ESPAÇO ABERTO: Deputado dá excelente exemplo de como um cidadão não deve agir

Confira a coluna de Cícero Moura

ESPAÇO ABERTO: Deputado dá excelente exemplo de como um cidadão não deve agir

Foto: Divulgação

NOVA CONFUSÃO
 
Parece que se envolver em lambança tem sido uma prática bastante comum para o deputado Geraldo da Rondônia. Agora, ele chegou a ir para às vias de fato com um vigilante que nada tinha a ver com o problema.
 
ENERGISA
 
A confusão aconteceu na sede da Concessionária de Energia de Rondônia. Além das vias de fato, Geraldo da Rondônia também teria tentado invadir o prédio da empresa e ameaçado atear fogo no local. 
 
ENFURECIDO
 
A fúria do parlamentar ocorreu por causa de uma decisão da Justiça, que teria atendido pedido da Energisa e bloqueado salários e vantagens indenizatórias dele, por conta de uma dívida de quase 1 milhão de reais que Geraldo teria com a empresa.
 
POLÍCIA
 
Segundo o que consta na ocorrência policial, Geraldo da Rondônia chegou ao prédio se identificando como deputado estadual e exigindo falar com o diretor da Energisa, que não estava no local, fato que teria deixado o parlamentar enfurecido.
 
AÇÃO 
 
O deputado teria tentado entrar à força no local, ofendido recepcionista e agredido o vigilante, com socos e pontapés, que foi chamado para conter o arruaceiro. As agressões e ofensas só acabaram com a chegada da Polícia Militar.
 
RECUSOU 
 
Na delegacia, o vigilante confirmou as agressões e até  ameaça de morte que teria sido feita pelo deputado. O segurança não quis não dar prosseguimento à queixa e se recusou a fazer o exame de corpo de delito.
 
MAIS OFENSAS
 
Após toda a confusão que virou caso de polícia, o deputado ainda foi ao departamento financeiro da ALE/RO para verificar sua situação. Lá, falando alto e de forma alterada chegou a assustar algumas pessoas que passavam por perto.
 
BRIGA
 
Teve gente que pensou se tratar de uma briga do deputado com o chefe do departamento, o ex-deputado Cleiton Roque, o que não aconteceu. No entanto, Geraldo passou mal e teve de ser socorrido até uma sala onde conseguiram acalmá-lo. 
 
OPINIÃO
 
Decoro parece ser algo que o deputado Geraldo da Rondônia desconhece. Estar no Legislativo outorgado pelo voto popular é uma honraria que o eleitor dá para pessoas que, teoricamente, deveriam representar muito bem a sociedade.
 
OPINIÃO 2
 
E nesse representar, estão incluídas boas maneiras, cordialidade, decência, carácter e lisura. Geraldo deveria se reciclar, assistir, quem sabe, vídeos na internet. Existem inúmeros exemplos de maus parlamentares, mas até para a truculência muitos crápulas são doutorados em magnitude.
 
BELO EXEMPLO
 
A professora Drielly Santos de Souza, da Escola Municipal de Educação Infantil Madre Tereza, de Ariquemes, foi uma das vencedoras do “Prêmio Educação Infantil: Boas Práticas de Professores Durante a Pandemia”, iniciativa da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e o Itaú Social.
 
 
FINALIDADE
 
O objetivo foi inspirar ações que fazem a diferença na educação das crianças durante a pandemia do coronavírus. Este é o segundo prêmio nacional que a escola recebe por trabalhos realizados por seus docentes e, com a ajuda de toda a equipe do colégio, a professora conseguiu se destacar com a adaptação da história dos três porquinhos.
 
ALTERNATIVAS
 
Com o fechamento das escolas públicas desde março de 2020, por conta da pandemia de covid-19, professores e equipes pedagógicas dos municípios estão tendo que usar da criatividade para manter o aprendizado dos pequenos, mesmo sem o contato físico.
 
READAPTAÇÃO
 
No vídeo “minha casa é o melhor lugar”, enviado pela professora aos alunos, ela conta uma história adaptada dos 3 porquinhos para as crianças, fazendo uma alusão entre o lobo mau e a covid-19, mostrando que não importa do que a sua casa é feita, ela é o lugar mais seguro para se estar.
 
TRABALHO
 
“Mandei a história para as crianças e pedi que elas gravassem vídeos mostrando suas casas e o seu dia a dia. A partir disso, as crianças puderam ter uma convivência virtual e perceber que a realidade de cada uma é diferente da outra”, explicou a professora.
 
POSITIVO
 
Segundo Drielly, o exercício gerou empatia entre as famílias. As crianças perceberam que alguns colegas tiveram diversidades, inclusive econômica, e, então, criou-se uma corrente de ajuda entre os mais afortunados para os que estão em um momento mais difícil financeiramente.
 
PRÊMIO
 
O Prêmio tem objetivo de valorizar os profissionais que trouxeram soluções inovadoras e evidenciar as boas práticas que estão sendo realizadas com as crianças e suas famílias no contexto da pandemia.
 
PRÊMIO 2
 
A premiação recebeu mais de 700 vídeos de todo o país e, destes, 100 foram vencedores do prêmio no valor de R$1 mil e 5 foram destaques, incluindo a professora Drielly. Cada premiado também receberá um curso promovido pelo Instituto Singularidades de 40 horas on-line com atividades síncronas e assíncronas sobre a BNCC e a educação infantil.
 
MAIS OUTRO EXEMPLO
 
O menino Lucas Alcântara Macedo, de 12 anos, aqui de Porto velho, conseguiu vaga no Balé Bolshoi, a maior e mais famosa companhia de balé do mundo.  
 
 
DESDE CEDO
 
O garoto, que dança desde os 04 anos de idade, participou de três seletivas na cidade de Joinville, em Santa Catarina, até conseguir ser selecionado.
 
SIMPLES
 
De família humilde, Lucas fez campanha nas redes sociais e conseguiu bastante doações. As pessoas se sensibilizaram com a determinação do menino e arrumaram os recursos para que ele pudesse viajar três vezes até Santa Catarina e disputar uma vaga na Companhia.
 
NOVA EMPREITADA
 
Após a divulgação do  nome de Lucas entre os selecionados, ele já se prepara para uma nova corrida em busca de ajuda. Agora, os recursos serão para custear a viagem dele, da mãe, pai e irmãos que terão que mudar para Joinville.
 
 
OPÇÕES
 
Além de uma vaquinha na internet, já estão sendo vendidos bilhetes para uma feijoada que acontecerá amanhã. Cada prato custa 30 reais e a expectativa é que a solidariedade persista e o garoto consiga chegar aos palcos do mundo representando a nossa querida Rondônia.
 
 
ENTREVISTA
 
Neste sábado, estarei falando sobre meu livro, "Do Outro Lado " com o professor Alex Palitot, na rádio Caiari, FM 103.1. O programa vai ao ar às 13h. Agradeço o honroso convite.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS