LABORATÓRIO CULTURAL: Sesc abre inscrições para Oficina Corpo em Movimento, com atriz Andressa Silva

A ação formativa é volta para pessoas a partir dos 18 anos de idade

LABORATÓRIO CULTURAL: Sesc abre inscrições para Oficina Corpo em Movimento, com atriz Andressa Silva

Foto: Daniel Sena

A oficina acontecerá a partir desta quarta-feira,12, e se estende até o dia 21/5, no formato on-line, no horário das 19 às 21h30 ( Horário de Rondônia). A classificação é 18 anos.

 

 Trata-se de uma ação formativa na qual a proposta é vivenciar práticas corporais com foco em desenvolver a consciência corporal, provocando experimentações a partir do próprio corpo como principal fonte de pesquisa, dialogando da estrutura anatômica a estrutura emocional e psicológica.

 

 

INSCRIÇÕES: http://bit.do/sescrondonia-corpoconsciente

 

Quem é Andressa Silva

 

O Teatro encantou Andressa Silva para mergulhar em suas águas turvas e amadeiradas aos seus 17 anos.

 

Latina Amazônica de Porto Velho – RO de classe média foi contemplada com uma concorrida vaga para um curso livre de Artes Cênicas em 2011 quando existia ministério da cultura, ainda.

 

Adquiriu o DRT 819 aprendendo a nadar pelas águas do profundo rio madeira, dando vida aos personagens Catirina, Aurora, Branca, Estela, Xirley, Penélope, Urbana entre outras que subiram nos palcos das 5 regiões do Brasil atuando em projetos como Amazônia das Artes, Palco Giratório, Festival de Teatro da Amazônia entre outros.

 

O caminho para uma atriz na Amazônia não é fácil, e como é importante segurar as mãos uns dos outros para que juntos possamos fazer o que não podemos fazer sozinhos, assim é a realização de seus trabalhos com coletivos como Beradera Companhia de Teatro/RO, Vento Forte/SP, Abstractus/RO, Núcleo Atores Ativos, Opus/RO, Gaia Núcleo Artístico/RO e Coletivo Banzeiro Cênico/RO.

 

Suas personagens falaram através da arte do cinema com o curta “Quimera” dirigido por Tarcísio Lara Puiati e EVA dirigido por George Bentley.

 

Nos caminhos dançantes o corpo se imbui de sotaques e movimentos, Andressa Silva desbrava o próprio corpo que habita e nele encontra suas raízes, dança Carimbó no Grupo Flor do Puruí, Ballet Clássico na Opus Ballet e Dança Contemporânea na Gaia Núcleo Artístico. Na música Andressa Silva compôs Liberdade e Reflexo do Orgulho com a compositora e cantora Kali Tourinho que apresenta as canções no álbum Coisas da Sua Cabeça.

 

Em 2019 Andressa Silva estreava o espetáculo de Teatro ÌFÉ, sua mais recente atuação no Teatro, no mesmo ano lança o solo Kehinde que aflora sua atual pesquisa que busca conhecimentos sobre a Mulher Ribeirinha, fruto dessa linha de estudos, cria a dramaturgia Lama Até Os Joelhos, a qual está trabalhando no momento.

 

No mesmo ano Andressa Silva já familiarizada entre suas águas e o imenso rio que banha a Amazônia, decide mergulhar além e cria sua primeira performance, “VÁCUO” que lhe dá um prêmio de melhor performer e a responsabilidade de representar Rondônia no Festival Nacional Elas por Elas, circula de forma independente e atravessa as fronteiras do Brasil e de seu potencial como artista criadora, descobre que o horizonte da arte é bem mais generoso do que se pode sentir.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS