BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: Vice-prefeito teria servido Paca e chamado amigos pra confraternizar

Confira a coluna de Cícero Moura

CÍCERO MOURA/RONDONIAOVIVO

22 de Julho de 2020 às 08:47

Atualizada em : 22 de Julho de 2020 às 11:30

Foto: Divulgação

FESTA REGADA A PACA
 
Um áudio que seria do vice-prefeito de Candeias do Jamari, André Bem, está circulando em rede sociais. Na gravação, o vice-prefeito convida amigos para uma festança regada a Paca no distrito de Triunfo.
 
MAU EXEMPLO
 
Além do consumo do animal ser proibido, o convite para “junção” de pessoas é um desrespeito aos esforços coletivos que vem sendo feitos para evitar a contaminação e propagação do coronavírus.
 
LEI
 
O subcomandante do Batalhão Ambiental de Candeias do Jamari, capitão Jairo Alves Carneiro, informou que não há nenhuma denúncia registrada sobre o fato. Capitão Jairo repassou os números do Batalhão para quem quiser fazer qualquer tipo de denúncia referente a crime ambiental. 3230-1088 / 99995-6874.
 
OUTRO LADO
 
O  vice-prefeito, André Bem, disse que um amigo lhe chamou para um churrasco com carne de Bode, a referência à Paca na gravação, segundo André, é uma brincadeira que ele costuma fazer em seu grupo de amigos.
 
INTRIGA DA OPOSIÇÃO
 
De acordo com o vice-prefeito de Candeias do Jamari, adversários políticos estariam tentando denegrir a imagem dele e por isso publicaram o áudio em redes sociais.
 
NÃO ASSINOU
 
O governador Marcos Rocha foi um dos 07 governadores do País que não assinou a nota pública em apoio ao relatório da deputada Professora Dorinha (DEM-TO) que prevê a renovação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).
 
INICIATIVA
 
A nota vinha sendo articulada desde a semana passada pela governadora Fátima Bezerra (PT), do Rio Grande do Norte, junto ao Fórum de Governadores.
 
EFETIVAÇÃO
 
Com o fim da vigência do Fundo, a governadora petista cita urgente aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que o torne permanente e eleve a participação da União no financiamento da educação básica.
 
INTENÇÃO
 
A proposta de emenda à Constituição (PEC) que tramita na Câmara, relatada pela deputada Professora Dorinha Seabra (DEM-TO), prevê um aumento escalonado do aporte do governo federal no Fundeb: o percentual começaria em 12,5% em 2021 e chegaria a 20% em 2026.
 
INVIÁVEL
 
O Secretário Estadual de Educação de Rondônia, Suamy Vivecanda, diz que o Fundeb é muito importante, mas a proposta de aporte é totalmente fora das realidade.
 
SEM RECURSOS
 
Suamy explica que não há de onde tirar recursos para atingir esse índice de 20% até 2026. Ele citou como exemplo o Governo Dilma, que teria conseguido investir no Fundeb apenas 1% em 6 anos que a ex-presidente ficou no cargo.
 
RETORNO ÀS AULAS
 
O Secretário esclareceu ainda que no caso de Rondônia, ainda não há nada definido para o recomeço do ano letivo. Suamy argumenta que a decisão será definida entre órgãos de saúde e de controle. Só após uma ampla análise da situação referente à pandemia é que será possível estabelecer uma data de reabertura das escolas.
 
FIQUE ATENTO PARA O CORTE DE ENERGIA
 
As distribuidoras poderão voltar a cortar a energia de consumidores que deixarem de pagar suas contas a partir de 1º de agosto, decidiu a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta terça-feira (21).
 
 
EXCEÇÃO
 
Apenas usuários enquadrados no programa Tarifa Social, destinado a famílias de baixa renda, terão o fornecimento mantido até o fim do ano mesmo que não consigam arcar com as faturas.
 
PROVISÓRIO
 
Com a declaração da pandemia do novo coronavírus pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a Aneel havia aprovado, temporariamente, a proibição de cortes por falta de pagamento entre 24 de março e 31 de julho para todos os consumidores.
 
SEGUE MANTIDO
 
A  Aneel aceitou estender a suspensão de cortes para as 9,5 milhões de famílias de baixa renda enquadradas no programa Tarifa Social até 31 de dezembro — período de vigência do decreto de calamidade pública.
 
AVISO
 
As distribuidoras deverão mandar aviso aos consumidores sobre a retomada dos cortes de fornecimento. As empresas também deverão cumprir uma nova lei aprovada pelo Congresso e sancionada pelo presidente Bolsonaro que proíbe o desligamento de serviços públicos nas sexta-feiras, sábados, domingos, feriados e no dia anterior ao feriado.
 
JÁ VALE
 
Em Rondônia, uma Lei Estadual já estabelece essas medidas.
 
SALDO POSITIVO
 
O 5º Batalhão de Polícia Militar de Rondônia (5º BPM – Batalhão Belmont), conseguiu um feito bastante positivo no primeiro semestre de 2020. Houve redução de até 50% nos crimes registrados na Zona Leste da capital, no período de 1° de janeiro a 1º de julho, em comparação ao mesmo período de 2019. 
 
PONTUAIS
 
Os dados apresentados configuram dez bairros da Zona Leste analisados, são eles: Ayrton Senna (50%), Cascalheira (47%), Ulisses Guimarães (47%), JK (40%), Teixeirão (39%), Três Marias (39%), Mariana (38%), Socialista (35%), Jardim Santana (30%) e São Francisco (25%).
 
REFORÇO POLICIAL
 
Segundo o comandante do 5º BPM, Major PM Renato Suffi, essa redução é resultado da intensificação do policiamento implantado em 2020. Também foram elaboradas estratégias de ações voltadas à realidade da Zona Leste, que permitem maior repressão aos crimes.
 
IMUNDICE
 
Moradores do bairro Areal mandaram fotos para a coluna mostrando a situação de abandono do campo da Associação Futebolística do Areal ( AFA ). O local virou um lixão e a comunidade pede ajuda da própria população para uma limpeza.
 
 
RECEPÇÃO
 
A comunidade também avisa que aguarda a chegada dos candidatos nas próximas eleições para uma “calorosa” recepção. 
 
 
DOIS PRAÇAS
 
Um comando no currículo. Na obra de Ariano Suassuna, O Auto da Compadecida, Cabo Setenta tinha dois praças sob suas ordens. O que difere a realidade da ficção? A ingenuidade de Setenta e sua autoridade independente.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS