REVOLTA: Prefeito diz que não permitirá 'viadagem' em sala de aula e demite professor

Cantor Criolo, autor da música, se posicionou sobre o caso na manhã desta quinta-feira (26)

REVOLTA: Prefeito diz que não permitirá 'viadagem' em sala de aula e demite professor

Foto: Divulgação

Um professor temporário da rede municipal de Criciúma foi exonerado, nesta quarta-feira (25), por exibir em aula o clipe da música “Etérea”, do cantor Criolo, indicada ao 20º Grammy Latino, na categoria Melhor Canção em Língua Portuguesa.

 

O prefeito Clésio Salvaro (PSDB) anunciou a decisão em um vídeo de pouco mais de um minuto. “Não permitiremos viadagem em sala de aula”, fala em um dos trechos. Além disso, o político disse que a administração não concordava com o conteúdo “erotizado”.

 

O vídeo é performático e mostra pessoas LGBTQIA+ dançando. Segundo o próprio músico, em uma entrevista ao site Tenho Mais Discos que Amigos, o clipe fala sobre liberdade.

 

“Fala sobre uma sociedade que ainda está cheia de preconceito e há décadas, séculos, esse preconceito deixou de estar no campo das ideias. As pessoas estão morrendo. As pessoas estão sendo assassinadas por conta do modo como cada uma quer se expressar no mundo, e isso é inadmissível”, diz Criolo.
 
 
O cantor postou por volta das 10h uma resposta ao caso, em que explica a música e lamenta a demissão do professor.
 
 
Com 1.163.223 visualizações no YouTube, o clipe foi finalista da Music Video Festival m-v-f- awards 2019, nas categorias Melhor Figurino, Melhor coreografia e Melhor Videoclipe com mensagem social. No total, o clipe foi selecionado para 17 festivais de cinema nacionais e internacionais.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS