ESPAÇO ABERTO: O antes e o depois do sete de setembro no Brasil

ESPAÇO ABERTO: O antes e o depois do sete de setembro no Brasil

Foto: ILUSTRATIVA

DÚVIDA
 
Em meus comentários procuro sempre focar em assuntos de Rondônia ou Porto Velho, mas hoje não tem como não falar sobre um tema nacional, que diz respeito diretamente, não só para Rondônia, mas para todos os estados brasileiros.
 
ÓDIO
 
Faz tempo que vem sendo plantada a ideia de que O STF (Supremo Tribunal Federal) é um órgão sem servintia que atende interesse pessoais. É claro que isso não é verdade. Um país sem Justiça é um país dominado pela tirania.
 
MEIA VERDADE
 
Sobre interesses pessoais, parece que os "influenciadores" e apoiadores de plantão, descobriram a pólvora. Desafio o nobre leitor a me apresentar um órgão público que não pratica o tal protecionismo.
 
NOMINAL
 
Em meio ao momento de incerteza que se avisinha, o presidente Bolsonaro resolveu esquentar um pouco mais o caldeirão. Ele voltou a criticar o ministro Alexandre de Moraes, embora não o tenha citado diretamente.
 
EVENTO
 
Bolsonaro estava em uma Conferência, no sábado, em Brasília, quando disse: “Infelizmente, temos um ministro do Supremo que está dando um tom completamente errado. Lá, todos devem zelar pela Constituição. [...] Este um está contaminando a nossa democracia, esse um está ignorando vários incisos do artigo 5º da Constituição e está ignorando o outro dispositivo que fala da liberdade de expressão”, disse o presidente.
 
RRESPONSABILIDADE
 
Bolsonaro cobrou ainda providências do STF quanto à conduta do ministro nos chamados inquéritos das fake news e das milícias digitais, que investiga ataques à democracia.
 
ALTIVEZ
 
Jair Bolsonaro voltou a destacar sua virilidade. “Falar em fraude agora virou fake news. Ou eu falo o que os cara querem ou abrem inquérito contra mim. Estão achando que vão me broxar. Estão achando que vou recuar", afirmou.
 
NÃO TEM ACORDO
 
O Presidente também destacou que vai manter a mesma postura. "Eu sei que está do lado deles é muito, muito fácil, mas não fugirei da verdade e nem do compromisso que fiz para com vocês”, disse. Bolsonaro pediu ao Senado Federal, no último dia 20 de agosto, o impeachment do ministro Alexandre de Moraes.
 
MAIS BOMBARDEIO
 
O presidente defendeu novamente o voto impresso e criticou também o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Daqui a pouco vira a Casa da Mãe Joana”, disse ele ao se referir a um possível efeito dominó causado pela desmonetização de canais por supostos discursos antidemocráticos decidida pelo Corregedor-Geral Eleitoral, ministro Luis Felipe Salomão.
 
VALE PRA TODOS
 
Segundo o presidente, “se o TSE pode, os TREs também podem fazer [a desmonetização”. Isso seria um embraço à liberdade de expressão, garantiu o Messias.
 
AINDA 2018
 
Bolsonaro afirmou também que houve fraude nas eleições de 2018 e comentou o atentado que teria sofrido à época. "Uma facada que veio por parte daqueles que iriam perder as eleições mesmo com fraude”, disse.
 
AMANHÃ
 
Bolsonaro disse ainda que as manifestações marcadas para o dia 7 de Setembro, em defesa do governo e “da liberdade”, não terão atos de violência ou depredação de patrimônio público ou privado. “Nós somos pacíficos. Nunca invadimos e nem invadiremos nenhum prédio por ocasião desse momento”.
 
DIREITO
 
O presidente da República garantiu que os atos vão respeitar a Constituição. “Não jogaremos fora das ‘quatro linhas’. Mas não permitiremos que ninguém, com o uso da força, jogue também”, afirmou.
 
PIMENTA
 
Ele aproveitou para, em tom de provocação, “convidar também qualquer ministro, dos 10 que estão no STF” para os atos.
 
E SEGUE O CONSELHO SOBRE PREVENÇÃO
 
Bolsonaro defendeu novamente o uso de hidroxiclororquina e ivermectina como "tratamento precoce" contra a Covid-19 e afirmou ser um absurdo que prefeitos e governadores queiram tornar obrigatório o comprovante de vacinação para a entrada em espaços públicos. “Ainda querem o ‘passaporte da vacina’. É uma irresponsabilidade”, disse.
 
HOMOSSEXUALIDADE
 
Jair Bolsonaro também respondeu ainda a uma insinuação feita por Rodrigo Maia (sem partido), ex-presidente da Câmara dos Deputados, em uma entrevista na última quinta-feira (2). “Eu tenho uma grande dúvida [se o Bolsonaro é gay]. Eu acho que é. Não tem nenhum problema”, disse Maia. 
 
JÁ DESCONFIAVA
 
Segundo Bolsonaro, “depois que ele foi trabalhar com o Doria [governador de São Paulo], ele se interessou pela pauta LGBT. Esse gordinho nunca me enganou”, referindo-se a Maia.
 
PRIMEIRA PESSOA
 
Sobre tudo que Bolsonaro fala é iportantes destacar que não dá para colocar seus aliados no mesmo balaio. Algumas pessoas, mesmo que fiéis aos entendimentos do Messias, destoam completamente do comportamento intespetivo dele.
 
RONDÔNIA
 
O Governador Marcos Rocha é um exemplo. Defensor assumido das propostas bolsonaristas, tem um comportamento completamente paradoxal ao de Jair Bolsonaro.
 
ORAÇÃO
 
Marcos Rocha mantém um tom moderado em suas manifestações e preferer orar em vez de sair atirando pra todos os lados quando surgem questões que venham a lhe desagradar. Adotando postura sóbrea, Marcos Rocha mudou até mesmo a postura de pascácio quando se referia aos jornalistas que publicavam notícias consideradas, por ele, mentirosas contra o Governo.
 
PORTO VELHO
 
Aqui na capital, os grupos pró-Bolsonaro já avisaram que hoje e amanhã estarão adesivando carros e distribuindo bandeiras do Brasil. O ato acontece na avenida Pinheiro Machado, entre a rua Elias Gorayeb com Jorge Teixeira, na região central da cidade.
 
PSL
 
Deputado coronel Chrisóstomo, único representante Federal do PSL de Rondônia em Brasília, informou  que passará o feriado na capital federal participando dos atos promovidos pelos apoiadores do presidente Bolsonaro.
 
PSL 2
 
O deputado Eyder Brasil, único representante do PSL na Assembleia Legislativa, disse que vai passar o dia no Espaço Alternativo.
 
PSL 3
 
O Secretário Estadual de Agricultura, Evandro Padovani, que é presidente do PSL em Rondônia, não respondeu as mensagens da coluna.
 
Polícia Militar 
 
A Polícia Militar não informou se haverá algum esquema especial de segurança para o dia 7 de setembro.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Fonoaudiocenter LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS