À QUEIMA ROUPA: Advogado é assassinado com 10 tiros em Cuiabá

O suspeito, que estava na calçada, disparou os tiros pela janela do lado do passageiro. Roberto, que estava no banco do motorista, foi atingido à queima roupa

À QUEIMA ROUPA: Advogado é assassinado com 10 tiros em Cuiabá

Foto: Divulgação

Sócio de escritório de advocacia foi executado com ao menos 10 tiros na noite desta terça-feira (5), no bairro Bosque da Saúde, em Cuiabá. A vítima foi identificada como Roberto Zampieri, do escritório Zampieri e Campos Advogados.
 
O caso aconteceu na rua Topázio, por volta das 19h40. Segundo informações, o advogado deixou o escritório e, ao entrar dentro do carro, um Fiat Toro, foi surpreendido por um homem que estava na calçada de tocaia, escondido atrás de uma árvore. O suspeito, que usava moletom preto e boné, efetuou cerca de 10 disparos contra a vítima. Funcionários do escritório relataram que ouviram os tiros. 
 
O suspeito, que estava na calçada, disparou os tiros pela janela do lado do passageiro. Roberto, que estava no banco do motorista, foi atingido à queima roupa. Segundo o delegado que está à frente do caso, Nilson Farias, o homem estava “sorrateiramente” à espera da vítima. 
 
“Ele já estava aguardando [o advogado sair]. Ele ficou esperando, parado do outro lado da rua. E quando ele percebeu que o advogado iria entrar no carro, ele veio andando sorrateiramente. Aí, dessa forma covarde, acabou executando a vítima”, disse. “Ele não chega a conversar [com a vítima], ele não fala nada. Simplesmente se aproxima, efetua os disparos e sai em seguida”.
 
“A motivação nós estamos conversando com famíliares, ainda é muito cedo, um escritório de advocacia que mexe com muitas causas grandes, não dá para falar sobre motivação”, afirmou o delegado à imprensa que acompanhava a ocorrência.
 
“Ele tinha um carro blindado, há uns cinco anos, não é devido a ameaça recente. Ele usava de forma aleatória, não existia um receio, não estava com medo de ser executado”, acrescentou.
 
“O vidro estava fechado e executa os tiros de forma bem agrupada. Ele fugiu a pé, provavelmente tinha mais gente com ele, mas na imagem aparece sozinho”, completou.
 
Membros da direção da OAB-MT estiveram no local do crime e acompanharam os trabalhos da Polícia Militar, Polícia Civil e da Politec, que iniciou a perícia, além da retirada do corpo do advogado, que morreu sentado no banco do motorista.
Direito ao esquecimento
Como você classifica o mandato do prefeito Moisés Cavalheiro em Itapuã do Oeste?
Como resolver o problema dos animais de rua?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS