DEMI LOVATO: Documentário sobre cantora, que quase morre de overdose, estreia nesta terça

Serão quatro episódios, que poderão ser assistidos no YouTube

DEMI LOVATO: Documentário sobre cantora, que quase morre de overdose, estreia nesta terça

Foto: Divulgação

O drama da cantora Demi Lovato é contado em detalhes, pela primeira vez, na série documental Demi Lovato: Dancing with the Devil (dançando com o diabo, em português), que  será lançado no YouTube Originals nesta terça 23.

 

Nos quatro episódios, familiares, amigos, médicos, empresários e a própria Demi relatam bastidores dos acontecimentos, antes e depois da overdose.

 

“Já vivi nove vidas”, diz a cantora, hoje aos 28 e lidando com sequelas do episódio — como problemas na visão.

 

O filme traz revelações estarrecedoras. Exemplo: ela teria sido abusada pelo traficante que lhe vendeu drogas na noite em que quase morreu, quando inconsciente.

 

Recaídas

 

Durante show em Nova York, em março de 2018, Demi Lovato fez um desabafo: diante da plateia de 20 000 fãs, celebrou seis anos de sobriedade.

 Após entoar uma de suas várias baladas de superação, a cantora, então aos 25 anos, relembrou o passado: “Eu estava bebendo vodca em uma garrafa de refrigerante às 9 da manhã, e vomitando no carro quando notei que aquilo não era mais divertido”.

 

A comemoração durou pouco. Um mês depois, Demi sofreu uma recaída: voltou a beber e experimentou drogas mais pesadas, como a heroína. No dia 24 de julho, sofreu uma overdose.

 

Encontrada desacordada em seu quarto, Demi foi atendida por uma equipe de resgate e levada ao hospital. Sofreu três AVCs, uma parada cardíaca e falência de órgãos. Apesar dos prognósticos sombrios, ela sobreviveu.

 

FONTE:VEJA

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS