CONCURSOS: Brasil necessitará de até 655 mil servidores federais em 2050, aponta estudo

Esse número pode ser reduzido se houver investimentos em automação

CONCURSOS: Brasil necessitará de até 655 mil servidores federais em 2050, aponta estudo

Foto: Divulgação

Uma pesquisa realizada pela  Escola Nacional de Administração Pública (Enap) indica que a demanda por servidores federais pode chegar a 655 mil em 2050. De acordo com o órgão, o número é 17% superior ao contingente atual, que  conta com cerca de 560 mil servidores em atividade.
 
Esse número pode ser reduzido, ainda segundo o estudo, se tecnologias de automação necessárias forem implementadas. Desse modo,  a necessidade de servidores pode cair para 572 mil, ainda em 2050. Confira aqui o estudo completo.
 
“Os dados da pesquisa podem subsidiar os gestores públicos no planejamento estratégico, avaliação de cenários e desenvolvimento de políticas públicas com base em evidências. Uma importante contribuição da pesquisa é a recomendação de uso de tecnologias de automação como alternativa para o crescimento da demanda por servidores”, explica o presidente da Enap, Diogo Costa.
 
As projeções foram elaboradas com base em estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com dados de gastos e número de servidores públicos federais e com dados de sistemas que estão armazenados no Infogov, que é uma plataforma online para análise de dados do governo. Até o ano de 2050, os cálculos consideraram diversos cenários em três ritmos de avanço da automação. Veja:
 
Segundo Willian Adamczyk, pesquisador que conduziu o estudo, os dados obtidos indicam também que por meio da automação é possível reduzir custos ao mesmo tempo em que se aumenta a produtividade na prestação de serviços públicos. O estudo identifica tarefas que têm
maior propensão à automação, como:
 
– Preparar local de trabalho
 
– Montar equipamentos de áudio e acessórios
 
– Preparar máquinas e equipamentos (para produção, moldes, insumos e materiais)
 
– Preparar solo e fornos
 
– Operar máquinas de fiação
 
– Ajustar máquinas para impressão
 
– Preparar relatórios, formulários e planilhas
 
– Monitorar máquinas
 
– Montar equipamentos de áudio e acessórios
 
Educação universitária
 
A pesquisa do Enap também investigou quantos profissionais da educação universitária federal serão necessários no futuro. “Levando em conta apenas o envelhecimento populacional, o menor número de jovens trará uma queda na demanda por ensino superior público em algumas décadas (menos 18% de professores do que atualmente)”, indicou.
 
Já no caso de o Brasil investir na melhoria da qualidade do ensino superior, serão necessários mais servidores nas universidades públicas (24% a mais do que hoje em dia). Desse modo, com  um maior número de professores para um menor grupo de alunos, será possível aumentar a qualidade com turmas mais enxuta.
 
 
Direito ao esquecimento

Quem você apoiaria para ser senador por Rondônia?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Saura & Laia LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS