondinho.
 
VALORES
 
Para a excursão de Ouro Preto D’Oeste, os valore praticados vão de R$ 1.150,00 a R$ 1.495,00. Para a excursão do Rio de Janeiro, os valores estão entre R$ 4.160,00 e R$ 5.500,00. Pagamentos podem ser com cartão de crédito visa ou mastercard em até 12x. E 1 +03 no carnê do Sesc.
 
Direito ao esquecimento

Você acha que os escândalos do Governo Bolsonaro prejudicam a pré-candidatura à reeleição?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS