BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

FENÔMENO: Explosão de meteoro é avistada em cidades de Minas Gerais, São Paulo e Paraná

Análises preliminares da Rede Brasileira de Observação de Meteoros (BRAMON) apontam que o objeto seguiu uma trajetória de sul para norte, começando sua fase luminosa a cerca de 64 Km de altitude, entre Araxá e Uberaba

HISTORY

13 de Maio de 2020 às 15:36

Atualizada em : 13 de Maio de 2020 às 15:49

Foto: Divulgação

HISTORY - Um clarão seguido de um estrondo chamou a atenção de moradores de algumas cidades brasileiras na madrugada de 8 de maio. O fenômeno foi percebido com maior intensidade em municípios de Minas Gerais como Patos de Minas, Lagoa da Prata e Divinópolis, mas também pôde ser observado em algumas localidades de São Paulo e do Paraná. Segundo especialistas, o espetáculo no céu foi causado pela queda de um meteoro muito luminoso, também chamado de bólido.
 
Análises preliminares da Rede Brasileira de Observação de Meteoros (BRAMON) apontam que o objeto seguiu uma trajetória de sul para norte, começando sua fase luminosa a cerca de 64 Km de altitude, entre Araxá e Uberaba. Depois disso, ele prosseguiu em direção ao nordeste a uma velocidade de 55,3 mil Km/h e explodiu a 30 Km de altitude nas proximidades da cidade de Tiros, no Triângulo Mineiro.
 
O meteoro se partiu quando entrou em contato com a atmosfera terrestre, o que provocou o barulho. De acordo com a BRAMON, imagens sugerem que alguns fragmentos chegaram ao solo. Segundo relatos da imprensa local, algumas pessoas se assustaram achando que um avião havia caído. 
 
Em entrevista ao portal BHAZ, Marcelo Zurita, diretor técnico da BRAMON, disse que se o meteoro não tivesse explodido antes de cair, poderia ter havido graves consequências. "Caso a atmosfera não tivesse fragmentado o meteoro, ele teria caído brilhando e provocaria um estrago muito grande. Mas eventos como este são muito raros", disse. Confira abaixo imagens da queda do meteoro:
 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS