CINEASTA: Portal reúne 20 dos filmes preferidos do premiado diretor Steven Spielberg

Entre os títulos estão os clássicos de Francis Ford Coppola, François Truffaut, Stanley Kubrick, mas também sucessos da Marvel e da DCU.

CINEASTA:  Portal reúne 20 dos filmes preferidos do premiado diretor Steven Spielberg

Foto: Divulgação

O nome Steven Spielberg é uma das associações mais intrínsecas ao tema quando se fala em direção cinematográfica, especialmente pelo pioneirismo na Nova Hollywood, nos anos 1970. A curiosidade sobre o gosto do premiado cineasta, responsável por grandes produções, como Tubarão (1975), Jurassic Park (1993), A.I. — Inteligência artificial (2001) e os da franquia Indiana Jones, é, no mínimo, natural aos apreciadores da sétima arte.

 

Por esse motivo, a revista Far out Magazine resolveu, a partir de declarações feitas pelo diretor, publicar uma lista com os 20 filmes favoritos de Steven Spielberg, que curiosamente inclui sucessos da Marvel e DC como Guardiões da galáxia (2014) e Batman: o cavaleiro das trevas (2008), além de clássicos comandados por nomes como Francis Ford Coppola, François Truffaut e Stanley Kubrick.

 

Pioneiro na criação e aprimoramento de várias técnicas da produção cinematográfica, ele também já citou alguns nomes que o inspiraram na construção de sua visão criativa, como David Lean e John Ford. Eles, e outras referências no cinema, estão presentes na lista de favoritos do cineasta. Confira os títulos:

 

Os favoritos de Spielberg

 

A Felicidade não se compra (It's a wonderful life, EUA, 1946, drama, 132min. Classificação indicativa livre). De Frank Capra. Com James Stewart, Donna Reed, Lionel Barrymore, Thomas Mitchell, Henry Travers, Beulah Bondi, Frank Faylen, Ward Bond, Gloria Grahame.

 

O empresário George Bailey (James Stewart), que sempre ajudou a todos, pensa em cometer suicídio por causa de um problema financeiro. A ideia surge ligada ao banqueiro Potter, o homem mais rico da região de Bedford Falls. Com isso, surge Clarence, um anjo enviado à Terra às vésperas do Natal para mostrar a George o próprio valor. A produção foi indicada a cinco prêmios Oscar.

 

O poderoso chefão (The godfather, EUA, 1972, drama/crime, 177min. Não recomendado para menores de 14 anos). De Francis Ford Coppola. Com Marlon Brando, Al Pacino, James Caan, Robert Duvall.

 

Em 1945, Don Corleone (Marlon Brando) é o chefe de uma mafiosa família italiana de Nova York. Ele costuma apadrinhar várias pessoas, realizando importantes favores para elas, em troca de futura lealdade. Porém, uma máfia rival resolve levar o tráfico de narcóticos para Nova York e Don Corleone não facilita a entrada, nem com ajuda policial, nem política. A família Corleone passa então a sofrer atentados e seu filho Michael (Al Pacino), um capitão da Marinha muito decorado que há pouco voltou da 2ª Guerra Mundial, decide ajudar o pai para proteger o legado.

 

Fantasia (Fantasia, EUA, 1940, animação, 125min. Classificação indicativa livre). De James Algar, Samuel Armstrong. Com narração de Deems Taylor e presença de Leopold Stokowski, como ele mesmo, condutor da Orquestra de Filadélfia.

 

Lançado em 1940, o filme representa o mais ousado experimento da Disney até hoje, pois mistura imagens de animação embaladas por grandes obras da música clássica. O que começou como um veículo para melhorar a carreira de Mickey Mouse tornou-se um longa-metragem único na história da animação.

 

Dois no céu (A guy named Joe, EUA, 1943, guerra/drama/romance, 120min. Não recomendado para menores de 12 anos). De Victor Fleming. Com Spencer Tracy, Esther Williams, Irene Dunne, Ward Bond


O mercenário do espaço Peter Quill (Chris Pratt), autointitulado Senhor das Estrelas, passa a ser perseguido por caçadores de recompensa depois de roubar a esfera metálica (orbe) do vilão terrorista Ronan. Durante a fuga, ele acaba fazendo aliança com um grupo de quatro extraterrestres: Rocket, um guaxinim atirador (Bradley Cooper); Groot, uma árvore mutante humanoide (Vin Diesel); a mortal e enigmática Gamora (Zoe Saldana); e o vingador Drax, o Destruidor (Dave Bautista). Quando Quill descobre que a esfera roubada possui um poder capaz de mudar os rumos do universo, ele e o grupo deverão proteger o objeto para salvar o futuro da galáxia.

 

A guerra dos mundos (War of the worlds, EUA, 1953, ficção científica, 85min). De Byron Haskin. Com Gene Barry, Ann Robinson, Jack Kruschen, Robert Cornthwaite.

 

Estranhos meteoros caem em diferentes locais da Terra. O que parecia um fenômeno astrológico, logo se revela uma sinistra invasão vinda do planeta Marte. Os marcianos devastam países inteiros, enquanto um cientista tenta encontrar algum ponto fraco nos invasores. Baseado no clássico livro de H.G. Wells.

 

Psicose (Psicose, EUA, 1960, suspense/terror,109min. Não recomendado para menores de 14 anos). De Alfred Hitchcock. Com Anthony Perkins, Janet Leigh, John Gavin, Vera Miles

 

Clássico do cinema de terror, o filme acompanha Marion Crane, uma secretária que rouba US$ 40 mil da imobiliária onde trabalha para se casar e começar uma nova vida. Durante a fuga à carro, ela enfrenta uma forte tempestade, erra o caminho, e chega em um velho hotel, o Bates Motel. A moça decide passar a noite no local, sem saber o perigo que a cerca.

 

2001: Uma odisséia no espaço (2001: A space odyssey, EUA, 1968, ficção científica, 148min. Classificação indicativa livre). De Stanley Kubrick. Com Keir Dullea, Gary Lockwood, William Sylvester, Leonard Rossiter.

 

Adaptação enigmática de um conto de ficção científica do autor Arthur C. Clarke. No filme, quando o doutor Dave Bowman e outros astronautas são enviados para uma misteriosa missão, os chips de seus computadores começam a mostrar um comportamento estranho, levando a um tenso confronto entre homem e máquina. Tudo resulta em uma viagem no espaço e no tempo.

 

Lawrence da Arabia (Lawrence of Arabia, EUA/ Reino Unido/Irlanda do Norte,1962, aventura/guerra, 227min. Não recomendado para menores de 14 anos). De David Lean. Com Peter O'Toole, Alec Guinness, Omar Sharif.

 

Em 1916, em plena Primeira Guerra Mundial, o jovem tenente do exército britânico estacionado no Cairo pede transferência para a península arábica, onde se torna um oficial de ligação entre os rebeldes árabes e o exército britânico. Os dois grupos são aliados contra os turcos, que desejavam anexar ao Império Otomano a península arábica. Lawrence, admirador confesso do deserto e do estilo de vida beduíno, se oferece para ajudar os árabes contra os turcos.

 

Intocáveis (Intouchables, França, 2011, biografia/drama/comédia, 112min. Não recomendado para menores de 14 anos). De Olivier Nakache and Éric Toledano. Com François Cluzet, Omar Sy e Anne Le Ny.



Um milionário tetraplégico contrata um homem da periferia para ser seu acompanhante, apesar de sua aparente falta de preparo. No entanto, a relação que antes era profissional cresce e vira uma amizade que mudará a vida dos dois.

 

Batman: O cavaleiro das trevas (The dark knight, EUA/ Reino Unido/Irlanda do Norte, 2008, super-herói/ação/crime, 152min. Não recomendado para menores de 12 anos). De Christopher Nolan. Com Christian Bale, Heath Ledger, Aaron Eckhart, Maggie Gyllenhaal.

 

Com a ajuda do tenente Jim Gordon e do promotor público Harvey Dent, Batman tem mantido a ordem na cidade de Gotham. Mas um sádico e anárquico criminoso, conhecido como Coringa, ganha força e decide instaurar um verdadeiro caos na cidade. O justiceiro será testado psicologicamente e fisicamente como nunca fora antes em um confronto bastante pessoal.

 

Os incompreendidos (Les quatre cents coups, França,1959, drama/policial, 99min. Não recomendado para menores de 14 anos). De François Truffaut. Com Jean-Pierre Léaud, Claire Maurier, Albert Rémy, Guy Decomble.

 

Para o jovem parisiense Antoine Doinel (Jean-Pierre Léaud) a vida não passa de uma complicação atrás da outra. Cercado por adultos sem consideração, incluindo os pais que não prestam atenção nele, Antoine passa seus dias com o melhor amigo, René (Patrick Auffay), fazendo planos arriscados para melhorar de vida. Quando um de seus esquemas dá errado, Antoine acaba tendo problemas com a lei e vai ter que enfrentar as autoridades que não simpatizam com ele.

 

A noite americana (La nuit américaine, França/Itália, 1973, comédia/drama, 115min. Não recomendado para menores de 12 anos). De François Truffaut. Com François Truffaut, Jacqueline Bisset, Jean-Pierre Léaud, Jean-Pierre Aumont.

 

Um diretor tenta terminar seu filme ao mesmo tempo em que observa o drama nas vidas de seus atores. Severine, ícone em decadência, esquece as falas quando bebe, enquanto a atriz britânica Julie acaba de se recuperar de um colapso nervoso.

 

Cidadão Kane (Citizen Kane, EUA, 1941, drama/mistério, 119min. Classificação indicativa livre). De Orson Welles. Com Orson Welles, Joseph Cotten, Dorothy Comingore, Agnes Moorehead.

 

Apontado frequentemente como um dos melhores filmes já produzidos, a obra-prima de Orson Welles conta a história do magnata da imprensa Charles Foster Kane em uma sequência de flashbacks. Um jornalista fica intrigado pela última palavra de Kane (Rosebud) e tenta descobrir o seu significado entrevistando pessoas do passado do magnata.

 

Marujo intrépido (Captains courageous, EUA, 1937, aventura/drama, 117min. Classificação indicativa livre). De Victor Fleming. Com Spencer Tracy, Lionel Barrymore, Melvyn Douglas, Charley Grapewin.

 

Um ambicioso e rico menino cai de um navio, sendo salvo por um pescador português. Inicialmente, o garoto deseja impor sua vontade, mas gradativamente ele vai mudando de comportamento, à medida em que aprende mais sobre o mundo real.

 

Os melhores anos de nossa vida (The best years of our lives, EUA, 1946, 172min. Não recomendado para menores de 10 anos). De William Wyler. Com Anouk Aimée, Jean-Louis Trintignant, Souad Amidou, Antoine Sire.

 

O filme conta a história de três soldados veteranos que regressam à cidade natal após a Segunda Guerra Mundial. Depois da experiência na frente de combate, cada um se encontra, à sua maneira, com dificuldades para se adaptar à vida normal. Vencedor dos prêmios Oscar de Melhor filme, Diretor, Ator, Ator coadjuvante (Harold Russell), Roteiro, Montagem, Trilha sonora e um Oscar especial pela mensagem do filme.

 

Rastros de ódio (The searchers, EUA, 1956, faroeste/drama, 119min. Não recomendado para menores de 12 anos). De John Ford. Com John Wayne, Natalie Wood, Jeffrey Hunter, Ward Bond.

 

Ethan Edwards (John Wayne) é um veterano confederado que após anos de luta no exército americano volta para casa e fica sabendo que sua família foi chacinada pelos comanches. A sobrinha caçula é a única que está viva, mas foi raptada pelos índios.

 

Tootsie (Tootsie, EUA, 1982, comédia/romance, 116min. Classificação indicativa livre). De Sydney Pollack. Com Dustin Hoffman, Jessica Lange, Teri Garr, Bill Murray.

 

Michael Dorsey (Dustin Hoffman) é um ator perfeccionista que não consegue emprego devido ao seu temperamento. Quando George Fields (Sydney Pollack), seu empresário, diz que ninguém vai contratá-lo por causa de seu gênio difícil, ele resolve se vestir de mulher.

 

Os sete samurais (Shichinin no samurai, Japão, 1954, drama, 207min. Não recomendado para menores de 10 anos). De Akira Kurosawa. Com Toshirô Mifune, Takashi Shimura, Keiko Tsushima, Yukiko Shimazaki.

 

Um samurai atende a um pedido de proteção à uma vila japonesa contra bandidos. Ele convida outros seis samurais para ajudá-lo a ensinar às pessoas como se defenderem. O povoado da vila fornece comida aos soldados. A grande batalha acontece quando 40 bandidos atacam a vila.

 

Dumbo (Dumbo, EUA, 1941, animação, 63min. Classificação indicativa livre). De Ben Sharpsteen; Bill Roberts; Jack Kinney; John Elliotte; Norman Ferguson; Samuel Armstrong; e Wilfred Jackson. Com voz de Verna Felton, Herman Bing e Billy Bletcher.

 

Dumbo é um bebê elefante de um circo que nasceu com orelhas enormes. Após ser ridicularizado pelo grupo de amigos, ele se transforma na principal atração do circo quando descobre que, usando suas orelhas, é capaz de fazer o que nenhum outro elefante conseguiu: voar.

 

* Estagiária sob a supervisão de Ricardo Daehn (CORREIO BRASILIENSE)

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS