PROMESSA: Léo Moraes diz que vai construir Heuro com recursos do próprio Estado

Candidato ao governo também disse que vai assumir o Hospital Regional de Guajará Mirim no primeiro dia de governo

PROMESSA: Léo Moraes diz que vai construir Heuro com recursos  do próprio Estado

Foto: Divulgação

 

O candidato ao governo Léo Moraes (Podemos) está finalizando seu plano de gestão para a saúde, com compromissos que vão mudar toda a dinâmica de funcionamento da saúde pública e posicioná-la como uma das melhores do país.
 
Um dos projetos mais ousados, sem dúvida, será a construção do Hospital de Emergências e Urgências (HEURO), com recursos disponíveis nos cofres do governo. “Vamos colocar um fim no desrespeito e iniciar um novo tempo para o atendimento à saúde de alta complexidade na capital, com atendimento digno e tecnologia de primeiro mundo”, afirmou Léo Moraes.
 
Também disse que seu governo vai assumir o Hospital Regional de Guajará-Mirim no primeiro dia de governo, colocando um ponto final na “novela” que se arrasta atualmente e iniciando o atendimento ao público no primeiro semestre de gestão.
 
Para que essa mudança radical aconteça, uma das primeiras coisas que vai fazer é a descentralização e regionalização, de forma a aproximar o atendimento ao cidadão, oferecer uma saúde mais perto de quem precisa, com oferta de consultas, exames de baixa complexidade e cirurgias eletivas, através de convênios com as prefeituras.
 
Nas unidades hospitalares vai implantar o atendimento humanizado em toda a rede hospitalar estadual investindo em capacitação das equipes de atendimento primário na capital e interior.
 
Outro importante compromisso que está assumindo com a população é o de diminuir as taxas de mortalidade infantil, que em Rondônia hoje é a segunda maior do país. Para tanto vai investir num robusto programa de saneamento, articulado com programas de atendimento neonatal, assistência e orientação às grávidas e fortalecimento das campanhas de vacinação.
 
Também vai por em ação o serviço de telemedicina: atendimento híbrido, online (com app) e presencial, para reduzir a fila de mais 60 mil pessoas que esperam o primeiro atendimento.
 
Fim do apadrinhamento
 
Outra importante ação que está sendo proposta é dar transparência na regulação, acabar com apadrinhamento de todo tipo no agendamento de exames “Ninguém vai furar fila nem vai ser privilegiado”. Com isso será possível ampliar a oferta e acelerar a realização de exames como ultrassonografia, ressonância e tomografia computadorizada.
 
O plano de gestão prevê ainda a distribuição de medicamentos nas macrorregiões Madeira Mamoré e Vale do Jamari e Eixo do Café, Vale do Guaporé, Zona da Mata, Cone Sul e Central.
Direito ao esquecimento

Você já decidiu em quem votar para deputado(a) estadual, federal, senador(a) e presidente?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Clinica Maestria LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS