ESPAÇO ABERTO: Prefeita de Guajará-Mirim deverá explicar para CPI sobre extravio de vacinas

ESPAÇO ABERTO: Prefeita de Guajará-Mirim deverá explicar para CPI sobre extravio de vacinas

Foto: Divulgação

EXPLICAÇÃO
 
A prefeita de Guajará-Mirim, Raissa Bento, poderá ter de prestar esclarecimentos à CPI da COVID, sobre como deixou que 4.653 doses de vacina contra a COVID-19 estragassem dentro do prédio do Núcleo de Vigilância Sanitária Epidemiológica e Ambiental – NUVEPA.
 
SENADOR
 
A solicitação para que Raissa Bento esclareça todos os detalhes de como esse fato aconteceu foi apresentada em requerimento pelo Senador Marcos Rogério, membro da CPI da COVID no Congresso Nacional. 
 
POLÍCIA
 
De acordo com ocorrência policial do dia 16 de maio, as doses estavam dentro da câmara fria no prédio da NUVEPA, que ficou sem fornecimento de energia elétrica por uma suposta tentativa de furto de fios, deixando o local abaixo da temperatura necessária para manter a integridade das vacinas. 
 
COMISSÃO PARLAMENTAR
 
A CPI da Covid foi instaurada no Senado para investigar as ações dos governantes em relação as medidas tomadas sobre gastos de dinheiro público durante o período de calamidade da pandemia de COVID-19.
 
REGISTRO
 
Ontem eu falei sobre prováveis acertos políticos para 2022 e leitores atentos já mandaram mensagens complementando minha observações. Um amigo mandou
essa foto argumentando com quem Bolsonaro já estaria fechado para Senador em Rondônia.
 
 
 
REGISTRO 2
 
Outro leitor, me chamou atenção para o fato de eu não ter citado o deputado Léo Moraes entre os prováveis candidatos ao governo. O “esquecimento” foi proposital. Léo Moraes ainda não sabe que rumo irá tomar nas eleições do ano que vem.
 
REGISTRO 3
 
Do Cone Sul, chegaram mensagens informando que o empresário e Pecuarista Vilhenense, Juca Mazutti, estaria fechado para disputar o Senado com apoio de
Jair Bolsonaro.  Eu até concordaria com essa possibilidade desde que Jaime Bagattoli fosse candidato ao Governo.
 
REGISTRO 04
 
Com Jaime disputando o Senado, não há a mínima possibilidade de Mazutti disputar o mesmo cargo. No entanto, uma tentativa à Câmara Federal encaixaria perfeitamente para uma dobradinha entre os dois pecuaristas. 
 
REGISTRO 5
 
Falando em Jaime Bagattoli, ele me confirmou que será candidato. Só  não definiu ainda se ao Governo ou Senado.
 
COMEMORAÇÃO
 
Hoje é o Dia da Indústria. A data foi escolhida pelo presidente JK para homenagear Roberto Simonsen, o patrono da indústria nacional, que morreu em 25 de maio de 1948.
 
LÍDER
 
Roberto Simonsen liderou a Confederação Nacional das Indústrias (CNI) em 1935 e em 1937 assumiu a presidência da Federação das Indústrias de São Paulo (FIESP).
 
FORTALECIMENTO
 
O processo de industrialização no Brasil começou ainda no governo de Getúlio Vargas, e no mandato do presidente Juscelino Kubistcheck, as indústrias estrangeiras começaram a se instalar no Brasil, resultando no incremento da economia brasileira.
 
NO ESTADO
 
Em Rondônia, segundo dados de março deste ano do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (Caged), a indústria emprega mais de 41 mil trabalhadores, além de 9 mil postos de trabalho somente na construção civil, resultando em mais de 50 mil empregos diretos no Estado.
 
LANÇAMENTO
 
Na próxima quinta-feira,27, às 19h, acontece o lançamento virtual da obra: Do Território do Guaporé ao estado de Rondônia: geopolítica, eleições e mudança de
elites na Amazônia. A obra é de autoria dos professores João Paulo Viana e Dante Ribeiro da Fonseca, do departamento de História da UNIR.
 
 
VENEZUELANOS
 
A Prefeitura de Porto Velho participou ativamente da pesquisa que colheu dados para apoiar a construção de políticas públicas nacionais para a população indígena migrante venezuelana. 
 
SITUAÇÃO
 
O projeto denominado “DTM Nacional sobre População Indígena Migrante Venezuelana” produziu uma amostra nacional sobre a realidade migratória dos povos Waraos e demais populações indígenas venezuelanas no país.
 
DETALHES
 
Na pesquisa foi utilizada a ferramenta Matriz de Monitoramento de Deslocamento (DTM), que permite coletar dados sobre as características etnoculturais e migratórias, além de reunir informações sobre as condições de acesso aos serviços públicos e traçar um perfil sociodemográfico.
 
NO CAMINHO
 
Porto Velho faz parte da amostra nacional porque se encontra no percurso de migração dos indígenas venezuelanos.
 
EM CAMPO
 
No período de março a abril deste ano, a equipe do Serviço Especializado de Abordagem Social visitou quatro vilas de indígenas Waraos, localizadas no centro da capital rondoniense.
 
MAIS DE 150 PESSOAS
 
Ao todo, 37 famílias foram pesquisadas e o resultado tornou possível conhecer de forma mais sensível a realidade desse grupo, que forma o principal contingente de refugiados e migrantes de povos indígenas da Venezuela no Brasil.
 
EMBASAMENTO
 
O principal foco do levantamento é oferecer subsídio ao Governo Federal e parceiros para a acolhida emergencial humanitária, o desenvolvimento de projetos e o desenho de políticas públicas condizentes com as características e necessidades dessa população.
 
SOLIDARIEDADE 
 
Base Aérea de Porto Velho realiza hoje campanha  para repor estoque de sangue na  Fhemeron. Segundo o coronel Fischer, comandante da Ala 6 na capital,  100 militares estarão doando sangue  para reforçar os estoques da Fundação. Fischer espera que a iniciativa dos militares incentive mais pessoas a doar.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS