BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: Célula natural pode ser arma do organismo contra o coronavírus

Confira a coluna de Cícero Moura

CÍCERO MOURA/RONDONIAOVIVO

19 de Agosto de 2020 às 08:22

Atualizada em : 19 de Agosto de 2020 às 11:23

Foto: Divulgação

DESCOBERTA
 
Um estudo feito por cientistas suecos mostrou que pessoas que testaram negativo para a covid-19 apresentaram uma célula que tinha uma espécie de memória do novo coronavírus e sabia como combatê-lo. Isso aconteceu mesmo sem que elas estivessem produzindo anticorpos contra a doença.
 
COBAIAS
 
A pesquisa foi realizada com 206 pessoas com casos leves e severos de covid-19, outros que não foram expostos e familiares expostos ao vírus. Os resultados foram publicados na revista "Cell".
 
PODER DE COMBATE
 
As células, chamadas de linfócitos T, são capazes de eliminar o novo coronavírus por uma ação chamada de "citotóxica". "As células T de memória específicas para SARS-CoV-2 provavelmente serão críticas para a proteção imunológica de longo prazo contra covid-19", diz um trecho do estudo.
 
AINDA NÃO HAVIA CONHECIMENTO
 
Foi a primeira vez que pacientes que testaram negativo para a covid nos exames sorológicos (que avalia os anticorpos contra o vírus) apresentaram linfócitos T com a memória do SARS-CoV-2.
 
DEDUÇÃO
 
Os autores comemoraram o resultado dizendo que o estudo "sugere que a exposição natural ou infecção deve prevenir episódios recorrentes de covid-19", ao menos por um período de tempo.
 
ESTRATÉGIA
 
O servidor público Ramon Cujuí, pré-candidato do PT para a prefeitura,  prepara plataforma digital para discutir com os eleitores as medidas mais urgentes para Porto Velho.
 
SUGESTÕES
 
Cujuí esclarece que a intenção é elaborar o plano de governo com base nas necessidades que forem apresentadas pela população. Ele diz ainda que tem feitos reuniões frequentes e ainda não foi definido se haverá alianças com outros partidos.
 
AÇÃO IMEDIATA
 
Ramon Cujuí argumenta que Porto Velho necessita urgente de ação em três frentes. Mobilidade urbana, educação e reestruturação do sistema de saúde com foco na assistência básica.
 
SAÚDE
 
Cujuí diz que em 2012 havia 78 equipes de atendimento do programa Saúde da Família. Mauro Nazif teria entregado o cargo com um aumento de apenas 03 equipes sendo que a população aumentou no período. No governo de Hildon Chaves, segundo Ramon, o número de equipes caiu para 66. 
 
MAIS DADOS
 
Segundo o pré-candidato do PT, a cobertura atual no programa Saúde da Família é de 44% da população sendo que em 2012 a cobertura proporcional seria de 74%. Oito anos atrás Porto velho tinha 430 mil habitantes e hoje a população chega a quase 530 mil pessoas.
 
AMAZÔNIA + 21
 
Acontece hoje, quarta-feira, 19, o primeiro de uma série de encontros online preparatórios ao Fórum Mundial Amazônia +21, que acontecerá de 4 a 6 de
novembro deste ano, também de forma virtual.
 
SUSTENTABILIDADE
 
O fórum tem como objetivo estimular o desenvolvimento sustentável da região amazônica e é promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (FIERO), em conjunto com a Agência de Desenvolvimento de Porto Velho (ADPVH), e conta ainda com apoio da Confederação Nacional das Indústrias (CNI).
 
DEBATEDORES
 
Com o tema “Visão de Futuro, Oportunidades e Desafios para a Região Amazônica", este primeiro encontro contará com a participação do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, que é o presidente do Conselho da Amazônia Legal. Com ele, participam o presidente da CNI, Robson Andrade, o presidente da FIERO e da ADPVH, Marcelo Thomé, e o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves.
 
OUTROS ENCONTROS
 
Ainda antes do evento principal de novembro, serão realizados outros três debates prévios. No próximo dia 26, o tema a ser abordado é a “Cooperação Internacional, Fomento Público e Privado e Mecanismos de Alavancagem para o Desenvolvimento da Região Amazônica". Os próximos, acontecerão em 23 de setembro e 14 de outubro.
 
BENEFÍCIOS PARA A POPULAÇÃO
 
De acordo com o presidente da FIERO e da ADPVH, Marcelo Thomé, "o evento é uma grande oportunidade para construir soluções sustentáveis como forma de se promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas que residem na região amazônica".
 
VÁRIAS FRENTES
 
Marcelo Thomé explica que o Amazônia +21 é organizado em quatro eixos temáticos interconectados: Negócios Sustentáveis, Ciência, Tecnologia e Inovação, Funding (captação de recursos financeiros para o investimento específico pré-acordado de uma empresa) e Cultura.
 
INTERAÇÃO
 
O Amazônia +21 é aberto para a participação popular. Para se inscrever, basta acessar o site https://amazonia21.org/. A inscrição é gratuita.
 
TAPETÃO
 
A professora Marcele Regina Pereira pode não ser nomeada reitora da Universidade Federal de Rondônia mesmo tendo o nome aprovado, em eleição, pela comunidade acadêmica.
 
LISTA
 
O Conselho Universitário (Consun) da Unir reunido de maneira virtual sob a presidência do atual reitor, Ari Miguel Teixeira Ott, formou, na segunda-feira, 17, a lista tríplice que será encaminhada ao Ministério da Educação para posterior nomeação pelo presidente da República do novo reitor Universidade.
 
OUTROS NOMES
 
A lista tríplice montada pela Unir ignorou os nomes eleitos pela consulta à comunidade acadêmica, que é usada como referência para dar uma aparência de democracia na escolha do reitor.
 
ESCOLHA
 
Participaram da eleição 44 conselheiros. E o resultado final da votação foi o seguinte: Marcele Regina Pereira, 28 votos; Cintia Cristina Moraes Mota, sete votos; Luís Fernando Novoa Garzon, seis votos. Esta será a lista tríplice que será enviada ao MEC.
 
MARCELE
 
Dos três primeiros colocados na escolha do Consun, apenas a professora Marcele participou da eleição em que toda a comunidade acadêmica votou.
 
SERIEDADE
 
O curioso nesse processo é o desdém em relação ao pleito entre os professores, que teve ampla divulgação, para não valer nada.
 
CONHECIMENTO
 
Além disso, qual seria a razão da universidade permitir uma disputa com ares democráticos e envolver a comunidade acadêmica, para que após o processo outras pessoas venham a ter a preferência na indicação. Depois, somente os políticos são mesquinhos.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS