ESPAÇO ABERTO: PRF intensifica fiscalização no trecho urbano e autua motoristas de aplicativos

ESPAÇO ABERTO: PRF intensifica fiscalização no trecho urbano e autua motoristas de aplicativos

Foto: Gaia Quiquiô

 

PRF

Polícia Rodoviária Federal tem abordado muitos motoristas de aplicativo na BR-364, no trecho que compreende a região central de Porto Velho. A PRF justifica que não é uma ação pontual, e sim um trabalho normal de fiscalização.
 
PRF 2
 
O resultado das abordagens tem gerado multas para quem carrega passageiro no banco de trás sem cinto de segurança. Embora o ato possa ser considerado preciosismo exagerado, não há nenhuma irregularidade no procedimento.
 
LEI
 
O Código Brasileiro de Trânsito, artigo 167, estabelece multa para o veículo que estiver circulando com algum ocupante que não esteja usando o cinto de segurança. A infração é considerada grave, fazendo com que o valor da multa seja de R$ 195,23. O motorista também tem 5 pontos acrescidos na carteira.
 
LEI 2
 
Sobre a questão dos vidros escuros, no artigo 230 do CTB, está determinado que conduzir o veículo com vidros total ou parcialmente cobertos por películas refletivas ou não, painéis decorativos ou pinturas é uma infração grave. Multa de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira para o infrator.
 
 
MEDIDA
 
No caso das películas, existe como medida administrativa a retenção do veículo para regularização. Para evitar ser guinchado, basta o motorista retirar na hora a película irregular.
 
RECLAMAÇÃO
 
Motoristas autuados se dizem perseguidos e apontam irregularidades bem mais graves que estariam ocorrendo, citando motos sem escapamento, por exemplo, que não estariam recebendo a mesma atenção da PRF.
 
RECLAMAÇÃO 2
 
Os motoristas de App alegam também que a maioria dos passageiros se recusa a usar cinto no banco de trás, e para não perder corrida o  motorista não cria problema.
 
RECLAMAÇÃO 3
 
Eles apontam ainda, que o valor da multa ( R$ 195,23 ) pelo não uso do cinto é maior do que a maioria arrecada em um dia de trabalho.
 
 
OPINIÃO
 
Realmente a arrecadação diária da maioria dos motoristas de App é bem modesta, mas a ação policial no cumprimento da Lei está correta. 
 
OPINIÃO 2
 
Motorista que pegar passageiro não querendo usar cinto de segurança ou máscara deve mandar o dito cujo descer e ir a pé. Simples assim.
 
OPINIÃO 3
 
A questão dos vidros escuros é outro absurdo e não vale só para motoristas de App e sim para todos os motoristas. Dezenas de irresponsáveis cometem barbaridades no trânsito e se aproveitam do insufilm 100% escuro para não ser identificado.
 
OPINIÃO 4
 
Aliás, sei de alguns condomínios aqui na capital que não permitem a entrada de quem quer que seja com carros usando insufilm 100% escuro. Está corretíssimo.
 
 
VEM Aí!!
 
Falta só anunciar, mas tudo indica que Marcos Rocha já tem definido seu vice no pleito de outubro. Gente nova, com trabalho discreto e boa popularidade.
 
TRANSPARÊNCIA
 
Um dos órgãos importantes da política do estado “esqueceu” que transparência é o cartão de visitas de quem lida com dinheiro público. A Associação Rondoniense de Municípios ( AROM) está desde 2016 sem publicar prestação de contas em seu Portal.
 
EXTRAVIO
 
A assessoria da atual gestão afirmou que existe um ‘buraco’ nos demonstrativos financeiros e que muitos documentos contábeis das administrações anteriores sumiram. Aliás, bom destacar que a briga pelo poder na Arom demonstra que de falida ou deficitária a entidade não tem é nada. 
 
FINALIDADE
 
No próprio site da entidade é destacado como um de seus objetivos, “prestar orientação de ordem orçamentária e financeira aos prefeitos, visando a perfeita e correta aplicação dos recursos públicos”. 
 
 
DEDUÇÃO
 
Imagino que segurança financeira vai ter um município que receber ajuda de quem, sequer, consegue controlar seu dinheiro. O curioso é que mesmo atolada em dívida, teve briga de “cachorro grande” na disputa pelo poder na Arom. 
 
ATUALIZAÇÃO
 
Sobre a falta de atualização do site, foi informado que estão aguardando o levantamento final do Tribunal de Contas de Rondônia para que sejam colocados os dados apurados.
 
DE GRAÇA
 
As micros e pequenas empresas contam com um novo serviço disponibilizado pelo Serviço Social da Indústria (SESI). É o autosserviço online para que os empresários tenham a oportunidade de desenvolver gratuitamente o programa de gerenciamento de riscos (PGR), exigido na nova norma regulamentadora (NR1).
 
 
NA HORA
 
Por meio do portal Sesi Facilita, os usuários inserem o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e, no ato, já são informados se estão enquadradas nas regras para adesão ao serviço. O Sesi Facilita está integrado a plataforma SESI Viva+, de inteligência em gestão de saúde e segurança no trabalho.
 
 
OPÇÕES
 
A plataforma, que conta com sistema de inteligência artificial com mais de 240 atividades industriais, traz um formulário para que empresas informem seu ramo de atividade e a própria plataforma apresenta um rol de processos produtivos que podem ser desenvolvidos, com mapeamento de possíveis riscos químicos, físicos, biológicos, ergonômicos e de acidentes.
 
CAMINHO
 
Os usuários só precisam selecionar os processos que existem efetivamente na empresa, incluir setores que não foram mencionados e relacionar os funcionários que estão em cada processo produtivo. O sistema se encarrega de fazer as correlações e listar os possíveis perigos existentes em cada processo para que seja realizada a avaliação de riscos.
 
BELEZA
 
Durante a ExpoNorte, programada para acontecer entre 10 e 14 de maio, na cidade de Cacoal, será realizado um dos eventos de beleza mais disputados de Rondônia. É o garota ExpoNorte 2022. 
 
 
BELEZA 2
 
Segundo o diretor artístico do evento, empresário Fernando Galinari, além de estimular a divulgação da beleza de nosso estado, as três primeiras colocadas (Rainha-Princesa e Madrinha) vão dividir um prêmio no valor de 30 mil reais. Informações podem ser obtidas pelo telefone/ WhatsApp 69 99211-6007.
Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Suíça nesta segunda-feira (28)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Baltazar Vilas Boas

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS