BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

VIRTUAL: Cadastramento de agentes que vivem exclusivamente da cultura

“Os teatros, bares fechados e artesãos sem poder comercializar seus produtos são apenas alguns poucos exemplos do que os artistas locais estão passando neste momento”, cita a presidente da Fundação Cultural

Assessoria

25 de Maio de 2020 às 09:09

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Fundação Cultural e em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), projeto Mesa Brasil do Sesc e Associação Comercial e Industrial de Ji-Paraná (ACIJIP),  inicia hoje (25), o processo para cadastramento de agentes e produtores de cultura no município.

 

O cadastro deve ser realizado por meio virtual, através da de link disponível na página do Facebook da Fundação Cultural. Devem fazer o cadastramento as pessoas que dependem exclusivamente da cultura para viver, já que o objetivo é facilitar as medidas de apoio a classe que foi uma das primeiras a ser impactada pelas medidas restritivas devido ao risco de disseminação por coronavírus.

 

“Os teatros, bares fechados e artesãos sem poder comercializar seus produtos são apenas alguns poucos exemplos do que os artistas locais estão passando neste momento”, cita a presidente da Fundação Cultural, Keila Barbosa.

 

O músico e representante da UNIR no projeto, Marcelino Pereira, desenvolveu o link e o formulário virtual, e todos os dados serão encaminhados a Fundação Cultural.

 

“As informações serão checadas pela Semas, através da Assistente Social Lidiane Tanazildo e equipe”, informou Keila. A prefeitura de Ji-Paraná em parceria com o Sesc – Mesa Brasil, Semas e Acijip, pretende encaminhar um auxílio, através de cestas de alimentos. “Estamos recebendo novas parcerias para ampliar nosso apoio”, frisou Keila Barbosa.

 

A presidente da Fundação Cultural frisou que com esse cadastramento ela também pretende atualizar os dados coletados pela fundação em anos anteriores, e vai auxiliar ainda no desenvolvimento de políticas que atendam as necessidades do agente cultural.

 

Ações virtuais - Keila lembrou que no dia 13 de junho está programada a primeira de uma série de lives que vão reunir os artistas locais e ajudar na captação de doações. “Vamos iniciar às 16 horas com quatro atrações, todas ligadas à música sertaneja”, informou Keila.

 

Ricardo Orrana, Cleber e Gustavo, Kennedy Alisson e João Marcos serão as atrações da primeira live. “Nossos artistas estão preparando muitas surpresas nas diversas áreas da cultura”, lembrou Keila Barbosa, afirmando que toda a arrecadação das lives serão revertidas a classe cultural e famílias cadastradas pela Semas.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS