ESPAÇO ABERTO: Justiça manda Assembleia afastar deputado condenado por improbidade

ESPAÇO ABERTO: Justiça manda Assembleia afastar deputado condenado por improbidade

Foto: Divulgação

LENTIDÃO
 
Em qualquer país onde haja rigor na aplicação da Lei, casos como o do deputado estadual Edson Martins já teriam tido um desfecho como determina a legislação eleitoral. No entanto, a mesma justiça que condena é benevolente na execução da pena.
 
DECISÃO 
 
Por incrível que possa parecer, o deputado tem uma condenação por improbidade administrativa transitada em julgado que determinou a perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos por 3 anos. Essa decisão é do ano de 2005, e de lá pra cá nunca foi cumprida.
 
ELEIÇÕES
 
No período que segue, Edson Martins disputou eleições, venceu, e cumpriu mandatos, como se não houvesse absolutamente nada que desabonasse sua conduta. 
 
TRANQUILIDADE
 
Não sei o que mais chama atenção nisso. Se é a incrível capacidade política de convencimento do cidadão em questão ou a generosidade do eleitorado que lhe tem outorgado mandatos.
 
SONOLÊNCIA
 
Embora se tenha visto uma aparente acomodação de quem deveria fiscalizar casos como esse, uma nova decisão judicial pode agora fazer valer o que determina a lei. 
 
INTERESSE
 
Atendendo solicitação de Saulo Moreira, suplente do deputado Edson, o Poder Judiciário de Rondônia, através da Comarca do município de Alvorada do Oeste, deferiu pedido que cobra a cassação do deputado estadual Edson Martins (MDB).
 
DETERMINAÇÃO 
 
A Justiça expediu um ofício à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia e à 18ª Zona Eleitoral do Estado, informando o deferimento da solicitação de Saulo Moreira. 
 
ATO SIMPLES
 
Segundo os advogados Manoel veríssimo e Juacy Loura, que ajuizarão à ação em favor de Saulo, de acordo com a Constituição Estadual, a Mesa Diretora só precisa declarar a perda do cargo para dar posse ao primeiro suplente.
 
RINDO À TOA
 
Um rondoniense de Nova Brasilândia do Oeste, distante cerca de 500 km de Porto Velho, acordou milionário nesta quarta-feira. O nobre cidadão acertou os 06 números da Mega Sena, concurso 2368.
 
CIFRA
 
O sortudo está com mais de 37 milhões de reais lhe esperando na Caixa Econômica federal. Os números sorteados foram 04-07-13-25-36-58. Hoje cedo, o assunto na cidade era tentar descobrir quem seria o futuro “vida boa” que entra para o clube restrito dos milionários.  
 
JÁ ESTÁ VALENDO 
 
Desde ontem o pagamento via WhatsApp já pode ser feito em todo o Brasil. O serviço vai permitir que usuários transfiram dinheiro para amigos ou familiares sem cobrança de tarifas. É mais uma opção em um mercado tão competitivo como tem sido o de aplicativos.
 
ALUGUEL
 
O preço do aluguel residencial em São Paulo teve, em abril, a maior queda desde julho do ano passado. Já no Rio de Janeiro, o custo da locação tomou o caminho contrário e ficou 0,3% mais caro no mês passado. Em Porto Velho, segundo o sindicato das imobiliárias os valores se mantém estáveis. 
 
AUXÍLIO
 
O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ontem que o governo “possivelmente” lançará em breve o programa denominado bônus de inclusão produtiva, voltado a trabalhadores informais que estão fora da rede de proteção social pública. 
 
DEVE VIR PARA CÁ
 
A C&A acaba de lançar um novo formato de entregas. A varejista é a primeira do ramo a apostar em bicicletas e patinetes elétricos e já está testando o modelo em uma loja recém-inaugurada no Rio de Janeiro (RJ). A iniciativa da empresa vem no sentido de promover maior sustentabilidade com a utilização de meios de transporte que não emitem gases de efeito estufa. 
 
LOCAL
 
A gerência da C&A, em Porto velho, informou que o sistema também deverá ser lançado na capital de Rondônia. A  facilidade de locomoção de um lado pro outro da cidade é um dos motivos que anima à loja a apostar nesse modelo de serviço.
 
CONVOCAÇÃO
 
Falando em Paulo Guedes, ele será convocado para prestar esclarecimentos na CPI da Covid, em andamento no Senado Federal. A Comissão vai investigar as ações do Governo Federal, estados e municípios no combate ao coronavírus.
 
MANDETTA
 
O nome de Paulo Guedes foi para a lista de convocados à depor, após o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, ouvido nesta terça-feira,04, dizer que Guedes teria ignorado apelos para focar na saúde e só estaria preocupado com o que poderia ocorrer com a economia. 
 
MEMÓRIA
 
Mandetta deixou claro que nunca foi favorável ao uso de Cloroquina, como pregava Jair Bolsonaro. Enfatizou que a iniciativa partiu do Presidente que, inclusive, se aborrecia com opinião contrária.
 
AMNÉSIA 
 
A questão é que em seu Twitter, o então ministro Mandetta, anunciou com entusiasmo em 25 de março de 2020 a distribuição aos estados de 3,4 milhões de unidades Cloroquina e Hidroxicloroquina.
 
**Este texto não reflete a opinião do Rondoniaovivo, e sim a do autor
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS