BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: Estudo revela que uma nova classe deve surgir até 2050, a dos inúteis

Confira a coluna de Cícero Moura

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

26 de Fevereiro de 2020 às 13:51

Foto: Divulgação

DOMÍNIO DAS MÁQUINAS


Com o avanço da inteligência artificial, os humanos serão substituídos na maioria dos trabalhos que hoje existem. Novas profissões irão surgir, mas nem todos conseguirão se reinventar e se qualificar para essas funções. As afirmações são de Yuval Noah Harari, professor da Universidade Hebraica de Jerusalém e autor do livro Sapiens – Uma Breve História da Humanidade, pensa ter a resposta.


SEM UTILIDADE


Em artigo publicado no The Guardian, intitulado O Significado da Vida em um Mundo sem Trabalho, o escritor comenta sobre uma nova classe de pessoas que deve surgir até 2050: a dos inúteis. 

 

NÃO TERÃO ONDE TRABALHAR

 

"São pessoas que não serão apenas desempregadas, mas que não serão empregáveis", diz o historiador.
De acordo com Harari, esse grupo poderá acabar sendo alimentado por um sistema de renda básica universal. A grande questão então será como manter esses indivíduos satisfeitos e ocupados. “As pessoas devem se envolver em atividades com algum propósito. Caso contrário, irão enlouquecer. Afinal, o que a classe inútil irá fazer o dia todo?”.

 

O QUE FAZER


 
Uma das possíveis soluções, apontadas pelo professor, são os games de realidade virtual em 3D. “Na verdade, essa é uma solução muito antiga. Por centenas de anos, bilhões de humanos encontraram significados em jogos de realidade virtual. No passado, chamávamos esses jogos de ‘religiões’”, afirma Harari. 

 

NA PRÁTICA

 

Diz o professor: “Se você reza todo dia, ganha pontos. Se você se esquece de rezar, perde pontos. Se no fim da vida você ganhou pontos o suficiente, depois que morrer irá ao próximo nível do jogo (também conhecido como céu)”.
Mas a ideia de encontrar significado na vida com essa realidade alternativa não é exclusividade da religião, como explica o professor. "O consumismo também é um jogo de realidade virtual. Você ganha pontos por adquirir novos carros, comprar produtos de marcas caras e tirar férias fora do país. E, se você tem mais pontos que todos os outros, diz a si mesmo que ganhou o jogo”.


ISRAEL

 

Para o escritor, um exemplo de como funcionará o mundo pós-trabalho pode ser observado na sociedade israelense. Alguns judeus ultraortodoxos não trabalham e passam a vida inteira estudando escrituras sagradas e realizando rituais religiosos. Esses homens e suas famílias são mantidos pelo trabalho de suas esposas e subsídios governamentais. “Apesar desses homens serem pobres e nunca trabalharem, pesquisa após pesquisa eles relatam níveis de satisfação mais altos que qualquer outro setor da sociedade israelense”, afirma Harari.

 

FICÇÃO

 

Segundo o professor, o significado da vida sempre foi uma história ficcional criada por humanos, e o fim do trabalho não irá necessariamente significar o fim do propósito. Ao longo da história, muitos grupos encontraram sentido na vida mesmo sem trabalhar. O que não será diferente no mundo pós-trabalho, seja graças à realidade virtual gerada em computadores ou por religiões e ideologias. "Você realmente quer viver em um mundo no qual bilhões de pessoas estão imersas em fantasias, perseguindo metas de faz de conta e obedecendo a leis imaginárias? Goste disso ou não, esse já é o mundo em que vivemos há centenas de anos”.

 

2 DE MARÇO

 

A Secretaria da Receita Federal divulgou as regras para preenchimento da Declaração do Imposto de Renda 2020, ano-base 2019. O prazo para a apresentação começa em 2 de março e se estende até 30 de abril. O download do programa do IR já está disponível no site da Receita. O Fisco espera receber cerca de 32 milhões de declarações neste ano. A multa para o contribuinte que não entregar a declaração no prazo terá valor mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% do imposto devido.

 

JULGAMENTO ADIADO


O Supremo Tribunal Federal (STF) protelou o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade que questiona os benefícios tributários concedidos aos defensivos agrícolas. O presidente, ministro Dias Toffoli, já havia adiantado que a corte deveria adiar o caso por falta de tempo na sessão. Ainda não há nova data para o julgamento.

 

QUESTIONAMENTO

 

A ação foi movida para questionar a redução de 60% na base de cálculo do ICMS, e também a autorização para os estados isentarem o tributo incidente sobre os produtos. Os produtores temem que o STF julgue inconstitucionais as benesses tributárias sobre os pesticidas.

 

AERONAVES NO CHÃO


Não é só em Rondônia que os bombeiros tem aeronaves que não podem voar. No acre, 03 estão em solo e sem previsão de operacionalização. O Harpia 1, helicóptero que se envolveu num acidente com um caminhão-baú no último mês eu em janeiro, foi danificado e está sem previsão de voltar a voar. 


OUTRO HELICÓPTERO


Helicóptero doado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública se encontra em manutenção. Não há previsão de conclusão do trabalho uma vez que o serviço é feito fora do estado.


SEM CONDIÇÕES


Um  avião, objeto de parceria com a Polícia Rodoviária Federal, também não tem condições de sair do solo. Falta regularizar documentação junto à Anac. Isso poderia não ser problema se os bombeiros do Acre resolvessem ignorar a questão legal, como acontece em alguns estados da federação.


QUEM SE IMPORTA


O flagrante enviado para a coluna mostra que, infelizmente, em nossa capital empresas terceirizadas podem fazer o que bem entender que não há um órgão fiscalizador. A fiação, provavelmente de telefonia ou TV a cabo, caiu, foi amarrada na placa de sinalização e pronto. Problema resolvido.


VISUAL

 

Mas e a lei de postura e poluição visual de nossa Porto Velho? Hã!! Onde tem isso? Quem liga se está feio ou não ? Quem se importa se um fio caiu e foi amarrado de qualquer jeito? Me parece que uma coisa é fato: no Poder Público Municipal ninguém liga pra isso.


NOVO DONO


A Faculdade São Lucas, em Rondônia foi vendida para o grupo mineiro Afya Educacional. O valor do negócio girou em torno de R$ 342 milhões. A reunião aconteceu na sexta-feira (21) e o anúncio oficial deve acontecer nos próximos dias.

EM 60 DIAS
 
A partir de maio o grupo assumirá 100% do comando da São Lucas, já que ainda são necessárias algumas questões de ordem administrativa e autorização do CADE (Conselho de Administração de Defesa Econômica). A São Lucas havia comprado a Ulbra em Rondônia.

 

RECEITA


 
A Faculdade São Lucas é uma instituição de ensino superior que atua nas cidades de Porto Velho e Ji-Paraná, no norte de Rondônia, tendo gerado receita bruta de R $ 227 milhões, sendo 65% provenientes de cursos de saúde. 

 

GIGANTE


 
A Afya Educacional é o maior grupo de faculdades de medicina do país, com 1.352 vagas no total. Em 2019 a Afya Educacional foi a primeira empresa de educação médica do mundo a abrir capital na bolsa americana Nasdaq – além de ser o primeiro IPO brasileiro de 2019 nesta bolsa. A ação passou a ser negociada sob a sigla AFYA. A captação inicial chegou a U$ 300 milhões, superando a meta inicial, que era de U$269 milhões.


FÉRIAS NA POLÍTICA


Calma, o “descanso” ainda não terminou. Até segunda ainda dá para aproveitar mais um pouco.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS