BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

OPERAÇÃO DÚCTIL: Compra de testes rápidos para o Coronavírus estão na mira da PF

Outros insumos como luvas e máscaras também foram vistoriados durante a operação

Rondoniaovivo - João Paulo Prudêncio

10 de Junho de 2020 às 09:51

Atualizada em : 11 de Junho de 2020 às 10:45

Foto: Divulgação

O Centro Político Administrativo – CPA, local onde são tomadas todas as decisões do poder Executivo Estadual amanheceu com a visita de policiais federais e agentes da Controladoria Geral da União – CGU.

 

Longe de ser motivada por uma cortesia, a presença dos agentes federais anunciava a deflagração da operação Dúctil, uma ação tomada após graves indícios de mau uso do dinheiro público em contratos firmados para combater a pandemia de Coronavírus no Estado.

 

Estacionados em frente ao CPA, os carros federais chamaram a atenção de quem passava pelo local. Dentro dos escritórios, os agentes buscavam documentos para inserir as investigações que suspeitam de fraudes em licitações com dinheiro utilizado com dispensa de licitação por conta do estado de calamidade ocasionado pelo COVID-19.

 

 

São pagamentos adiantados de cerca de R$ 3 milhões sem qualquer garantia em relação aos riscos da entrega dos produtos, além da ausência de representatividade legal de suposto representante comercial, entre outras situações suspeitas.

 

Fotos encaminhadas pela Polícia Federal mostram caixa de testes rápidos para Coronavírus que estavam no almoxarifado da SESAU sendo fiscalizadas. Outros insumos como luvas e máscaras também foram vistoriados durante a operação.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS