OPORTUNIDADE: Ministério da Economia abre seleção com 100 vagas e salários de até R$ 6,1 mil

As chances são de níveis médio e superior

OPORTUNIDADE: Ministério da Economia abre seleção com 100 vagas e salários de até R$ 6,1 mil

Foto: Divulgação

 

O Ministério da Economia abriu um novo edital para preenchimento de 100 vagas temporárias. O processo seletivo simplificado foi publicado nesta segunda-feira (8/2), no Diário Oficial da União. As chances são de níveis médio e superior. Os salários variam entre R# 1.700 e R$ 6.130.
 
As chances serão para os cargos temporários de coordenador de análise de prestação de contas, analista de prestação de contas, agente de apoio de prestação de contas e analista de instauração de tomada de contas especial. Veja:
 
Coordenador de análise de prestação de contas: Serão 4 vagas. Exigência de graduação em Administração, Economia, Contabilidade ou Direito; mais experiência profissional superior a três anos em organizações públicas ou privadas na sua área de atuação ou possuir título de pós-graduação lato sensu, mestrado ou doutorado na área. Salário de R$ 6.130.
 
Analista de prestação de contas: Serão 48 vagas. Exigência de graduação em qualquer área de formação. Salário de R$ 3.800.
 
Agente de apoio de prestação de contas: Serão 8 vagas.  Exigência de nível médio técnico em Administração, Contabilidade ou informática. Salário de R$ 1.700.
 
Analista de instauração de tomada de contas especial: Serão 40 vagas. Exigência de graduação em qualquer área de formação. Salário de R$ 3.800.
 
Os profissionais a serem contratados serão alocados em subunidades da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade – SEPEC – Secretaria de Políticas Públicas de Emprego – SPPE e Subsecretaria de Supervisão e Estratégia – SUPE – para desempenhar, entre outras, atividades relacionadas à apoio, coordenação e exame, referente a todas as etapas que compõe o processo de análise de prestação de contas, relativas aos instrumentos firmados e/ou celebrados pela Secretaria de Políticas Públicas de Emprego, e à instrução e formalização de processos de Tomada de Constas Especial – TCE , expedindo manifestação conclusiva acerca do assunto.
 
Dentre os requisitos, é necessário apresentar diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio ou nível superior, a depender da função escolhida, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério de Educação, comprovado por meio de apresentação de original e cópia do respectivo documento.
 
Inscrições e etapas
 
As inscrições serão efetuadas durante o período das 14h00min de 8 de fevereiro às 23h59min de 14 de março de 2021, pela internet, através do site do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib), que é a banca organizadora da seleção. A taxa é de R$36 (nível médio) ou R$38 (superior).
 
Os candidatos serão avaliados por exames objetivos e de títulos.As provas serão realizadas em Brasília-DF, na data provável de 11 de abril. 
 
Na prova objetiva serão cobradas as disciplinas de língua portuguesa (15 questões), ética na administração pública e legislação (cinco) e informática básica (dez).
 
A seleção terá validade de dois anos contados a partir da data de assinatura do primeiro contrato, prorrogável uma única vez por igual período.
 
Confira o edital, no anexo abaixo:
 
 
 
 
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS