BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: MP determina transparência nas ações da prefeitura em relação ao coronavírus

Confira a coluna de Cícero Moura

CÍCERO MOURA/RONDONIAOVIVO

03 de Julho de 2020 às 08:59

Atualizada em : 03 de Julho de 2020 às 14:10

Foto: Divulgação

SEJA CLARO
 
O Ministério Público de Rondônia solicitou que o Prefeito de Porto Velho faça a imediata correção, no Portal da Transparência da Prefeitura, de todos os gastos e demais dados em relação ao enfrentamento à pandemia do coronavírus (covid-19).
 
ATUALIZAÇÃO
 
A orientação é baseada em recente divulgação de Ranking em Transparência de capitais brasileiras, com relação aos gastos com o combate à pandemia, segundo o qual o Município de Porto Velho figura em último lugar. O MP concedeu o prazo de cinco dias para que a Prefeitura informe as providências adotadas.
 
SEM NOÇÃO
 
O governador Marcos Rocha reafirmou em vídeo conferência com deputados estaduais que a contaminação pelo coronavírus não ocorre no comércio. Tomara que isso seja apenas coisa da cabeça do Governador, pois é inimaginável que uma autoridade em saúde tenha falado um absurdo desse.
 
EXPLICAÇÃO
 
Para justificar tamanho desatino, Rocha disse que há a preocupação de se fazer uma conciliação entre a abertura do comércio e, ao mesmo tempo, a não contaminação da população. 
 
RISCO
 
Realmente o risco de contaminação pode ser mínimo se todas as normas de saúde forem seguidas à risca, o que não vem acontecendo. Aqui no Rondoniaovivo recebemos inúmeras denúncias de trabalhadores com sintomas de Covid-19  que estão sendo obrigados a trabalhar. A maioria das pessoas se cala com receio de perder o emprego.
 
TEM RAZÃO
 
Uma afirmação positiva de Marcos Rocha, e que faz muito sentido, é o desrespeito das pessoas que promovem aglomerações em balneários, festas e outros eventos fechados. 
 
HOMENAGEM
 
Ele era cliente de carteirinha do Buraco do Candiru, ponto de encontro de jornalistas, escritores, advogados, médicos, historiadores e outros profissionais. E foram os próprios frequentadores que fizeram o pedido e a Câmara de Vereadores atendeu. 
 
 
HOMENAGEM 2
 
A rua Guiana, onde fica o “Buraco”,  agora passou a se chamar  Euro Tourinho. Uma singela homenagem ao  jornalista quase centenário que morreu, em novembro do ano  passado, aos 97 anos. 
 
 
SUGESTÃO 
 
Em março deste ano, um grupo formado por 10 renomados profissionais, entregou uma proposta ao presidente da Câmara de Vereadores, Edwilson Negreiros (PSB), para mudar o nome da Rua Guiana (bairro Embratel) para Alameda Jornalista Euro Tourinho.
 
CURRÍCULO
 
Era uma maneira de homenagear o profissional da comunicação mais longevo de Rondônia e fundador do centenário jornal Alto Madeira. Euro Tourinho era considerado “presidente de honra da Confraria do Buraco do Candiru”, estabelecimento cultural fundado há quase cinco.
 
ÍDOLO
 
Segundo o dono do Buraco do Candiru, o também jornalista Marcus Vinicius Danin,  o nobre homenageado sempre foi recebido com reverências. Tanto que é considerado seu presidente de honra.
 
 
CAUSOS
 
A presença de Euro no local contagiava, sempre alegre e com suas histórias. Tourinho, segundo  Marcos, também era um ouvinte atento e respeitoso, seja qual fosse o tema. Muito justa a homenagem dada ao ilustre jornalista.
 
SAÚDE INDÍGENA
 
O Distrito Sanitário Especial Indígena ( DSEI ), de Porto Velho, está com Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena  - EMSI, atuando em várias aldeias do estado. Ontem foram enviados para o Polo Base de Guajará-Mirim vários EPIs necessários para proteção individual.
 
 
NECESSIDADE
 
Estão sendo distribuídas máscaras, álcool em gel, kits de Higiene com escova dental, creme dental e sabonete. As comunidades também recebem orientações e palestras sobre a prevenção do Covid19.
 
SOLIDARIEDADE
 
Os EPIs foram doados pelos "DOUTORES DA AMAZÔNIA ", que em breve, estarão  enviando mais insumos para o Distrito Sanitário Especial Indígena. Mais de 20 profissionais estão empenhados nas ações. 
 
 
MÁSCARAS E KITS
 
No Polo Base de Guajará, foram entregues 220 máscaras de tecido e 170 kits de Higiene Bucal, distribuídos nas linhas 14, 20, 24 e Aldeia Ribeirão da cidade de Nova Mamoré/RO. Nas aldeias Semap e Lage Novo, foram entregues 159 máscaras em tecido e 80 kits de higiene bucal. 
 
 
EQUIPE
 
Segundo Luiz Tagliani, Coordenador do DSEI/Porto velho, as Equipes Multidisciplinares  de Saúde Indígena,  são formadas por Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem, Assistentes Sociais, Odontólogos, Nutricionistas e Farmacêuticos, além do apoio administrativo das Casais - Casa de Apoio à Saúde Indígena.
 
PAROU DE ATENDER
 
Com a volta da fase 1 de combate ao coronavírus, o Detran/RO suspendeu as atividades por 14 dias nas unidades Tudo Aqui centro, Porto Velho Shopping, Ji-Paraná e Rolim de Moura. A medida teria sido tomada devido à falta de EPIs para os servidores trabalharem.
 
 
DENÚNCIA
 
Servidores do Departamento teriam denunciado ao sindicato da categoria e também na polícia que teriam sido orientados a continuar trabalhando mesmo sem os equipamentos de proteção recomendados pelos órgãos de saúde.
 
OUTRO LADO
 
O Detran não respondeu o e-mail da coluna até o fechamento desta edição.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS