BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: A irresponsabilidade de quem não se importa com a dor de uma família

Confira a coluna de Cícero Moura

CÍCERO MOURA/RONDONIAOVIVO

17 de Julho de 2020 às 08:34

Foto: Divulgação

FUXICO
 
O título acima é uma referência a quem faz da mentira um meio de popularidade, mesmo que isso possa abalar pessoas. Ainda bem que a gamela sobre a morte do deputado Jean Oliveira ficou somente entre impostores, não chegou nem perto da redação do Rondoniaovivo.
 
FUXICO 2
 
Tão logo surgiu a “noticia” de que o deputado havia sucumbido ao Covid-19, nossa redação começou a receber mensagens e telefonemas com pessoas perguntando porque não demos a “informação”.
 
FUXICO 3
 
A resposta é fácil e óbvia. Simplesmente porque era mentira. Jean Oliveira continua internado em São Paulo, no hospital Albert Eisten, lutando contra o coronavírus.
 
FUXICO 4
 
A posição da  família foi evitar conversar com a imprensa sobre o assunto. Claro que respeitamos isso, mas não vejo como uma boa estratégia justamente pelos fuxiqueiros de plantão. 
 
FUXICO 5
 
Existem pseudo jornalistas ou até mesmo pessoas sem noção que fazem da desgraça um meio de vida ou de chamar a atenção. Não é nosso caso. Somos um site com DNA policial, mas jamais vamos constranger e aumentar a dor de uma família por conta de notícia leviana ou falsa.
 
FUXICO 6
 
Um amigo da família, que prefere se manter reservado nesse momento, me informou que o tratamento do deputado segue dentro do que foi planejado pela equipe médica. Não houve grande evolução no quadro clínico, no entanto também não há agravamento do estado de saúde.
 
FUXICO 7
 
Em meio ao desrespeito que se viu diante da situação delicada vivida pelos familiares, nos deparamos com mais um fato positivo  que nos orgulha. Entre as pessoas que ligaram para saber sobre a saúde do deputado estava o seu Antônio Rufino.
 
FUXICO 8
 
Seu Rufino é um simpatizante do trabalho do jovem deputado e pelo telefone nos disse:
 
-Estão falando que o deputado morreu, mas eu não acredito porque não vi vocês divulgarem nada.
 
Pois é seu Rufino. O deputado Jean continua internado e em tratamento. Do mesmo modo que o senhor, estamos torcendo pela saúde do parlamentar.
Ah!! E obrigado pela confiança em nosso veículo de comunicação.
 
NÃO PRECISA OUTRO EXAME
 
Empresas privadas e órgãos públicos não podem exigir novo teste de Covid-19 como condição para retorno do funcionário ao trabalho, após cumprimento do período em quarentena. É o que estabelece uma das medidas que está em Portaria do Governo Federal, publicada mês passado.
 
 
SEM RAZÃO
 
O texto diz que não deve ser exigida testagem laboratorial para a Covid-19 de todos os trabalhadores como condição para retomada das atividades do setor ou do estabelecimento por não haver, até o momento da edição da portaria, recomendação técnica para esse procedimento”.
 
CHAMADOS
 
A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), afirma que está recebendo constantes ligações de pessoas que solicitam novo teste para comprovar ao empregador que não tem mais o vírus.
 
RETORNO AO TRABALHO
 
O retorno após o período de quarentena deve acontecer se o trabalhador não apresentar nenhum sinal ou sintoma da doença por 72 horas ininterruptas. Informações também enfatizadas no Boletim Epidemiológico 07, publicado pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.
 
LEGISLAÇÃO
 
A Justiça do Trabalho informou que se a empresa exige um novo teste como condicionante para a volta das atividades laborais deve oferecer essa condição ao trabalhador.
 
MUNDIAL
 
A Organização Internacional do Trabalho (OIT) também publicou dois documentos de orientação sobre condições seguras e eficazes de retorno ao trabalho durante a pandemia da Covid-19. De acordo com a entidade, as medidas podem consistir na instalação de barreiras físicas, melhoria da ventilação ou adoção de horários flexíveis de trabalho, além de práticas de limpeza e higiene e uso de equipamento de proteção individual.
 
NOVA ATITUDE
 
Bolsonaro mudou o discurso e disse que não recomenda o uso de Hidroxicloroquina. Fico pensando se sua Grei aqui em Rondônia também vai mudar de posição.
 
NOVA ATITUDE 2
 
Tem gente que me perguntou se eu tenho alguma dúvida em relação a isso. Claro que não!
 
DE NOVO A CAIXA
 
As falhas do Caixa Tem estão provocando aglomerações nas agências bancárias da Caixa. A Fenae alerta para o risco à saúde que isso significa tanto para usuários quanto para os funcionários da instituição.
 
 
COFRE DO AUXÍLIO
 
O mais curioso é que a conta Caixa Tem virou parada obrigatória do dinheiro do auxílio emergencial e do FGTS. Com a justificativa de que liberar o saque iria causar lotações nas agências, a Caixa obriga o usuário esperar meses para sacar o benefício.
 
PASSOU DE 100%
 
Uma pesquisa da Mobills, startup de gestão de finanças pessoais, constatou que os gastos com os principais aplicativos de entregas focados no delivery de comida (Rappi, Ifood e Uber Eats) cresceram 103% no primeiro semestre de 2020.
 
NÚMEROS
 
Em março, início da quarentena no Brasil, os serviços de delivery tiveram uma queda de 16,98% em comparação a fevereiro. Em abril, o crescimento representou 60,67% em relação a março, e em maio, 39,58% em comparação com abril. Em junho, o avanço foi mais discreto, mas manteve a tendência de alta, com crescimento de 4,32% em relação a maio.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS