SOLTO: Justiça concede liberdade a DJ Ivis após quatro meses de cadeia

DJ Ivis é investigado pelos crimes de lesão corporal, ameaça e injúria no âmbito da violência doméstica

SOLTO: Justiça concede liberdade a DJ Ivis após quatro meses de cadeia

Foto: Divulgação

Acusado e considerado culpado de agressão doméstica contra sua ex-esposa, Pamella Holanda, DJ Ivis está prestes a se ver livre novamente. Após pouco mais de três meses de prisão, o produtor pode ser solto a qualquer momento após a Justiça do Ceará conceder sua liberdade.
 
 
Preso desde o dia 14 de julho, DJ Ivis foi acusado e condenado por agressão doméstica após vídeos circularem na internet com cenas fortes onde ele aparece batendo em Pamella Holanda, na época ainda casado com ele. Tudo isso na frente do filho do casal.
A decisão da Justiça do Ceará foi tomada nesta sexta-feira (22) e com isso, DJ Ivis poderá responder à todas as acusações em liberdade.
 
 
Já considerado culpado pela justiça, Iverson de Souza Araújo, nome real do DJ Ivis, ainda não recebeu nenhum tipo de condenação. O restante do processo será mantido em sigilo.
DJ Ivis é investigado pelos crimes de lesão corporal, ameaça e injúria no âmbito da violência doméstica.
 
 
Entenda o caso
 
 
 
Um vídeo do DJ Ivis agredindo fisicamente a esposa Pamella Holanda, na frente da bebê do casal, chocou o Brasil em julho. A gravação foi divulgada pelo jornalista Léo Dias no site Metrópoles e repercutiu imediatamente.
DJ Ivis deu socos, chutes, empurrões e puxões de cabelo na esposa, que registrou queixa na Delegacia Metropolitana de Eusébio, no Ceará. Em seguida, Xand Avião demitiu DJ Ivis da produtora que gere, e o cantor Zé Felipe suspendeu a divulgação do single “Galega”.
 
 
O DJ ainda tentou proibir Pamella legalmente de falar sobre ele, mas a juíza negou o pedido. Segundo Pamella, DJ Ivis a agrediu porque ela estava com Covid-19 e amamentando a filha do casal. O médico de Pamella autorizou a amamentação, apesar do diagnóstico. DJ Ivis não concordava – o que obviamente não justifica a agressão.
Direito ao esquecimento

Você é a favor ou contra o garimpo no Rio Madeira?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública. Vote quantas vezes quiser!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS