BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

POESIA - Na mais pura tristeza

Na mais pura tristeza Despida sua alma O poeta caminha Na noite mais calma

Da Redação

08 de Outubro de 2009 às 16:40

Foto: Divulgação

Na mais pura tristeza
Despida sua alma
O poeta caminha
Na noite mais calma
 
A tristeza do poeta
Vem nas canções
Alegria, alegria
Esta em silêncio o seu coração
 
Silêncio
Silêncio
Que vai passar o poeta
Seu tom rouco sincopado
Pode ser ouvido
Na melodia dos seus passos
 
Tristeza
Melancolia
Restou o silêncio
Nas últimas horas do seu dia
 
Na mais pura tristeza
Na mais pura tristeza
Silêncio
Silêncio
 
Beto Ramos
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS