ESPAÇO ABERTO: CGU/RO investiga 'fantasmas' que já teriam tomado mais de uma dose de vacina

Confira a coluna de Cícero Moura

ESPAÇO ABERTO: CGU/RO investiga 'fantasmas' que já teriam tomado mais de uma dose de vacina

Foto: Divulgação

INVESTIGAÇÃO
 
A Controladoria Geral da União em Rondônia investiga suspeitas de pessoas multivacinadas, aquelas que teriam recebido mais de duas doses de vacinas contra Covid-19, e de pessoas que foram imunizadas usando nome de pessoas já falecidas.
 
APURAÇÃO
 
As vacinas contra Covid-19 têm, no máximo, duas doses. Os casos suspeitos foram detectados pela Controladoria Geral da União, em um levantamento nacional sobre a vacinação.
 
JÁ SÃO QUASE 100 CONFIRMADOS
 
Segundo o superintendente da CGU em Rondônia, Miguel Maurício Kurilo, até o momento foram detectados noventa e cinco casos suspeitos no estado, mas o número pode crescer. “A cada três semanas há uma relação nova de vacinados para ser analisada. Isso vai ser um trabalho contínuo que pretendemos realizar em parceria com outros órgãos de controle como Tribunal de Contas do Estado e Ministério Público”, explicou.
 
PONTUAL
 
O tipo de irregularidade mais detectada foi de pessoas que receberam mais de duas doses. Segundo o superintendente, há cerca de 95 casos suspeitos. "Temos que analisar se foram erros de cadastro na hora da vacinação ou se são pessoas que foram vacinadas usando nome de outras", argumentou.
 
MORTOS
 
Há ainda cerca de dez casos de pessoas falecidas que teriam sido vacinadas. Os casos foram descobertos quando a CGU nacional cruzou os nomes dos que já foram vacinados com os dados de pessoas falecidas.
 
MAIS IRREGULARIDADES
 
Além desses casos, outros tipos de suspeitas de irregularidades serão investigados, como de vacinados com idade abaixo da faixa etária prioritária, de pessoas que não eram profissionais de saúde, e de pessoas politicamente expostas.
 
MORAL
 
Essa denúncia vinda da CGU revela que absolutamente em tudo onde pode haver uma pilantragem, sempre aparecerá um pilantra de plantão. Nesse caso, especificamente, que se dane a saúde de quem tem mais urgência para as vacinas. 
 
FLERTE
 
O deputado estadual Eyder Brasil ( PSL) tem se mostrado muito simpático às ações e manifestações que vem sendo publicadas pelo deputado Léo Moraes ( PODEMOS). Dia desses, Léo chegou a citar o nome de Eyder que estava assistindo sua live e agradeceu pelo apoio do deputado em questões consideradas positivas para o Estado.
 
POSSIBILIDADE
 
Amigos próximos de ambos os deputados dizem que Eyder sonhou em ter Moraes como parceiro nas eleições de 2022. Isso significaria a antecipação de uma provável coligação. A questão é onde encaixar.
 
BALAIO
 
Com a real possibilidade de Jair Bolsonaro ( sem partido ) voltar para o PSL, a lambança política seria bonita de ver. Léo é respeitado em Brasília e Eyder se mantém fiel ao PSL por onde foi eleito, com um eventual retorno do Presidente ao partido faltaria espaço na mesma canoa para o maior fã do “Mito” em
Rondônia.
 
BALAIO 2
 
Bolsonaro tem profundo respeito e admiração pelo empresário Jaime Bagattoli a quem inclusive chamou para assinar ficha de filiação no Aliança Pelo Brasil. Associação que ainda não tem as filiações necessárias para virar partido político. 
 
BALAIO 3
 
Essa impossibilidade de viabilização do Aliança, traria Bagattoli para junto de Bolsonaro no PSL. Como Bagattoli não senta na mesma mesa que Marcos Rocha, o governador poderia ser persona non grata caso quisesse retornar ao PSL, já que ele, como Bolsonaro, também está sem partido.
 
BALAIO 4
 
Nessa lambança política, não há, sequer, um único correligionário do Mito no Estado que aposte que o Messias abriria mão de Bagattoli em favor de Rocha, caso tivesse que escolher entre os dois.
 
BALAIO 5
 
Na verdade, temos um enredo de Love Story político. Marcos Rocha que ama Bolsonaro que ama Bagattoli. Os três juntos? Impossível até mesmo para a capacidade criativa de Edward Khmara, que escreveu a história dirigida por Richard Donner e que tem Rutger Hauer e Michele Pfeiffer como protagonistas. 
 
VERBA
 
Independente da quase impossível união, o PSL  tem a segunda maior destinação  de fundo eleitoral  para 2022. Seriam quase 10 milhões para Rondônia por ter elegido um deputado federal e administrados, teoricamente, sabe por quem? Nem citei o nobre coronel no perrengue lá de cima.
 
LÍDER
 
Coronel Chrisóstomo é o único deputado federal do PSL em Rondônia. Também tem total respeito de Bolsonaro após provar ter sido vítima de um Fake News que o associava a grilagem de terra no estado.   
 
SUSPEITAS
 
Aliás, Chrisóstomo tem certeza que sabe de onde surgiu a tal conversa da grilagem e quem se beneficiaria com seu desprestígio junto ao Presidente da República. 
 
NEGÓCIO
 
Governo de Rondônia ainda não mandou esclarecimentos sobre contrato de compra da vacina Sputnik V. Marcos Rocha falou em consórcio de governadores, mas não esclareceu quem seria o fornecedor do imunizante. Falou vagamente sobre um Fundo Russo.
 
NEGÓCIO 2
 
Nem no Portal do Governo isso está explicado. Ora, como que alguém faz uma compra de 55 milhões de reais, é o que foi divulgado, e não sabe quem é o vendedor. Teria que ser citado de forma bem esclarecedora na matéria do governo para, a meu ver, evitar qualquer tipo de interpretação equivocada.
 
 
INFORMAÇÕES
 
No governo que se apresenta como o mais diáfano dos últimos tempos em Rondônia, as informações só são obtidas pela metade. Nem quando o próprio Governador do Estado faz uma manifestação, a turma da comunicação consegue atender satisfatoriamente.
 
ORIGEM 
 
Seguindo o protocolo padrão, que faz a White House Press Secretary parecer um jardim de infância, o que menos pode se esperar é boa vontade, até mesmo para dizer que haverá apuração. Se bem que, a resposta automática também faz parte do protocolo. 
 
EXPLICAÇÃO
 
Na verdade, não há como exigir que a porca venha parir os porquinhos do mesmo jeito que a pata procede ao chocar seus patinhos. 
 
POLÍCIA FEDERAL
 
O questionamento feito pela coluna tem como base operação da Polícia Federal,  na manhã de ontem, que identificou fraude em venda de 200 milhões de doses de vacina contra a Covid-19. O mesmo grupo que ofereceu as vacinas ao Ministério da Saúde também teria negociado individualmente com vários estados.
 
POLICIA FEDERAL
 
Como tudo que se escreve relacionado ao Governo de Rondônia é negativismo ou conspiração, o leitor acaba ficando sem saber a transparência dos fatos. Por um caminho que não foi o do governo, eu descobri que a Inteligência de um órgão de controle e fiscalização avalizou a compra das vacinas.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

FP Baby LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS