DIVERTIMENTO: Sete filmes infantis que são verdadeiras pérolas para a criançada assitir

A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas (2021) está entre eles

DIVERTIMENTO: Sete filmes infantis que são verdadeiras pérolas para a criançada assitir

Foto: Divulgação

Veja a lista de sete filmes para divertir a criançada que já está  cansada dos mesmos filmes. É só clicar e assitir na Netflix - Mundo dos pequeninos, Pachamama, A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas (2021), É o bicho! A jornada de Vivo, Arlo, o menino jacaré e o O parque dos sonhos
 
 
1. Mundo dos pequeninos
 
https://www.youtube.com/watch?v=VlMe7PavaRQ&ab_channel=WaltDisneyStudios
 
Imagine se, embaixo do seu assoalho, vivesse uma família de minúsculos seres humanos? É o que acaba descobrindo o jovem e debilitado Sho. O garoto vai passar uma temporada na velha casa e se depara com Arrietty, uma pequena e corajosa menina, que sobrevive com a família escondida no chão, longe da vista de todos.
 
Apesar da diferença de tamanho, os dois aprendem que se confiarem um no outro, suas realidades tão diferentes podem ganhar mais sentido. O trailer está em inglês, mas dá para ter uma visão do que esperar do filme de 2010, do inconfundível Studio Ghibli.
 
É especial porque... Pode não ser um dos longas mais famosos do estúdio japonês, conhecido por " Meu Amigo Totoro" e "Castelo Animado", mas os elementos delicados e surreais estão todos ali, recheados por uma trama bonita e leve sobre amizade e valentia. 
 
2. Pachamama
 
https://www.youtube.com/watch?v=QrOwxPPfzy8&ab_channel=NetflixFutures
 
Para poder descobrir quem somos, muitas vezes precisamos entender de onde viemos. Esta é a lição que o aventureiro Tepulpaï vai descobrir ao sair em uma jornada para recuperar uma estatueta sagrada de seu povo. No desejo de se tornar um grande xamã de sua aldeia inca, o garoto, ao lado da amiga, Naïra, vai precisar compreender suas ancestralidades para então, conseguir entender qual é o seu propósito. 
 
É especial porque... Foge do eixo das animações norte-americanas e resgata a importância de um símbolo da cultura andina, a Pachamama, bem resumidamente, a ligação que temos com a Terra, o tempo, o mundo espiritual e o sentido da vida.
 
3. A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas (2021)
 
https://www.youtube.com/watch?v=_8kRAlYnmvU&ab_channel=NetflixBrasil
 
Ok, vamos falar a verdade: este não é exatamente um "lado B" da Netflix, já que foi uma das produções originais da plataforma que fez sucesso quando foi lançada em abril de 2021. No entanto, como muito dos conteúdos de lá, passado o período de estreia, ele ficou perdido no meio do imenso catálogo de filmes, mas não deveria: trata-se de uma animação muito boa para ficar empoeirada.
 
Cheio de memes e referências moderninhas, o filme conta a história da família Mitchell que sai numa road trip para levar a filha mais velha à faculdade em um timing bem infeliz, exatamente quando robôs malvados decidem  dominar a humanidade.
 
É especial porque... O apocalipse tecnológico vira metáfora para encerramentos de ciclos, onde pais precisam lidar com o fato de que filhos crescem. Estes, por sua vez, necessitam revisitar suas histórias de vida para não perder a conexão familiar. Tudo validado com muito amor (e memes!)
 
4. É o bicho!
 
https://www.youtube.com/watch?v=i-g6TmChBfg&ab_channel=Th%C3%A9oMaluco
 
A premissa deste filme é bem engraçadinha: Owen é um homem bem infeliz em seu trabalho de testador de biscoito de cachorros até que um dia, ele recebe como parte de uma herança, um circo e uma caixa mágica de bolachas. Cada uma das guloseimas possui o formato de um bicho e, veja só, quem o come, se transforma no tal animal.
 
Tudo muito divertido e perfeito para salvar o circo, mas acaba se transformando em uma aventura para que os biscoitos não caiam nas mãos erradas e arruínem o sonho de salvar o picadeiro.
 
É especial porque... nos faz repensar nossas escolhas. Por que não sair do trabalho que odiamos e tentar recomeçar? Por que deixar que a rotina nos afaste da nossa família? O mote deste longa de 2017 é resgatar os nossos desejos mais profundos.
 
Ah! E uma curiosidade: apesar de bonito e bem produzido, o filme enfrentou dificuldades para ser lançado no cinema e acabou sendo comprado pela Netflix. Atente-se para o elenco de estrelas que dubla os personagens principais: John Krasinski, Emily Blunt, Danny DeVito, Ian McKellen e Sylvester Stallone.
 
5. A jornada de Vivo
 
https://www.youtube.com/watch?v=nJvfp2njodk&ab_channel=NetflixBrasil
 
Um jupará muito talentoso fazia uma parceria genial com um músico veterano pelas ruas de Cuba até que um dia, ele se vê sozinho e com uma missão: entregar uma música escrita por Andrés, seu cuidador, para a cantora Marta, o grande amor da vida dele que fará um grande show em Miami.
 
O macaquinho contará com a ajuda da carismática Gabi para completar a sua jornada, repleta de músicas, cores e alguns perigos. A garotinha, aliás, vale muito como exemplo para os pequenos, já que nunca abre mão da sua autenticidade e desejos.
 
É especial porque... Fala sobre a cultura cubana para crianças e é sempre um frescor ver diversidade de povos e tradições em obras infantis. Também é perfeito para pais e filhos que amam tramas com muita música - neste caso, a trilha leva a assinatura de Lin-Manuel Miranda, o compositor e dramaturgo por trás do sucesso "Hamilton" e nome forte dos musicais de palco norte-americanos. 
 
6. Arlo, o menino jacaré
 
https://www.youtube.com/watch?v=-YEA2iALOJY&ab_channel=TrailersemPortugu%C3%AAs
 
Você já deve ter passado pela capinha de Arlo ao rodar pela Netflix e nunca ter tido vontade de assistir. Mas saiba que é só dar o play para ver que ele é bem diferente das outras produções infantis - e acaba de ganhar uma continuação "I Arlo".
 
Na trama, o menino jacaré é criado pela avó, que o incentiva a sair do pântano e ir conhecer seu pai em Nova York. Muito simpático e sensível, Arlo faz uma série de amigos pelo caminho e é aí que mora a graça deste desenho.
 
É especial porque... Não é o que parece. Pode até soar como mais uma trama nonsense, mas são os personagens surreais que dão o diferencial na história, já que todos trabalham aspectos da diversidade e enaltecem que são as particularidades de cada um que nos fazem ser quem somos no mundo. "Por causa de você, aprendi que diferente é a melhor coisa que alguém pode ser", diz a personagem Bertie para Arlo.
 
Uma curiosidade: Se você, mãe ou pai, é fã da série de transformação Queer Eye, saiba que a voz do personagem Furlecia é do cabeleireiro Jonathan Van Ness. Fabulous!
 
7. O parque dos sonhos
 
https://www.youtube.com/watch?v=zy_AFGqkHVk&ab_channel=Ingresso.com
 
Mais um dos filmes que entraram no catálogo, fizeram sucesso por um tempo e se perderam no imenso menu da Netflix. ‘O Parque dos Sonhos’ conta a história de June, uma menina muito criativa que bola um parque em miniatura junto com sua mãe.
 
Só que o projeto começa a ruir a medida que a mãe adoece e June vai se perdendo dentro da tristeza que passa a dominar seus dias. Muito deprimida, ela foge de uma excursão da escola e vai parar magicamente no tal parque que tinha criado, agora destruído. Mas como é possível? Com a ajuda de um time de amigos, ela vai tentar descobrir como reconstruir o lugar e trazer de volta a alegria.
 
É especial porque... fala sobre depressão infantil de uma forma bonita e cheia de sutileza. Através de metáforas, o longa mostra que é possível lidar com as nossas sombras, resgatar a nossa força interna e recomeçar com a ajuda da família e amigos especiais.
 
TEXTO/FONTE: MSN
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS