ESPAÇO ABERTO: Governo enfia arrogância no saco e comemora aprovação da Coronavac

Confira a coluna de Cícero Moura

ESPAÇO ABERTO: Governo enfia arrogância no saco e comemora aprovação da Coronavac

Foto: Divulgação

ORGULHO
 
Logo que foi divulgado o anúncio da liberação para uso emergencial  da vacina chinesa Coronavac-Sinovac, surgiram várias manifestações de esperança pelo País. A eficácia de pouco mais de 50% já é um alento para quem não sabe mais onde se agarrar.
 
RONDÔNIA
 
Em nosso estado, a vacina surge no exato momento em que um novo Decreto determina toque de recolher para conter o avanço da doença que apresenta números assustadores dia após dia.
 
RONDÔNIA 2
 
Vale ressaltar que a nova medida não abrange todas as cidades rondonienses. Vinte e três municípios que vem conseguindo controlar  a doença ficaram de fora do decreto.
 
NEGLIGÊNCIA
 
O toque de recolher em Rondônia é consequência das medidas  meia-boca que vinham sendo empregadas. De que adianta alardear ser um estado que comprou um hospital de alvenaria, e é campeão em transparência de informações  e de gastos com Covid  se não consegue atender o povo com eficiência.
 
OPERACIONAL
 
No sábado, o secretário Fernando Máximo fez uma live chamando médicos para atuar na rede de combate à Covid-19. Citou o Centro de Reabilitação de Rondônia ( Cero) como exemplo de unidade de saúde que tem 53 leitos clínicos e de UTI disponíveis, mas que só opera com 12 devido à falta de profissionais.
 
PREVENÇÃO
 
O primeiro decreto, chamado de isolamento social restritivo, voltado para a pandemia foi publicado em março do ano passado. É impressionante que dez meses se passaram e a Sesau não conseguiu contratar profissionais para atender uma demanda que já era previsível.
 
PROPAGANDA ENGANOSA
 
Na sexta-feira ( 15 ), o Facebook da Sesau divulgou uma declaração de Fernando Máximo informando, entre outras coisas, que Rondônia está entre os estados mais preparados para combater a pandemia. Ora, como que é bem preparado se não tem médico para atender a demanda.   
 
CONTROVERSO
 
Ainda sobre Fernando Máximo, fui atrás e consegui confirmar que éverdadeira a foto dele em grupos de Whatsapp e no status de assessores da Sesau. O 
Secretário aparece comemorando a aprovação da Coronavac.
 
 
CONTRÁRIO
 
Meu receio ocorreu porque Bolsonaro, que tem 200% de lealdade de Marcos Rocha em tudo que diz, sempre foi contra a vacina chinesa. Ao fazer a comemoração, Fernando Máximo estaria revelando que não pensa igual Bolsonaro.
 
GOVERNADOR
 
Horas depois foi a vez de Marcos Rocha, aparentemente menos entusiasmado que Máximo,  aparecer em um banner em seu Facebook com legenda citando que a Anvisa havia liberado o uso emergencial das vacinas.
 
 
VIOLA NO SACO
 
Tanto Marcos Rocha como Fernando Máximo nunca vieram a público demonstrar entusiasmo com a possibilidade da vacina chinesa ser a primeira opção para
trazer esperança ao povo. Se mantinham calados, seguindo religiosamente a Cartilha Bolsonarista que previa até mutação de humanos em répteis se a Coronavac fosse usada.
 
HUMILDADE
 
As manifestações de ontem do Governador e do Secretário de Saúde são bem-vindas mesmo que o pensamento em relação à Coronavac não tenha sido dos
melhores. A população precisa de cura, e pouco importa de onde vem o remédio.    
 
TAMBÉM SE MANIFESTOU
 
Deputado Jair Montes, líder do governo na Assembleia e outro aliado de Marcos Rocha, foi um dos primeiros a ir para às redes sociais comemorar aprovação da Coronavac. Diferente do governador que pisa em ovos para não se queimar com Bolsonaro, Jair demonstrou sensatez ao manifestar seu contentamento com a possibilidade da vacina dar certo.
 
PELAS BEIRADAS
 
Uma fonte na prefeitura me garantiu que o prefeito Hildon Chaves pediu rigor na fiscalização municipal no sentido de evitar aglomerações que venham contribuir para disseminação do corrnavírus.
 
RIGOR
 
Hildon teria dito que a situação é séria e grave e o município não pode fazer de conta que não tem nada com isso.
 
TRABALHO
 
No sábado, Vigilância Sanitária Municipal (Semusa), Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz) e Coordenadoria Municipal de Posturas (Semusb) fiscalizaram 39 estabelecimentos comerciais entre restaurantes e bares. Apenas um comércio foi notificado. 
 
FAB
 
Recebi informações do Ministério da Defesa (MD) que aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) iniciam, nesta segunda-feira (18), o transporte de vacinas contra a COVID-19, em apoio ao Ministério da Saúde.
 
PARTIDA
 
Os voos partirão de São Paulo e transportarão cerca de 44 toneladas no total, inicialmente para o Distrito Federal e para as capitais de 10 estados: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rondônia, Roraima e Santa Catarina.
 
OPERAÇÃO
 
Inicialmente, participarão da operação as aeronaves KC-390 Millennium, C-130 Hércules e C-105 Amazonas. Uma aeronave C-97 Brasília também será utilizada a partir da cidade de Manaus (AM) para Tabatinga (AM). 
 
ATERRISSAGEM
 
A previsão de chegada das aeronaves da FAB será divulgada à medida que as aeronaves decolarem no decorrer desta segunda-feira. As Forças Armadas estão, desde o início da Operação Covid-19, dedicando todos os seus esforços no apoio à população brasileira, no enfrentamento à pandemia da COVID-19 e, a partir deste momento, estão concentrando seus esforços no apoio à vacinação.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

J G Dalmeida

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS