EXTERIOR: Confira 10 universidades estrangeiras que aceitam a nota do Enem

São mais de 500 vagas disponíveis

EXTERIOR: Confira 10 universidades estrangeiras que aceitam a nota do Enem

Foto: Divulgação

 

A nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 pode ser utilizada não só para ingresso no ensino superior brasileiro como também para conquistar uma vaga em instituições no exterior. São mais de 500 vagas disponíveis na Europa e centenas de oportunidades em outras instituições ao redor do mundo.
 
 
Mesmo com a pandemia da covid-19 e com os atrasos relacionados ao adiamento do Enem, algumas instituições nos Estados Unidos, Canadá e na Europa aceitam a pontuação como método de ingresso. Porém, os procedimentos variam de acordo com o protocolo de cada universidade.
 
Matheus Tomoto, especialista em educação que ajuda jovens a conquistar vagas em instituições no exterior por meio  da empresa Universidade do Intercâmbio, selecionou 10 instituições de ensino superior do exterior que aceitam a pontuação do exame em 2021. Confira a lista completa:
 
Use a nota do Enem para estudar na Europa
 
Muitas instituições de ensino superior na Europa aceitam o Enem como forma de ingresso, principalmente em Portugal, onde existe, desde 2014, um acordo de cooperação internacional entre o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e as instituições de ensino locais, que garantem o convênio de mais de 50 faculdades entre Brasil e Portugal.
 
Cada universidade tem o próprio calendário e critérios individuais para os programas de ingresso. 
 
 
Portugal
 
Universidade de Algarve (UAlg) - As inscrições estão na terceira fase de candidatura e seguem abertas até 17 de julho, com mais de 200 vagas disponíveis, para 42 cursos. 
 
Universidade de Coimbra (UC) - A Universidade de Coimbra tem o maior número de vagas disponíveis para brasileiros a partir do Enem. São mais de 500 vagas distribuídas, em 48 cursos. As inscrições podem ser feitas até 6 de agosto.
 
Reino Unido
 
Universidade de Bristol - Mesmo com a pontuação do Enem, o estudante precisa efetuar a inscrição no Serviço de Admissão em Universidades e Faculdades (UCAS). Segundo o site da instituição, um a cada quatro estudantes estrangeiros na Bristol é brasileiro. As datas de admissão devem ser consultadas devido aos protocolos da pandemia.
 
Universidade de Oxford - É preciso elaborar uma carta de motivação, e o estudante também precisa se candidatar pelo UCAS. As inscrições seguem até outubro de 2021.
 
França
 
Além da pontuação mínima exigida para o Enem, para estudar na França é necessário comprovar que domina a língua francesa e ter boas notas no histórico escolar. Universidades como Université Paris-Saclay e École Normale Supérieure fazem o ingresso via Enem em 2021. Todas as informações podem ser esclarecidas pelos e-mails das instituições.
 
América do Norte: estude nos EUA ou Canadá
 
Algumas instituições de ensino nos Estados Unidos e no Canadá também aceitam a pontuação do Exame Nacional do Ensino Médio como porta de entrada nos principais cursos. Entretanto, os estudantes que desejam ingressar em universidades norte-americanas devem se atentar à confirmação da nota do exame pelos responsáveis da escola, na qual estudou durante o ensino médio, à documentação exigida e aos requisitos do processo seletivo de cada instituição.
 
Estados Unidos
 
New York University (NYU) - Devido aos protocolos de segurança da covid-19, a instituição optou por uma alternativa que atenda a necessidade dos estudantes estrangeiros. Por isso, a universidade aplicará um teste opcional para os futuros alunos da temporada 2021-2022 . Apesar da possibilidade de adotar formas de admissão mais simples, Matheus Tomoto acredita que o mais importante é cumprir o máximo de requisitos, sejam eles opcionais ou não.
 
Northeastern University - Como critério para seleção, é preciso efetuar a candidatura da própria universidade e acompanhar os calendários de inscrições. A nota do Enem 2020 poderá ser utilizada para o ingresso da turma de 2022 da instituição.
 
Canadá
 
Universidade de Toronto - A instituição utiliza a pontuação do Enem em conjunto com o currículo escolar do candidato. As datas de inscrições variam de acordo com o curso escolhido, mas ainda há oportunidades de inscrição até junho de 2021.
 
Humber College - Com inscrições abertas anualmente, a universidade segue os mesmos critérios da Universidade de Toronto. As exigências são alteradas de acordo com cada curso, como documentações, portfólio e atividades extracurriculares.
 
Especialista faz transmissões para ajudar estudantes na candidatura
Matheus Tomoto reforça que, para seguir em oportunidades fora do país, é necessário estar preparado e acompanhar os calendários das universidades desejadas. Para auxiliar nesse processo, o especialista em educação promove semanalmente aulas ao vivo e gratuitas pelo Youtube e Instagram.
 
Matheus compartilha experiências e dicas para ajudar jovens de todo o Brasil a conquistarem estágios, bolsas de estudos, cursos e empregos ao redor do mundo. 
 
 
Vale ressaltar que todas as instituições de ensino têm o próprio sistema de bolsas de estudo, e as taxas cobradas variam de acordo com a moeda local de cada país.
 
Candidatos podem acessar o resultado do Enem
 
De acordo com o Inep, os candidatos teriam acesso às notas do Enem, exclusivamente na Página do Participante, às 18h da última segunda-feira (29/3). Porém, devido à alta demanda e instabilidade no sistema, a autarquia resolveu o problema e garantiu que os candidatos poderiam acessar os resultados normalmente a partir da manhã desta terça (30).
 
Apenas os estudantes que finalizaram o ensino médio em 2020 poderão ter acesso à pontuação. Os estudantes que fizeram o exame apenas como treinamento terão acesso às notas em 29 de maio.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS