BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ENSINO SUPERIOR: Programa Faculdade da Prefeitura ajuda a formar o primeiro doutor da família

Em live, candidato Hildon Chaves explica ações voltadas ao ensino superior

ASSESSORIA

28 de Outubro de 2020 às 15:36

Foto: Divulgação

O jovem acadêmico Felipe teve participação especial na live da noite de terça-feira (27) do prefeito Hildon Chaves (PSDB), que concorre à reeleição. Ele foi contar como conquistou o sonho de estudar Medicina em uma instituição particular a partir do programa Faculdade da Prefeitura, voltado a pessoas em situação de vulnerabilidade.
 
Felipe, presidente de uma atlética acadêmica, uma organização sem fins lucrativos para a integração de acadêmicos, contou que teve poucas oportunidades de estudar em escola particular, mas conseguiu se preparar para o vestibular e foi aprovado em uma instituição privada. Foi beneficiado, então, pelo programa Faculdade da Prefeitura.
 
“Esse programa não é ligado à Secretaria Municipal de Educação (Semed), e sim à Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf), porque trata-se de um mecanismo de inclusão social. Com isso conseguimos formar o primeiro doutor em uma família que nunca teve acesso ao ensino superior”, explicou Hildon Chaves.
 
Até agora são 745 moradores de Porto Velho beneficiados com o programa, que começou em 2010. Até 2016 haviam sido atendidos 178 alunos, mas de 2017 a 2020 foram mais 567. “Esses outros Felipes estão cursando as mais diversas carreiras nas instituições de ensino particulares, justamente devido ao programa Faculdade da Prefeitura, voltado para atender os que mais precisam”, detalhou Hildon Chaves.
 
Bônus Regional
 
Hildon Chaves explicou que a Universidade Federal do Acre instituiu o bônus de argumento regional de 15% na nota do Enem para quem estudou nas escolas acreanas e em algumas escolas de Rondônia localizadas em Extrema, Nova Califórnia e Vista Alegre.
 
Os alunos vêm de outros estados e ocupam nossas vagas, estudam determinado tempo e voltam para seus estados. Me reuni com o reitor da Unir, mas como o mandato dele está terminando, ele não quis assumir o compromisso de fazer algo parecido. Mas ele encaminhará uma exposição de motivos para que a Unir analise a solicitação”, contou Hildon Chaves.
 
De acordo com o prefeito, o bônus de argumento regional deve ser uma bandeira não só do prefeito, mas da bancada federal e dos deputados estaduais, porque atenderá quem mora em Rondônia.
 
A primeira-dama Ieda Chaves disse que em muitos casos a vaga ocupada pelo aluno de fora pode ser considerada perdida. “Muitas vezes ele consegue uma transferência, ou então passa no vestibular em outro estado. Esse bônus pode beneficiar muitos estudantes de Rondônia”, afirmou.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS