ESPAÇO ABERTO: Polícia Militar falha onde mais deveria atuar com atenção e rapidez

ESPAÇO ABERTO: Polícia Militar falha onde mais deveria atuar com atenção e rapidez

Foto: Divulgação

LERDEZA
 
A manchete da coluna de hoje não é uma questão de opinião, mas de lógica. Em qualquer capital, a região central é onde existe a necessidade de mais policiamento ostensivo, vigilância, prevenção.
 
RAZÃO
 
No centro, sempre há uma grande variedade de comércios. São lojas de todos os tipos, bazares, agências lotéricas, bancos, restaurantes, entre outros.
 
MOVIMENTO
 
Em horários específicos, como meio-dia, o número de pessoas pode aumentar consideravelmente. Nesse horário, muita gente vai para as lojas e outros lotam restaurantes em busca de refeição.
 
ALMOÇANDO
 
Por volta de 12h45 de ontem, eu estava almoçando em um restaurante na região das ruas Joaquim Nabuco com Afonso Pena. Para evitar locais fechados, muita gente, como eu, faz a refeição em mesas na calçada.
 
ARMADO
 
As pessoas estavam comendo tranquilamente quando de repente notaram um rapaz suspeito andando apressadamente entre os carros estacionados. Em dado momento, foi possível perceber que o sujeito estava com uma arma na cintura.
 
CORRERIA
 
Imediatamente quem viu a cena, saiu das mesas e entrou no restaurante como forma de proteção. Até porque o homem caminhava em direção ao estabelecimento.
 
MEDO
 
Muito assustadas, as pessoas não sabiam o que fazer. Primeiro porque o local lotou e não havia como se esconder, e segundo porque ninguém queria sair à rua e cruzar com o tal sujeito que parecia agoniado com alguma coisa.
190
 
Peguei meu telefone, liguei para a Polícia Militar e expliquei o que estava ocorrendo. Além de me identificar, relatei toda situação e passei as características do suspeito. A região do fato é de competência do 1º BPM, muito próximo do local onde ocorria o problema.
190 – 2
 
Frisei para a atendente que as pessoas estavam apavoradas e, inclusive, não dava para ficar falando muito ao telefone pois o homem poderia entrar no restaurante. Anunciar um assalto, roubar telefones, o caixa, enfim tudo que existe de possibilidades para um bandido agir.
 
ESPERA
 
Após eu desligar o telefone, as pessoas ficaram na expectativa da chegada rápida de uma viatura da Polícia Militar. Pelas características passadas, seria muito fácil para uma equipe da PM identificar o suspeito.
 
ESPERA 2
 
Após 10 minutos e nada de aparecer a polícia, muita gente deu um jeito de ir embora sem mesmo terminar o almoço.
 
ESPERA 3
 
Quando deu 20 minutos de espera , mais pessoas saíram rapidamente do local. 
 
ESPERA 4
 
Quando fechou 30 minutos e nada da Polícia Militar aparecer, quem foi embora fui eu. Indignado com o descaso e solidário com muita gente que fica aborrecida com a PM ao tentar acionar uma equipe e não ter resposta a contento.
 
OUTRO LADO
 
O setor de comunicação da Polícia Militar de Rondônia informou que uma equipe esteve no local, abordou um suspeito com as característica informadas, mas não encontrou nenhuma arma. 
 
OUTRO LADO 2
 
A PM não informou porque a demora e nem quando teria aparecido uma equipe na região. Aliás, nem o velho “migué” de que muitas ocorrências estavam sendo atendidas ao mesmo tempo foi aplicado.
 
OUTRO LADO 3
 
É sabido que os PMs que estão na linha de frente, àqueles que abraçam a causa mesmo, não andam nada satisfeitos com o atual governo. Não tem um militar que venha à público elogiar, ou pelo menos citar algo positivo, do colega de farda que está no comando de tudo. No entanto, o aparente descaso não pode interferir no atendimento ao cidadão. 
 
 
CONVOCAÇÃO
 
Em um grupo de whatsapp da Secretaria Estadual de Agricultura, o secretário Evandro Padovani reclama da pouca divulgação das ações da pasta e pede aos servidores que compartilhem os trabalhos que a Secretaria tem desenvolvido.
 
AVISO
 
O secretário Padovani diz ainda que vai começar a acompanhar “ de perto” e que também irá fazer uma lista dos compartilhamentos. Lembra também, que a maioria dos servidores é cargo de confiança do Governo.
 
 
RECEIO
 
As mensagens do Secretário geraram desconfiança entre muitos servidores da Agricultura que entenderam o aviso como ameaça. Os comissionados argumentam que estão sendo intimidados a divulgar assuntos que às vezes nem beneficiam todos os agricultores, são restritos a grupos pequenos de apoiadores do Governo.
 
OUTRO LADO
 
A Seagri informou que o Secretário Padovani não fez nenhuma ameaça e que apenas pediu apoio para divulgação das ações da pasta. A Secretaria esclarece ainda que ajudar a divulgar o trabalho é opcional.
 
DELITO
 
Um advogado especialista em questões políticas, consultado pela coluna, informou que as conversas observadas no grupo da Seagri configuram coação ao agente público em cargo de comissão. 
 
CINZAS
 
Moradores da zona Sul de Porto Velho mandaram foto do resultado de dois dias de queimadas na região. As cinzas teriam sido recolhidas na rua principal do bairro Novo Horizonte, nos fundos do Condomínio Moradas do Morumbi IX.
 
 
CARDÁPIO DO DIA
 
Hoje é sexta-feira, dia de saborear um cardápio especial do Alimentos Rondônia. Antecipe já o seu pedido e receba no conforto da sua casa ou trabalho sem taxa de entrega.
 
Direito ao esquecimento

Em qual supermercado você prefere fazer suas compras?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública.

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS