Prefeito reconhece carência no abastecimento de água e aguarda cenário político

Prefeito reconhece carência no abastecimento de água e aguarda cenário político

Foto: Divulgação

ENTREVISTA
 
O prefeito Hildon Chaves participou ontem do programa Conexão Rondôniaovivo, apresentado pelo jornalista Ivan Frazão. Gestão e política foram os temas mais repercutidos.
 
PENITÊNCIA
 
Hildon Chaves argumentou que uma das principais falhas de sua administração teria sido o adiamento da licitação de água e esgoto, segundo ele, à pedido do então governador Confúcio Moura (MDB). O prefeito disse que se tivesse dado continuidade ao processo, o serviço já estaria sendo executado em boa parte da cidade.
 
CAERD
 
Hildon fez críticas à tarifa de água cobrada pela Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd). Afirmou que a empresa tem uma das maiores tarifas do país e poucas pessoas com acesso ao serviço. Também frisou que a empresa quebra todas as ruas que a prefeitura já asfaltou.
 
ELEIÇÃO 2022
 
Não confirmou candidatura nenhuma, mas disse ter credenciais para entrar na disputa. Tanto para o Governo ou Senado. Não quis citar nomes nem prováveis composições para o pleito.
 
HORA CERTA
 
No entanto, enfatizou que como prefeito de capital, tipo Porto Velho, naturalmente pode ser apresentar como candidato.
 
VICE
 
Elogiou o superintendente municipal Distrital, Vinicius Miguel, mas disse que são boatos o anúncio do nome de Vinícius como candidato à vice-governador em uma chapa tendo ele como candidato ao Governo. 
 
DEFINIÇÃO
 
A cautela é uma estratégia de Hildon Chaves, que sabe estar vivendo um bom momento político e que isso lhe abre muitas possibilidades. Não conheço ninguém que nesse momento se arrisque a apostar um centavo sequer que Hildon estará fora do pleito no ano que vem.
 
 
POUCO CASO
 
Não vi ainda em nenhum local fechado de Porto Velho, como boates, danceteria, restaurantes, a exigência de cartão de vacina na entrada do estabelecimento. É uma medida simples e preventiva que atenta para o bem coletivo.
 
EXEMPLO
 
Hildon Chaves copiou iniciativa de outras prefeituras, ao exigir que todos os servidores municipais só compareceram ao trabalho vacinados, e recebeu elogios. Não há vergonha nenhuma em copiar o que é positivo.
 
BOM EXEMPLO  
 
Em várias capitais brasileiras, a apresentação do cartão de vacina já é obrigatória para conseguir entrar em diversos estabelecimentos, principalmente , de diversão. Bem que isso poderia também ser aplicado aqui em Porto Velho.
 
APOIO
 
Aliás, vários empresários e comerciantes são favoráveis a iniciativa. E nem poderia ser diferente, pois se acontecer de tudo voltar a ser restrito como aconteceu em um tempo recente, eles dificilmente terão fôlego para suportar a falta de movimento.
 
CONSEQUÊNCIA
 
Ninguém duvida da fidelidade do governador Marcos Rocha ao presidente Jair Bolsonaro. O próprio Rocha já declarou isso publicamente, mas tem coisas que ultrapassam o limite da sensatez.
 
CONSEQUÊNCIA 2
 
Marcos Rocha realmente se demonstra fiel, mas sou capaz de apostar que intimamente tem coisas que ele gostaria que fossem diferentes, pois revelam um pensamento contrário ao seu. No entanto, o silêncio é a melhor maneira de evitar dissabores com seu líder.
 
PROPAGANDA
 
Um outdoor colocado na avenida Jatuarana, cruzamento com BR-364, sugere que Marcos Rocha é culpado pela alta dos combustíveis e gás de cozinha. É claro que isso não é verdade. Não é de hoje que o preço desses produtos é atrelado ao dólar.
 
 
REDUÇÃO
 
Se houvesse redução do preço do Dólar,  o Governo Federal, não o Governo de Rondônia, teria subsídios para reduzir o valor dos combustíveis. O problema é que o Dólar em alta, favorece muita gente. Exportadores são os mais beneficiados. 
 
IMPOSTO
 
Nos últimos cinco anos, a fatia dos impostos foi a que mais cresceu entre os diversos componentes que compõem os preços da gasolina e do diesel vendidos no país.
 
PASSOU DE 100%
 
Sozinha, a parcela dos tributos federais na gasolina mais do que dobrou no período. Nem Bolsonaro pode ser crucificado por isso.
 
OFICIAL
 
Segundo Boletim de Acompanhamento do Mercado de Combustíveis publicado pelo MME (Ministério de Minas e Energia), os impostos federais representavam em novembro do ano passado 15,5% do preço final da gasolina. Em novembro de 2014, essa fatia equivalia a 6%.
 
RECEITA
 
O crescimento reflete dois aumentos de impostos promovidos nos governos Dilma Rousseff e Michel Temer para enfrentar crises de arrecadação. 
 
PASSOU DE 160%
 
Entre 2014 e 2019, o valor dos tributos federais subiu de R$ 0,26 (já corrigido pela inflação) para R$ 0,68 por litro, alta de 164,3%.
 
EM TEMPO
 
Esse ônus de aumento dos combustíveis não pode ser colocado na conta do governador Marcos Rocha, mas vale parabenizar quem fez a charge. O uniforme verde e o boné dos postos BR, com o telhado Ipiranga são fenomenais.
 
EM TEMPO 2
 
Não sei quem é o chargista, mas é óbvio que é da velha guarda. Só saudosista para desenhar “fusca” abastecendo.
 
MAIS UM DEPUTADO CASSADO
 
Depois de Aelcio da TV e Edson Martins, agora é o deputado estadual Geraldo da Rondônia(PSC) que teve o mandato cassado, nesta quinta-feira(19), por unanimidade pelo Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia(TRE-RO).
 
 
IRREGULARIDADE
 
O escritório Almeida e Ferreira Neto, que atuou na ação representando o suplente Jesuíno Boabaid, informou que o pleno do TRE acatou representação formulada pelo Ministério Público Eleitoral, reconhecendo captação ilícita de recursos na campanha de 2018. 
 
RECURSO
 
O advogado Juacy Loura disse que apesar da decisão, cabe recurso ao TSE o que permite à Geraldo da Rondônia permanecer no cargo.  
 
NEGOU
 
Em sua defesa, o deputado Geraldo da Rondônia afirmou que fez um empréstimo de R$ 100 mil, com Osvaldo Gomes de Souza, durante a campanha de 2018. No entanto, Osvaldo negou ao TRE ter feito qualquer transação financeira com o parlamentar.
 
OUTROS
 
O suposto empréstimo é apenas um dos recursos identificados na campanha eleitoral de Geraldo da Rondônia, no ano de 2018, em que o deputado não conseguiu explicar a origem.
 
DICA DO EDITOR
 
Hoje é dia de jantar com boa música ao vivo no Restaurante Paroka, localizado na rua João Goulart, 2593, bairro São Cristovão. Quem se apresenta é o cantor Bodó, nome conhecido na noite de Porto Velho. O repertório variado e agradável começa às 19 horas.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS