ESPAÇO ABERTO: Novo partido tem cara da paródia do 'Samba do Crioulo Doido'

ESPAÇO ABERTO: Novo partido tem cara da paródia do 'Samba do Crioulo Doido'

Foto: Divulgação

NACIONAL
 
Não tem como fugir do cenário nacional quando o assunto é política. Decisões vindas de Brasília ou São Paulo afetam diretamente nossa esfera local e estadual.
 
PREFERÊNCIA
 
Aqui em Rondônia, por exemplo, a candidatura do senador Marcos Rogério ao Governo é só uma especulação. Amigos próximos de Rogério garantem que o sonho do parlamentar é “ganhar” um Ministério.
 
 
 
FORA DO JOGO
 
Essa seria a única opção já que Marcos Rocha pretende disputar a reeleição e é impossível os dois Marcos receberem apoio de Bolsonaro. É um ou outro.
 
ACORDO
 
Fora isso, tem ainda a confirmação da fusão do DEM com o PSL. ACM Neto (presidente do DEM ) e Luciano Bivar (presidente do PSL) afirmaram publicamente que a nova sigla não vai apoiar Bolsonaro.
 
BIDU
 
A questão é que nem o cachorro do Maurício de Souza acredita que isso não tenha sido discutido quando da filiação e retorno do governador Marcos Rocha ao PSL.
 
FUSÃO
 
A dúvida é saber o que realmente vai ser definido no momento de criação do novo partido, programada para semana que vem. Ontem foi divulgada a informação que o nome será União Brasil , e que o senador Marcos Rogério deve ser o presidente da nova legenda em Rondônia.
 
CONVERSA MOLE
 
Não acredito muito nisso pois ACM Neto já falou publicamente que o novo partido nasce com a missão de lançar um candidato à presidência. Abriu uma exceção para coligação com PSDB, caso os tucanos lancem o governador Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul.
 
PARTIDO
 
Vale destacar que o UB  nasce com nomes fortes e conhecidos como José Luiz Datena, Rodrigo Pacheco, Luiz Henrique Mandetta e ACM Neto. Todos com possibilidade de disputar à Presidência da República.
 
SÃO PAULO
 
O problema é que a vaidade das lideranças pode “matar” o novo partido antes mesmo dele nascer. O jornalista José Luiz Datena (PSL), por exemplo, avalia que o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM) não tem potencial para ser nem "quarta via" na eleição presidencial.
 
 
 
DISPUTA
 
Pesquisas têm apontado a eleição de 2022 como polarizada entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (sem partido), o que tem gerado movimentação de partidos em busca de uma terceira via.
 
JUSTIFICATIVA
 
Datena enfatiza que: “Mandetta está falando toda hora como candidato. Fica se lançando como candidato. Eu, sinceramente, não vejo com potencial, apesar de respeitar o Mandetta e o partido dele, eu não vejo o Mandetta com potencial nem à quarta via, quanto mais à terceira via."
 
EGO
 
Datena foi mais longe: "Mas duvido que eu perca para o Pacheco e para o Mandetta em termos de pesquisa. Em pesquisa séria, eu não perderia nem para o Pacheco nem para o Mandetta", diz Datena.
 
SEM HONRA
 
Para Datena, é possível que o PSL não cumpra com o que teria sido combinado. "Não me atrai muito essa fusão. E, pelo jeito, eles não vão cumprir com o acordo de que, baseado em pesquisa técnica, lançariam o candidato", comentou, fazendo referência aos números das últimas pesquisas do Datafolha e do Ipec.
 
FILIAÇÃO
 
Datena se filiou ao PSL em julho com o desejo de disputar uma vaga no Senado ou o governo de São Paulo, mas o partido queria colocá-lo como presidenciável.
 
FOI CHAMADO
 
"O meu ponto de fusão é diferente do deles. Eu, para me tornar gasoso em dois segundos, desapareço e evaporo", diz Datena. "A responsabilidade toda é deles. Os caras que me convidaram, que me lançaram candidato a presidente da República. A responsabilidade é deles, não é minha."
 
PESQUISA
 
No Datafolha, Datena está apenas em um cenário com Pacheco, com 4% das intenções de voto; Pacheco tem 1%. Seu nome não aparece junto com o de Mandetta, que oscilou entre 3% e 4% em diferentes combinações.
 
PESQUISA 2
 
Já no levantamento do Ipec, Datena está à frente de ambos. O jornalista aparece com 3% contra 1% de cada um dos outros dois.
 
DÚVIDAS
 
Datena reclama das pesquisas por elas não o colocarem entre os principais candidatos. "Não entendo por que o João Doria, governador de São Paulo, sai nos cenários anteriores se ele nem venceu as prévias do PSDB ainda. E eu não saio em todos os cenários. E sou lançado candidato do partido", diz.
 
DOBRADINHA
 
Datena diz que, em pesquisas internas do PSL, seu nome aparece empatado com Ciro Gomes (PDT), que deve disputar o Planalto. Nas últimas semanas, tem sido cogitada a possibilidade de os dois formarem uma chapa, encabeçada por Ciro.
 
EXPLICAÇÃO
 
Como me referi ao “Samba do Crioulo Doido”, sempre é bom lembrar que Tiradentes, Princesa Leopoldina, Chica da Silva entre outros, não tem nada a ver com a lambança que se avizinha.
 
APROVADO
 
A  Assembleia Legislativa aprovou, em duas votações, o Projeto de Lei Complementar 85/2020, que trata da atualização do Zoneamento Socioeconômico e Ecológico e revoga a Lei Complementar nº 233, de 6 de junho de 2000.
 
 
 
LOTOU
 
Com a presença de produtores rurais de todo o estado, que lotaram a galeria e os dois plenarinhos onde estava sendo retransmitidos os trabalhos, o projeto acabou sendo aprovado com uma série de emendas propostas pelos parlamentares.
 
OBJETIVO
 
O Zoneamento visa orientar o planejamento, a gestão, as atividades e as decisões do poder público, do setor privado e da sociedade em geral, relacionadas ao uso e ocupação do território, considerando as potencialidades e limitações dos meios físico, biótico e socioeconômico, visando à sustentabilidade.
 
 
 
 
NAS MÃOS DO GOVERNADOR
 
Na votação da matéria, com 19 votos favoráveis, foi aprovada em primeiro turno, em votação nominal. Os destaques também foram votados em votação nominal. Já na segunda votação, foram 20 votos favoráveis. A matéria vai agora para a sanção ou veto governamental.
 

Direito ao esquecimento

Você acha que os escândalos do Governo Bolsonaro prejudicam a pré-candidatura à reeleição?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS