BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

CINEMA: O Futuro do Trabalho e da Morte' será exibido nesta quarta na Mostra Ecofalante

Os filmes programados trazem a assinatura de cineastas consagrados, como os brasileiros Lírio Ferreira (“Acqua Movie”), Daniela Thomas (“Tuã Ingugu (Olhos d'Água)”), Jorge Bodanzky (“Ruivaldo, o Homem que Salvou a Terra”), Wolney Oliveira (“Soldados da Borracha”), Estêvão Ciavatta (“Amazônia Sociedade Anônima”) e Petrus Cariry (“A Jangada de Welles”)

Rondoniaovivo - edição

02 de Setembro de 2020 às 08:30

Atualizada em : 02 de Setembro de 2020 às 11:33

Foto: Divulgação

A programação da Mostra Ecofalante de Cinema continua aberta ao público até o dia 20 deste mês (setembro). Nesta quarta-feira,02, tem debate "Povos e Lugares - Migraçãoes no Século 21", às 19 horas. Às 15 horas tem o filme " O Futuro do Trabalho e da Morte" (Reino Unido) e também  'A Jangada de Welles" (Brasil).
 
 
Esta edição da mostra, que iniciou no dia 12 de agosto, é gratuita e on-line. A programação do mais importante evento audiovisual sul-americano dedicado às temáticas socioambientais reúne 98 títulos, muitos deles inéditos no Brasil. No total, estão representadas as cinematografias de 24 países.
 
 
A grade de programação prevê novidades diárias, com até 11 diferentes sessões por dia. Ao longo das seis semanas do evento, os títulos ficam disponíveis sempre às 15h00, por períodos de 24 horas, com até cinco dias de exibições cada um.
 
 
Todas as exibições e entrevistas poderão ser acessadas na plataforma Ecofalante pelo endereço www.ecofalante.org.br e os debates serão transmitidos ao vivo no Facebook (facebook.com/mostraecofalante) e no Youtube (youtube.com/mostraecofalante). Os filmes também poderão ser acessados pela Videocamp e pela Spcine Play.
 
 
Os filmes programados trazem a assinatura de cineastas consagrados, como os brasileiros Lírio Ferreira (“Acqua Movie”), Daniela Thomas (“Tuã Ingugu (Olhos d'Água)”), Jorge Bodanzky (“Ruivaldo, o Homem que Salvou a Terra”), Wolney Oliveira (“Soldados da Borracha”), Estêvão Ciavatta (“Amazônia Sociedade Anônima”) e Petrus Cariry (“A Jangada de Welles”).
 
 
Estão incluídas obras selecionadas em eventos internacionais de prestígio, como o Festival de Cannes, onde foram apresentados o francês “Botando pra Quebrar”, de Lech Kowalski, exibido na Quinzena dos Realizadores, e o brasileiro “Indianara”, de Aude Chevalier-Beaumel e Marcelo Barbosa, que concorreu à Palma Queer.
 
 
Veja mais
 
 
* Competição Latino-Americana destaca filmes recentes de diretores renomados, como Lírio Ferreira, Marcelo Gomes, Daniela Thomas, Jorge Bodanzky, Wolney Oliveira, Estêvão Ciavatta e Petrus Cariry
* Concurso Curta Ecofalante premia produção de estudantes brasileiros
* nova seção exibe títulos brasileiros clássicos e premiados dirigidos por Jorge Bodanzky, Silvio Tendler, Vincent Carelli, Hermano Penna, Aurélio Michiles, Marcelo Pedroso e Ricardo Dias
* entrevistas com dez diretores internacionais são disponibilizadas ao longo do evento
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS