MISTÉRIO: Vereadora trans é sequestrada e polícia está investigando o sumiço

A vítima teria sido abordada por dois homens supostamente armados e colocada em um veículo.

MISTÉRIO: Vereadora trans é sequestrada e polícia está investigando o sumiço

Foto: Divulgação

 
A única vereadora trans do Espírito Santo foi sequestrada na manhã desta segunda-feira (22) e está desaparecida, informa o jornal Tribuna. De acordo com a Polícia Militar, Lari Bortolotte, de 27 anos, mais conhecida como “Lara Camponesa”, foi abordada em um curral enquanto cuidava do rebanho em Mundo Novo, na zona rural de Rio Novo do Sul, localizado no Sul do Estado, onde morava com a família.
 
Ainda de acordo com detalhes descritos na ocorrência, o pai revelou para as investigações que teria encontrado uma cápsula de munição calibre 9 mm no local  e a vítima teria sido abordada por dois homens supostamente armados e colocada em um veículo. 
 
Uma familiar da vereadora, que pediu para não ter o nome divulgado, informou que a família ainda não tem informações sobre a localização de Lari, mas que todos estão comovidos com o acontecido. 
 
O delegado Luiz Carlos Claret Pascoal confirmou o fato, mas não revelou mais informações para não atrapalhar as investigações. Disse somente que o caso está sob a responsabilidade da Delegacia Anti-Sequestro, que não respondeu à reportagem até o fechamento da matéria.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Mateus Coelho Alves

Fortbras Autopeças

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS