BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

EXPECTATIVA DE VENDA: Apple anuncia novos iPhone 12, com 5G e sem carregador na caixa

A linha 2020 de celulares da Maçã é composta por iPhone 12 Mini, iPhone 12, iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max

CANALTECH

13 de Outubro de 2020 às 14:38

Foto: Divulgação

A Apple atendeu às expectativas e oficializou quatro modelos do iPhone 12 nesta terça-feira (13), em um evento transmitido online. A linha 2020 de celulares da Maçã é composta por iPhone 12 Mini, iPhone 12, iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max, com destaque para o suporte ao 5G.
 
Pouca coisa muda em comparação com a linha do ano passado. O modelo extra tem tela menor, com 5,4 polegadas, e também traz o visual com recorte para câmera e sensores frontais, enquanto o iPhone 12 Pro tem aumento de tamanho, com display agora de 6,1 polegadas, igual à do iPhone 11 e 12. O maior do quarteto tem painel de 6,7 polegadas.
 
Os dois modelos Pro trazem câmera traseira tripla com um sensor LiDAR, enquanto os outros dois trazem apenas conjunto duplo, com uma câmera principal e uma ultra-wide. Outra diferença está no acabamento traseiro: alumínio nos mais simples e aço inoxidável nos Pro.
 
Conheça todos os detalhes sobre os novos iPhone 12 abaixo.
 
iPhone 12: design
 
Pouca muda muda da geração anterior do iPhone para a nova. A Apple manteve mais ou menos a mesma aparência, com as câmeras em um quadrado no estilo que ficou conhecido como ‘cooktop’. O acabamento de vidro dá lugar a traseiras metálicas, sendo que o iPhone 12 e 12 Mini possuem acabamento em alumínio, e os modelos Pro utilizam um aço inoxidável.
 
O que mudou no iPhone 12 são as laterais, que deixam a curva adotada desde o iPhone 6 e volta ao formato reto utilizado no iPhone 4 e 5. A certificação IP68 segue presente em todos os modelos, que aguentam até 6 metros embaixo de água doce por até 30 minutos. Além do mais, os aparelhos suportam acidentes do dia a a dia, como café ou refrigerante, sem danos aos componentes internos.
 
iPhone 12: 5G, tela e hardware
 
A Apple deu bastante destaque ao 5G, com suporte à rede mmWave, que promete maior velocidade, apesar de ser menos estável que o Sub-6GHz. Segundo a empresa, no entanto, os modelos americanos vão suportar ambas as redes móveis de quinta geração. No resto do mundo, os modelos devem ficar restritos ao Sub-6 GHz.
 
 
iPhone 12 Mini é menor, mesmo com tela maior que o iPhone 8 e SE 2020 (Imagem: Reprodução/Apple)
 
A tela da série iPhone 12 agora é chamada Super Retina XDR, com contraste maior que o display da geração anterior. Como já dito, o iPhone 12 Mini tem tela de 5,4 polegadas, enquanto o iPhone 12 e o 12 Pro trazem display de 6,1 polegadas, que aumenta para 6,7 polegadas no modelo Pro Max. Todos contam com a nova proteção Ceramic Shield, que vai além do vidro, segundo a Apple, com uma etapa de cristalização em alta temperatura para criar cristais de nano-cerâmica na matriz de vidro, e aumenta a resistência a quedas em 4 vezes.
 
Os displays dos quatro modelos também trazem contraste de 2 milhões para 1 para faixas azuis e reproduzem iamgens em HDR, que permite ao espectador enxergar muito mais detalhes em áreas claras e escuras na imagem. Além disso, a Maçã promete brilho quase duas vezes superior ao iPhone 11.
 
Todos os novos modelos são equipados com o novo chipset A14 Bionic da Apple. De acordo com a Maçã, o novo chip tem CPU 50% mais veloz que o antecessor, além de trazer GPU de quatro núcleos e também 50% mais rápida, e um mecanismo neural com velocidade 80% maior. De acordo com a empresa, o A14 Bionic é o primeiro chip para smartphones a utilizar o processo de fabricação de 5 nm, com 11,8 bilhões de transístores no componente, que promete mais potência com menor consumo de energia.
 
Além disso, a Maçã prometeu o lançamento de League of Legends para o iOS.
 
iPhone 12: câmeras
 
Tanto o iPhone 12 quanto o iPhone 12 mini têm conjunto de câmera duplo na parte traseira, com algumas pequenas atualizações nos sensores quando comparamos com o iPhone 11.
 
Já os modelos Pro ganharam um novo sensor, chamado pela Apple de LiDAR, uma sigla em inglês para “detecção e alcance da luz”. Trata-se, basicamente, de uma tecnologia similar ao Time of Flight usada em celulares Android, e funciona tanto para ajudar na captura de fotos e vídeos com efeito Bokeh como no uso da realidade aumentada.
 
 
iPhone 12 Pro e Pro Max têm mais sensores fotográficos, incluindo o LiDAR (Imagem: Reprodução/Apple)
De resto, são câmeras wide, ultra-wide (com campo de visão aumentado) e teleobjetiva, como a Apple já havia oferecido nos iPhone 11 Pro e 11 Pro Max. As ultra-wide em ambos são as novas lentes 7P, enquanto a teleobjetiva do 12 Pro tem aproximação óptica de até 4x, contra 5x no iPhone 12 Pro Max.
 
Em vídeo, a novidade é que os novos modelos podem fazer a captação já com a tecnologia Dolby Vision HDR, com melhorias de imagens e, principalmente, do alcance dinâmico. Em outras palavras, vídeos com mais detalhes nas áreas claras e escuras, desde que o dispositivo de reprodução tenha capacidade de ler as informações da tecnologia em questão.
 
Preço e disponibilidade
 
 - iPhone 12 Mini
64 GB / 128 GB / 256 GB
Pré-venda entre 6 e 12 de novembro
A partir de US$ 699 (R$ 3.890, aproximadamente)
Azul, preto, branco, verde e vermelho
 
- iPhone 12
 
64 GB / 128 GB / 256 GB
Pré-venda entre 16 e 23 de outubro
A partir de US$ 799 (R$ 4.445, aproximadamente)
Azul, preto, branco, verde e vermelho
 
- iPhone 12 Pro
 
128 GB / 256 GB / 256 GB
Pré-venda entre 16 e 23 de outubro
A partir de US$ 999 (R$ 5.560, aproximadamente)
Azul, preto, branco e dourado
 
- iPhone 12 Pro Max
 
128 GB / 256 GB / 256 GB
Pré-venda entre 13 e 20 de novembro
A partir de US$ 1099 (R$ 6.120, aproximadamente)
Azul, preto, branco e dourado
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS