BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: Ação da PF abre caminho para os bons e sérios candidatos

Confira a coluna de Cícero Moura

CÍCERO MOURA/RONDONIAOVIVO

28 de Setembro de 2020 às 08:25

Foto: Divulgação

VERGONHA
 
Foi notícia nacional, vexatória, podre, indecente. A Rondônia dos desbravadores, dos bandeirantes, dos destemidos pioneiros, do povo que tem orgulho de morar nesta terra, mais uma vez é manchete do que não presta. 
 
FLAGRA
 
Cansado de ser extorquido, um empresário fez o que todo mundo deveria fazer quando maus gestores do dinheiro público tentam usar de suas funções para tirar proveito próprio. Ele gravou em vídeo entrega de dinheiro que seria pagamento de propina.
 
QUASE UM ANO
 
Segundo a Polícia Federal, o empresário que fez a denúncia e filmou o esquema prestou serviço de coleta de lixo nas cidades investigadas por dez meses. Ele teria dito que a propina era a condição para continuar operando nas cidades.
 
SEM INDICIAMENTO
 
O delegado Flori Cordeiro de Miranda Júnior, informou em entrevista coletiva realizada na cidade de Jí-Paraná que o empresário que filmou e denunciou os prefeitos do interior do Estado pegando dinheiro de corrupção não será indiciado. E nem deve, pois prestou um serviço à sociedade. 
 
EMPRESÁRIO
 
Apesar da postura correta nesse caso, o empresário autor da denúncia  responde a dois processos por corrupção na 1ª Vara Criminal de Vilhena, em um esquema que envolve um ex-prefeito da cidade e um vereador. O empresário e outros dois acusados foram alvos, em 2016, da Operação Tríade, realizada pelo MP e pela Polícia Civil, por envolvimento em um esquema de desvio de verbas públicas.
 
EMPRESÁRIO 2
 
De acordo com as investigações, um dos motivos que gerou as denúncias seria a cobrança de propina, por parte dos prefeitos, para liberar pagamentos atrasados em contratos que o empresário tem com as cidades. 
 
DEPUTADO LEBRÃO
 
José Eurípedes Clemente, o popular deputado Lebrão, também foi filmado colocando maços de dinheiro num saco de lixo. O Dinheiro seria oriundo da corrupção. Diferente dos prefeitos,  o deputado não foi preso  por conta da imunidade parlamentar.
 
LEBRÃO 2
 
O deputado estadual Lebrão, diante do flagrante registrado pela Polícia Federal, deverá ser cassado e retirado da vida pública. É o mínimo que a população espera de um Parlamento sério que presa pela ética, dignidade e bom uso do dinheiro público.
 
OUTRO DEPUTADO
 
Falando em Parlamento sério, outro deputado também foi gravado pelo empresário. Como houve um entrave durante a investigação, as autoridades ainda estão avaliando quando será a hora de dar o “bote”.
 
DATA
 
A ação da Polícia Federal nesse momento que antecede o pleito eleitoral é extremamente oportuna. Dos 4 prefeitos presos preventivamente na operação , entre eles duas mulheres, 02 se preparam para buscar a reeleição. O curioso é que nada impede, até o momento, os acusados de disputar as eleições.
 
CACOAL
 
A ex-deputada e atual prefeita do município de Cacoal , Glaucione Rodrigues, presa pela Polícia Federal na Operação Reciclagem é candidata à reeleição. A assessoria não respondeu os questionamentos da coluna.
 
 
CACOAL 2
 
O ex-deputado e marido de Glaucione, Daniel Neri, também foi preso. As investigações da PF revelam que Neri teria  integrado esquema de corrupção que envolvia desvio de dinheiro público através de contratos firmados com empresas para prestação de serviços. Ele aparece em uma das gravações escondendo dinheiro dentro das calças.
 
ROLIM DE MOURA
 
O prefeito da cidade de Rolim de Moura, Luiz Ademir Schock, foi preso em casa. Luiz Schock já estava impedido de concorrer à reeleição após ter o mandato cassado pela Justiça. 
 
SÃO FRANCISCO DO GUAPORÉ
 
A prefeita de São Francisco do Guaporé, Gislaine Clemente ( conhecida por Lebrinha ), também foi presa em casa. Gislaine é filha do deputado estadual Lebrão.
 
 
Ji-PARANÁ 
 
O prefeito de Ji-Paraná, Marcio Aparecido Pinto, também foi preso. Marcio Aparecido é do PSB e já havia confirmado sua pré-candidatura à reeleição no pleito de 2020. A assessoria dele não informou como seguirá a campanha daqui pra frente.
 
ELEIÇÕES 2020
 
Com a campanha nas ruas, agora já se sabe quem é quem na corrida pela prefeitura. 15 candidatos irão disputar o pleito. Pesquisas e levantamentos internos apontam para uma disputa equilibrada, onde 7 candidatos teriam chances de chegar ao segundo turno. 
 
ELEIÇÕES 2020 
 
O atual prefeito Hildon Chaves, a vereadora Cristiane Lopes, o coronel da PM Ronaldo Flores, os advogados Vinicius Miguel e Breno Mendes, o deputado Eyder Brasil e o ex-secretário Williames Pimentel são os que teriam aparecido com pontuação igual ou maior a 2% nos questionamentos.
 
ELEIÇÕES 2020
 
Geneci, Ramon Cujui, Edvaldo Soares, Garçom, Pimenta, Samuel Costa e Ted Wilson teriam aparecido em todos os levantamentos com índice igual ou inferior a 1%.
 
ELEIÇÕES 2020
 
Nos levantamentos em questão, o deputado Leo Moraes sempre aparecia na liderança com índices entre 20 e 30% das intenções de voto. Como Leo não é candidato, a questão dos demais candidatos é buscar o voto do eleitorado que ficou órfão com a desistência de Moraes.
 
ELEIÇÕES 2020
 
Eleições não tem lógica, mas uma análise racional do pleito aponta que o eleitorado de Leo seria oposição ao atual prefeito o que consequentemente diluiria seus votos. Essa é a pulga atrás da orelha de Hildon Chaves. Como são 15 candidatos, Hildon sabe que precisa manter uma base fiel para conseguir chegar no segundo turno. Se isso ocorrer, a disputa que vem depois é outra questão.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS