BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

MADEIRA-MAMORÉ: Segunda audiência pública para tratar da concessão será esta semana

A população poderá participar e opinar. A audiência será virtual

Rondoniaovivo

04 de Janeiro de 2021 às 07:52

Atualizada em : 04 de Janeiro de 2021 às 09:17

Foto: Divulgação

A concessão do complexo da Madeira-Mamoré estará em pauta nesta quinta-feira,7/01, durante audiência pública promovida pela Prefeitura de Porto Velho. Esta é a segunda reunião – a primeira ocorreu em 22 do mês passado (Dezembro).

 

A audiência será virtual, transmitida do Mercado Cultural a partir das 9 horas, via Youtube da Prefeitura de Porto Velho.

 

Edital

 

Após as audiências, no final do mês de janeiro, segundo o presidente da Funcultural, Ocampo Fernandes, será lançado o edital de chamamento público. Os interessados terão 45 dias para enviar as propostas ao Município.

 

Revitalização

 

 A obra de revitalização do espaço, executada pela Santo Antônio Energia, já foi concluída e, segundo a administração municipal, será entregue nos primeiros meses de 2021.

 

Aquele que vencer o chamamento público, seja pessoa jurídica ou física, assumirá a administração do complexo da EFMM cuja área possui 11 hectares, ou seja, 115 mil metros quadrados que equivalem a 16 campos de futebol.

 

Galpões

 

O complexo da EFMM conta com quatro galpões: em um deles será instalada as 12 lojas, no mesmo estilo de uma galeria comercial, que ocupará um dos três galpões revitalizados.

 

Já os galpões 1 e 2 serão destinados para as peças do museu da EFMM, onde também terá um mezanino.

 

No galpão 3 ficarão quatro restaurantes, com mezanino com vista para o Rio Madeira.

 

 Outros atrativos

 

A revitalização incluiu também a construção de uma pista de caminhada, calçada, pavimentação de toda área verde, um teatro de arena, estacionamento para mais de 200 carros, quiosques que vão comportar seis lanchonetes e exposição das locomotivas que estão na EFMM. E ainda o sistema de água e tratamento de esgoto, iluminação e paisagismo.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS