BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: Governo de Rondônia ignora pandemia e paga penduricalhos salariais

Confira a coluna de Cícero Moura

CÍCERO MOURA/RONDONIAOVIVO

20 de Julho de 2020 às 08:53

Atualizada em : 20 de Julho de 2020 às 15:39

Foto: Divulgação

PASSOU DOS 178 MIL REAIS
 
No mês passado, o Secretário Estadual de Segurança, José Hélio Pachá, recebeu do Governo vencimentos no valor de R$ 178.662,54. O valor está no Portal Transparência do Governo e corresponde a verba rescisória que Pachá tem direito como militar da PM.
 
RECOMENDAÇÃO
 
Na verdade, não há nada de ilegal no pagamento o que chama atenção é que está em vigor uma recomendação do Tribunal de Contas para que o Governo não faça nenhum gasto considerado não estratégico ou essencial durante a pandemia de coronavírus.
 
RECOMENDAÇÃO 2
 
O TC alertou o Governo para reavaliar toda as despesas fixadas na LOA 2020, a fim de identificar aquelas que sejam essenciais e inadiáveis, separando-as das que possam ser adiadas, descontinuadas ou reduzidas ao mínimo necessário. 
 
OUTRO LADO
 
O Secretário Ajunto de Segurança, Hélio Gomes Ferreira, saiu em defesa de Pachá dizendo que: “quando ambos assumiram a Sesdec havia um grande passivo de verbas rescisórias, impondo severo ônus aos servidores da Segurança Pública, que já haviam dedicado a vida a tão árduo labor.
 
SEGUE A EXPLICAÇÃO
 
“Havia servidores aposentados há mais de dois anos que não tinham recebido seus direitos. Anteriormente, optava-se por pagarem as verbas rescisórias em pequenas parcelas, que de tão diluídas não permitiam ao servidor experimentar totalmente os benefícios advindos de tal direito, por isso, depois de receber a aprovação dos órgãos competentes, passamos a pagar em menos parcelas e, a depender do valor, em parcela única”, finaliza o Secretário Adjunto.
 
TAMBÉM FOI BENEFICIADO
 
Vale lembrar que o Secretário Adjunto da Segurança, Hélio Gomes Ferreira, também  foi agraciado com pagamento de uma licença prêmio já durante a pandemia. A Portaria autorizando o pagamento foi assinada pelo secretário José Hélio Pachá em 04 de março.
 
 
NÃO RECEBERAM
 
O curioso nos pagamentos autorizados pela Sesdec é que, diferente do que o delegado Hélio Gomes informou, tem sargentos e oficiais de menor posto na PM que afirmam já ter perdido a conta do número de pedidos que fizeram para liberação de suas verbas rescisórias.
 
VALORES MUITO MENORES
 
Dois sargentos e um tenente que mandaram cópias de seus processos para a Coluna, relatam que o critério de pagamento seria  muito mais político do que por merecimento. Eles alegam que aguardam há mais de ano para receber verbas que variam entre 10 e 15 mil reais.
 
ESCLARECIMENTO
 
Importante dizer que esse caso envolvendo a Sesdec foi parar nas redes sociais como um ato imoral e não ilegal. Diante da repercussão negativa, o delegado Hélio Gomes saiu em defesa do seu chefe, coronel Pachá, também nas redes sociais. 
 
ACABOU A RESTRIÇÃO 
 
A vida voltou ao normal no Espaço Alternativo, na capital. Na noite de ontem, centenas de pessoas no local e uma presença discreta da Polícia Militar. 
 
IRRESPONSABILIDADE 
 
Entre as pessoas que queriam caminhar um pouco, passear ou namorar também estavam alguns costumeiros irresponsáveis. Eles são aqueles imbecis que ignoram os riscos e "rasgam" a pista em alta velocidade. 
 
TERCEIROS
 
Quando os idiotas colocam a própria vida em risco as pessoas nem sentem muito, o problema é pôr em perigo à integridade física de quem não tem nada a ver com a irresponsabilidade dos inconsequentes. 
 
OBRA
 
Duas jovens andando de patins quase caíram ao cruzar sobre a laje quebrada na calçada. Sugiro que as pessoas que tenham essa prática na pista andem com muita atenção, já que esperar por reparo da prefeitura, a curto prazo, é algo meio improvável. 
 
 
PERGUNTA
 
Por falar em prefeitura, enquete do Rondoniaovivo em sua página do Facebook questionou os internautas se o serviço oferecido nas UPAs e UBS melhorou ou piorou sob a tutela do ex-promotor de Rondônia, Hildon Chaves (PSDB).
 
PIOROU
 
Para 86% (1.200) dos internautas a gestão piorou com Chaves, já outros 14% (200) consideram que melhorou. Participaram da enquete, que não tem base científica, 1.400 internautas até o fim da manhã de sexta-feira (17).
   
FICAR CALADOS
 
A Polícia Militar de Rondônia divulgou memorando interno alertando à corporação, tanto policiais quanto bombeiros, sobre a proibição de manifestações em redes sociais, incluindo grupos de WhatsApp.
 
FICAR CALADOS 2
 
A instituição afirma que o Regulamento Disciplinar da Polícia Militar prevê como transgressões de natureza grave, divulgar informações reservadas ou fazer publicamente comentários que coloquem em descrédito o Governo ou a Corporação.
 
MORDAÇA
 
Policial não é pago pra falar, deve ficar quieto. Haja o absurdo que houver, o servidor público da segurança não pode se manifestar em público. 
 
NÃO GOSTOU
 
Fico pensando qual teria sido a manifestação que desagradou um dos déspotas para que fosse enviado à tropa o que a tropa já sabe desde o momento em que veste uma farda.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS