BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

CATÓLICA: Programa incentiva matrículas com pagamento de mensalidades em 2021

A oportunidade está disponível para novos ingressantes nos cursos de Direito e Psicologia e válida para o semestre 2020/2

ASSESSORIA

12 de Agosto de 2020 às 09:07

Atualizada em : 12 de Agosto de 2020 às 09:09

Foto: Divulgação

 

Como estratégia para que vestibulandos não deixem de iniciar a sua graduação ainda em 2020, a Faculdade Católica de Rondônia (FCR) lança nesta semana o Programa “Estude em 2020, comece a pagar em 2021”. A oportunidade esta disponível para novos ingressantes nos cursos de Direito e Psicologia e válida para o semestre 2020/2.

 

De acordo com o reitor da FCR, Prof. Dr. Fabio R. Hecktheuer, o projeto atende uma demanda que tem sido percebida, a vulnerabilidade à qual as pessoas foram submetidas em função da pandemia (Covid-19). “Com esse Programa, vamos conceder a postergação do pagamento de parcelas para os acadêmicos que realizarem suas matrículas até 15 de agosto de 2020 para estudar no primeiro período de 2020/2”, informou.

Conforme prevê o regulamento, as parcelas serão diluídas mensalmente, a partir de janeiro de 2021, de acordo com os meses que restarem à conclusão regular do curso com vencimento, sempre, dia 10 de cada mês, independente de outros débitos do período.

 

ACORDOS FACILITADOS

 

“Não serão cobrados juros e multas, encargos ou correção nas parcelas postergadas, salvo quando quitadas após o vencimento”, acrescentou o reitor. Ele ressaltou ainda que, os beneficiários que solicitarem o cancelamento, trancamento, transferência ou realizarem o abandono do curso deverão quitar as parcelas do incentivo de imediato, em no máximo três (3) parcelas, sendo responsabilidade de o acadêmico comparecer no Setor Financeiro para fazer a geração dos boletos.

Ainda faz parte das regras a recusa do beneficiário quem já possui qualquer tipo de matrícula efetivada junto à Instituição e, que, após adesão ao Programa, não poderá ser contemplado com qualquer outro incentivo junto a FCR.  

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS