FATAL: Delegado da PF morre com tiro em operação contra extração ilegal de madeira

A PF informou que o delegado e a equipe que estava com ele estavam abordando os caminhões que passavam pelo local, na madrugada deste sábado

FATAL: Delegado da PF morre com tiro em operação contra extração ilegal de madeira

Foto: Divulgação

 

O delegado da Polícia Federal Roberto Moreira da Silva Filho, de 35 anos, morreu durante uma operação contra a extração ilegal de madeira, em Aripuanã (MT), após ter sido atingido com um disparo de arma de fogo. A PF informou que o delegado e a equipe que estava com ele estavam abordando os caminhões que passavam pelo local, na madrugada deste sábado.
 
No entanto, um dos veículos se recusou a parar para a fiscalização, descumprindo a ordem da polícia, e tentou atropelar os policiais. Os agentes atiraram e uma das balas bateu no caminhão e voltou, atingindo o delegado. 
 
Ainda não se sabe de onde partiu o tiro, se foi da arma dele ou de um colega, de acordo com a polícia. 
 
Roberto Filho era de Brasília e estava há menos de dois anos em Mato Grosso, com a missão de atuar no combate a crimes ambientais. 
 
Atualmente, ele era chefe da Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente e Patrimônio Histórico (DELEMAPH-MT). 
 
Nos últimos meses, várias operações foram deflagradas contra garimpos ilegais e extração de madeira sem autorização no estado, inclusive em terras indígenas. 
Direito ao esquecimento

Você já decidiu em quem votar para deputado(a) estadual, federal, senador(a) e presidente?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Clinica Maestria LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS