BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

CORONAVÍRUS: Escolas particulares em RO prorrogam quarentena até dia 30 de abril

Os cursos livres, profissionalizantes, de ensino técnico e atividades esportivas ao ar livre, tais como escolinhas de futsal, natação etc., devem reduzir o número de participantes em pelo menos 50%

DA REDAÇÃO

17 de Abril de 2020 às 15:19

Foto: Divulgação

O Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Particular do Estado de Rondônia – SINEPE, divulgou através do presidente da instituição Augusto Pallucio, divulgou as medidas que serão adotadas no Estado a partir desta sexta-feira (17).

 

Inicialmente, a suspensão das aulas presenciais foi prorrogada para o próximo dia 30 de abril, o SINEPE/RO também recomendou a disponibilização de laboratórios de informática e/ou salas com computadores para uso pelos alunos em dificuldade de acesso à internet.

 

As bibliotecas poderão ter seus atendimentos autorizados apenas para devolução e empréstimos de livros, devendo, no retorno de cada volume emprestado, ser realizada higienização e colocação do exemplar em isolamento por 5 (cinco) dias, antes da reinserção no acervo e posterior disponibilização para novo empréstimo. As consultas de disponibilidade de acervo devem ser feitas preferencialmente por meio digital.

 

O funcionamento de creches deve ser priorizado para atendimento aos pais que estejam trabalhando nos setores essenciais, sendo vedada, ainda, a utilização de mão de obra de pessoas integrantes dos grupos de risco.

 

Os cursos livres, profissionalizantes, de ensino técnico e atividades esportivas ao ar livre, tais como escolinhas de futsal, natação etc., devem reduzir o número de participantes em pelo menos 50% da capacidade usual.

 

A fim de iniciar a reposição de atividades práticas obrigatórias, bem como de prestar auxílio no atendimento à saúde da população, clínicas e laboratórios das instituições de ensino superior poderão ser utilizados pelos alunos para a realização de atendimentos de saúde e de atividades curriculares.

 

As atividades educacionais que venham a ser desempenhadas durante a pandemia, deverão observar todas as medidas aplicáveis de distanciamento e segurança previstas nos Decretos Estadual e Municipal.

 

“É muito importante que os mantenedores das instituições sejam cautelosos neste momento de reabertura, a retomada vai acontecer de forma gradual pensando no bem estar dos alunos, professores e pais”, explica Augusto Pellucio.

 

O presidente do sindicato reforçou também a necessidade de seguir o protocolo indicado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e formulou uma sugestão de calendário das atividades escolares por segmento para que as instituições retomem os serviços presenciais de maneira gradual, visando manter todos os cuidados neste momento de distanciamento social.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

NOVA DATA: Após adiamento, confira como fica o cronograma do Enem

NOVA DATA: Após adiamento, confira como fica o cronograma do Enem

Ministro da Educação anuncia, por meio de rede social, adiamento do prazo para se habilitar à prova. Pagamentos podem ser feitos até um dia depois da data final para garantir a participação. Até o meio-dia de ontem, mais de 5 milhões de pessoas tinham feito o cadastro

23 de Maio de 2020 às 10:36