ESPAÇO ABERTO: Coordenador da reeleição de Marcos Rocha começa a mirar interior

ESPAÇO ABERTO: Coordenador da reeleição de Marcos Rocha começa a mirar interior

Foto: Divulgação

 

BALANÇO

O Secretário Chefe da Casa Civil, Júnior Gonçalves, é o convidado de hoje do Espaço Aberto Entrevista. Com a segurança de quem já aprendeu bastante sobre política, Júnior destacou pontos que serão explorados na campanha e o trabalho de convencimento para novos apoios.
 
TRABALHO
 
Júnior destacou como pontos positivos da gestão Marcos Rocha, ações na Saúde e Obras. Garantiu a finalização do Hospital Regional de Guajará Mirim e o início das obras do novo Heuro, hospital de urgência e emergência, para ainda este ano.
 
CORONAVÍRUS
 
Enfatizou que o governo equilibrou as contas deixando positivo o caixa do estado. O fato das ações só começarem a aparecer agora, segundo Junior, foi por conta da pandemia, que obrigou uma readequação dos projetos que estavam planejados.
 
CORONAVÍRUS 2
 
Tivemos que nos reinventar para conseguir suportar a demanda e não deixar de atender a população de nosso estado”, destacou. Disse que uma intuição do governador foi fundamental para evitar o colapso.
 
CORONAVÍRUS 3
 
“Quando começou a construção de um Mega Hospital na China e muita gente já se encontrava apavorada com a chegada do vírus desconhecido, o governador ficou impressionado com as notícias e disse que devíamos se preparar, pois isso chegaria aqui muito rápido. Essa intuição nos ajudou muito quando nos deparamos repentinamente com a grande quantidade de pessoas infectadas aqui no estado”, aponta Júnior.
 
 
CONTINUIDADE
 
Sobre as reclamações quanto ao governador ter ficado “trancado” no CPA no início da gestão, Júnior disse que Marcos Rocha focou na via administrativa no primeiro ano de mandato, por isso as reclamações quanto estar pouco nos municípios. 
 
TRAVOU
 
Júnior enfatizou que quando o governador se preparou para ir ao encontro da população, veio a pandemia e ele foi obrigado a focar na saúde. Não podia fazer inauguração, não podia ir ao encontro da população.
 
ANO PASSADO
 
Júnior explicou que somente a partir de maio de 2021, Marcos Rocha foi ao trecho. Precisava chegar nos municípios e começar a colocar recursos e atender demandas plausíveis. O governador teria sido bem cauteloso ao não fazer promessas que não poderiam ser cumpridas.
 
OBRAS
 
O Chefe da Casa Civil aponta que o “Tchau Poeira”, por exemplo, foi um projeto muito bem preparado pois era viável. Havia recursos para o programa, que seriam aplicados conforme as necessidades dos municípios. 
 
 
EMPREGO E RENDA
 
Júnior destacou também que o estado está aquecido e gerando emprego com a abertura de várias empresas pós-pandemia. Governo lançou um Uber de emprego, para agilizar a conexão entre pessoas com qualificação e empresas que buscam mão de obra especializada.
 
ENTRAVE
 
Em relação ao que ainda não conseguiu ir adiante, Júnior destacou prédios públicos que precisam de imediata reforma. No entanto, pontuou os entraves burocráticos que impedem os gestores de agir com agilidade.
 
CAMPANHA
 
Sobre as eleições, Júnior diz que as parcerias são importantes, mas o governo tem entregas para mostrar em vez de ficar fazendo discursos, como sempre teria ocorrido no passado, na opinião de Júnior. A sociedade vai comparar e decidir.
 
MAIS ALIADOS
 
Júnior Gonçalves é o Secretário Geral do União Brasil e avisou que no próximo dia 26 acontece um grande ato de filiação, antes de fechar a janela de filiações partidárias. Disse que 28 prefeitos já estão filiados e outros 2 ou 3 deverão se filiar no encontro.
 
 
CARDÍACO
 
Júnior finalizou sua fala alertando eleitores cardíacos que grandes surpresas deverão acontecer nos próximos dias. Não quis confirmar meu questionamento, mas pelo que apurei, duas grandes legendas partidárias podem vir a compor o grupo de reeleição do governador.
 
PROGRAMA ESPAÇO ABERTO ENTREVISTA
 
A entrevista com o Chefe da Casa Civil, Junior Gonçalves, vai ao ar logo mais, às 16 horas, no Rondoniaovivo e em todas suas plataformas de informação. Espero vocês lá.
 
OPINIÃO
 
Ao que parece, os apoios já conquistados pelo governo estão garantidos. Embora tem sido comum registros de fogo amigo nisso. A reunião do MDB semana passada foi um exemplo. Prefeito “fechadíssimo” com Marcos Rocha fazendo graça entre emedebistas, progressistas e outros istas mais.
 
OPINIÃO 2
 
Importante lembrar que tem muita gente em cima do muro por contas das definições que ainda vão ocorrer. Sei de quatro prefeitos que até desejam estar com Marcos Rocha, mas aguardam por Marcos Rogério e Cassol, antes de baterem o martelo.
 
OPINIÃO 3
 
Já Marcos Rogério aguarda o Supremo Tribunal Federal  julgar o processo que pode permitir que Ivo Cassol concorra nas eleições. Só depois disso, ele anuncia se é ou não candidato.
 
MINISTÉRIO
 
Se houver a confirmação de Cassol no pleito, Marcos Rogério deverá assumir o MDR (Ministério do Desenvolvimento Regional), já oferecido à ele por Flávio Bolsonaro, interlocutor do Presidente.
 
 
 
LIVRO
 
Durante esta semana vou divulgar fotos de alguns amigos que foram até o Porto Velho Shopping prestigiar o lançamento presencial de meu livro. Agradeço a amizade e generosidade de todos!
 
Lançamento do livro "Do Outro Lado" - Jornalista Maríndia Moura
 
 
Lançamento do livro "Do Outro Lado" - Professor Herbert Lins, esposa Luzinete e filho Luiz Renato
 
 
Lançamento do livro "Do Outro Lado" - Delegado José Marcos e Esposa Lívia
 
 
 
 
Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Suíça nesta segunda-feira (28)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Baltazar Vilas Boas

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS