Concurso da Receita Federal é autorizado com 699 vagas para auditor e analista

Os interessados em uma vaga na Receita Federal devem ter o nível superior em qualquer área.

Concurso da Receita Federal é autorizado com 699 vagas para auditor e analista

Foto: Divulgação

Após quase dez anos sem realizar uma seleção pública, o concurso da Receita Federal está oficialmente autorizado. O documento que autoriza o certame foi publicado no Diário Oficial da União.
 
Segundo a portaria autorizativa, serão oferecidas 699 vagas para analistas e auditores. O quantitativo de vagas será distribuído da seguinte forma:
 
 
Além do longo tempo sem editais publicados, o concurso da Receita Federal chama  a atenção dos concurseiros por causa das remunerações e benefícios. Para o cargo de auditor, por exemplo, a remuneração atual é de R$21.487,09 já somada com o auxílio-alimentação de R$458.
 
Já a carreira de analista oferece remuneração mensal de R$12.142,39. Todos os selecionados serão contratados pelo regime estatutário, que assegura a estabilidade empregatícia.
 
Os interessados em uma vaga na Receita Federal devem ter o nível superior em qualquer área. Além desses, há ainda outros requisitos, como:
 
ter sido aprovado e classificado no concurso, na forma estabelecida em edital;
 
ter nacionalidade brasileira; no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, na forma do disposto no art. 13 do Decreto n. 70.436, de 18/04/1972;
gozar dos direitos políticos;
 
estar quite com as obrigações eleitorais;
 
estar quite com as obrigações do Serviço Militar, para os candidatos do sexo masculino;
 
ter idade mínima de 18 anos;
 
ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo, comprovadas por junta médica oficial;
 
apresentar declaração de bens com dados até a data da posse;
 
apresentar outros documentos que se fizerem necessários, à época da posse.
 
 
Prazo entre edital e provas
 
A Receita Federal conta com uma grande quantidade de cargos vagos e não realiza concursos públicos há anos. Para o cargo de analista, o último certame foi em 2012. Já para auditor,o último edital foi publicado em 2014.
 
Por isso, a portaria que autoriza o certame é assinada pelo Ministério da Economia, que também acatou o pedido feito pela Receita Federal para que haja uma redução do prazo entre edital e provas.
 
Parágrafo único. Fica autorizada a redução, para dois meses, do prazo de antecedência mínima entre a publicação do edital de que trata o caput e a realização da primeira prova do certame.”
 
O prazo inicial para esse tipo de tramitação é de quatro meses. No entanto, devido a urgência das contratações, o aval foi concedido e o tempo reduzido. Com isso, as provas podem ser aplicadas ainda esse ano. 
 
Último concurso
 
O último edital publicado pela Receita Federal foi em 2014, para o cargo de auditor-fiscal. Na época, a Escola de Administração Fazendária – ESAF foi a banca organizadora e o edital ofertou 278 vagas.
 
Os candidatos foram submetidos a provas objetivas e discursivas, além de sindicância de vida pregressa. Na época, a prova objetiva contou com 140 questões, sendo 70 de Conhecimentos Gerais e 70 de Conhecimentos Específicos.
 
Já para a carreira de analista, a última seleção ocorreu em 2012. A prova objetiva foi composta por 135 questões, sendo 75 de Conhecimentos Básicos e 60 de Conhecimentos Específicos .
 
Os candidatos também passaram por avaliação dissertativa e a uma etapa de sindicância de vida pregressa.
Direito ao esquecimento

Você acredita que candidatos evangélicos são realmente ungidos de Deus ou são “ungidos” do pastor?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS